Zina

Bula de Zina

Bula do remédio Zina. Classe terapêutica dos Antialérgico. Princípios Ativos Dicloridrato de Levocetirizina.

publicidade

Indicação

Para quê serve Zina?

No tratamento dos sintomas associados às enfermidades alérgicas, como: rinite alérgica sazonal (incluindo os sintomas oculares), rinite alérgica perene e urticária crônica idiopática (origem desconhecida).

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

Zina (dicloridrato de levocetirizina) está contra-indicado em pacientes com história de hipersensibilidade a levocetirizina ou à cetirizina, a qualquer outro componente da formulação ou a qualquer derivado piperazínico.

Zina (dicloridrato de levocetirizina) está contra-indicado em pacientes com insuficiência renal terminal com clearance de creatinina inferior a 10 ml/min; e em pacientes com comprometimento da função renal associada com comprometimento da função hepática; nesse caso, o ajuste na dose deve ser realizado.

Posologia

Como usar Zina?

Uso em Adultos e Adolescentes a partir de 12 anos: A dose diária recomendada é de 5 mg (1 comprimido).

Crianças de 6 a 12 anos: A dose diária recomendada é de 5 mg (1 comprimido). Para crianças menores de 6 anos todavia não é possível ajustar a dose em função do peso.

Uso em Idosos: Recomenda-se ajustar a dose em idosos com insuficiência renal de leve a moderada (ver Uso em pacientes com Insuficiência Renal).

Uso em Pacientes com Insuficiência Renal: Pacientes com função renal comprometida necessitam de menores doses diárias de levocetirizina e/ou intervalos de dose maiores quando comparados com os pacientes com função renal normal. Em pacientes submetidos à diálise, o produto é contra-indicado.

Uso em Pacientes com Insuficiência Hepática: Não é preciso ajustar a dose em pacientes que tenham insuficiência hepática somente.

Recomenda-se ajustar a dose em pacientes que tenham insuficiência hepática e renal (ver mais acima, “Uso em pacientes com insuficiência renal”).

Efeitos Colaterais

Quais os males que este medicamento pode me causar?

As reações mais frequentemente descritas são secura da boca, dor de cabeça, fadiga e sonolência. Observaram-se outras reações adversas pouco frequentes, como astenia ou dor abdominal.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada deste medicamento?

Sintomas: os sintomas de superdosagem podem incluir sonolência em adultos e, em crianças, inicialmente agitação e inquietação, seguida de sonolência.
Tratamento da superdosagem: Não existe nenhum antídoto específico conhecido contra a levocetirizina. se uma superdosagem ocorrer, recomenda-se seguir um tratamento sintomático e de apoio. poderá ser realizada lavagem gástrica para uma ingestão em curto prazo. a levocetirizina não é eliminada de forma efetiva por hemodiálise.

Composição

Cada comprimido revestido contém 5,0 mg de dicloridrato de levocetirizina 5,0 mg.

Excipientes: amido, croscarmelose sódica, estearato de magnésio, celulose microcristalina, álcool polivinílico, dióxido de titânio, macrogol e talco.

Apresentação

Embalagem contendo 10 comprimidos revestidos de 5 mg.

Interações Medicamentosas

Não há interações medicamentosas clinicamente relevante para esta classe de medicamentos.

Cuidados de Conservação depois de Aberto

Conservar o produto em sua embalagem original, sob temperatura ambiente (entre 15º e 30ºC). Proteger da umidade.

Laboratório

Eurofarma Laboratórios Ltda.

SAC: 0800-704-3876

publicidade