Xylocaína

Bula do remédio Xylocaína. Classe terapêutica dos Anestésicos. Princípios Ativos Cloridrato de Lidocaína.

Indicação

Para que serve?

Xylocaína gel é indicada como anestésico de superfície e lubrificante durante procedimentos endouretrais, e no tratamento da dor associada a cistite ou uretrite, em homens e mulheres.

Xylocaína spray é indicada na prevenção da dor durante procedimentos como punção dos seios maxilares, estágio final do parto, antes da episiotomia e sutura perineal, antes de injeções dentárias, impressões dentárias, radiografias, remoção de tártaro e como anestesia da faringe para prevenir enjoo e vômito, em adultos e crianças.

Xylocaína pomada é indicada como anestésico local para a boca.

Xylocaína com epinefrina injetável é indicada como anestésico local ou regional durante procedimentos como técnicas de bloqueios nervosos periféricos, como bloqueio do plexo braquial ou técnicas neurais centrais, como bloqueios peridurais e caudais, em adultos e crianças.

Xylocaína solução injetável é indicada para anestesia local em odontologia e outras pequenas cirurgias, em adultos e crianças.

Posologia

Como usar?

Xylocaína gel, spray, pomada, com epinefrina ou solução injetável são medicamentos que apenas devem ser administrados por um médico, cirurgião-dentista ou enfermeiro.

As quantidades de Xylocaína a utilizar, o tipo de Xylocaína e a duração do tratamento dependem do quadro clínico do paciente, e devem ser indicadas pelo médico.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Alguns dos efeitos colaterais de Xylocaína podem incluir dormência da língua, delírio, tontura, visão embaçada, tremores, sonolência, convulsões, inconsciência ou mesmo parada respiratória.

Além disso, Xylocaína com epinefrina pode também causar reações alérgicas, com sintomas como choque anafilático, crise asmática e urticária.

publicidade

Contraindicações

Quando não devo usar?

Xylocaína está contraindicada para pacientes com tirotoxicose, problemas ou doença no coração e para pacientes com alergia ao Cloridrato de Lidocaína, a anestésicos locais do tipo amida ou a outros componentes da fórmula.

Farmacocinética

Como funciona?

Xylocaína é um medicamento que tem na sua composição lidocaína, um anestésico local do tipo amida, que estabiliza a membrana neuronal e inibe reversivelmente o início e a condução dos impulsos nervosos, produzindo assim, a ação anestésica.

Após administração ou aplicação local, Xylocaína começa a fazer efeito cerca de 1 a 5 minutos após administração.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Antes de usar Xylocaína​, deverá falar com o seu médico se estiver grávida ou amamentando, tiver crises de asma ou se tiver problemas de fígado.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Em caso de toma excessiva de Xylocaína​, deve dirigir-se ao hospital mais próximo, levando a embalagem ou bula do medicamento. Alguns dos efeitos mais comuns que pode sentir após a toma excessiva de Xylocaína incluem reações alérgicas, com sintomas como convulsões.

Composição

Xylocaína gel 20 mg/g por cada 1 grama de gel contém:

Cloridrato de Lidocaína _________________________ 20 mg

Veículos _______________________________________ 1 g

Cada 5 g de gel contém 100 mg de Cloridrato de Lidocaína - equivalente a 81,30 mg de Lidocaína.

(Veículos: hietelose, metilparabeno, hidróxido de sódio, água para injetáveis).

Xylocaína spray por cada 1 ml de solução contém:

Lidocaína _________________________________ 100,0 mg

Excipientes ____________________________________ 1 ml

(Excipientes: álcool etílico, propilenoglicol, essência de banana, L-mentol cristalizado, eucaliptol, sacarina e água purificada).

Xylocaína pomada por cada 1 grama contém:

Lidocaína ____________________________________ 50 mg

Excipientes _____________________________________ 1 g

(Excipientes: óleo de laranja, corante amarelo crepúsculo CI 15985, sacarina sódica, butilhidroxianisol, propilenoglicol e macrogol).

Xylocaína com epinefrina por cada frasco-ampola de 20 ml contém:

Cloridrato de lidocaína __________________________ 20 mg

Epinefrina cristalizada _______________________ 0,005 mg

Xylocaína solução injetável

- Xylocaina solução injetável 2% sem vasoconstritor por cada tubete de 1,8 ml contém:

Cloridrato de lidocaína ______________________ 36,000 mg

- Xylocaina solução injetável 2% com norepinefrina por cada tubete de 1,8 ml contém:

Cloridrato de lidocaína ______________________ 36,000 mg

Norepinefrina cristalizada _____________________ 0,036 mg

Interações Medicamentosas

Xylocaína não deve ser administrado em conjunto com alguns medicamentos ou substâncias sem orientação médica, como medicamentos antiarrítmicos como a tocainida, betabloqueadores, cimetidina, digitálicos, inibidores da MAO, antidepressivos tricíclicos, drogas vasopressoras, drogas ocitócicas do tipo ergot, fenotiazínicos, butirofenonas, anestésicos inalatórios como halotano e ciclopropano e com outros anestésicos locais.

Laboratório

Astra Química e Farmacêutica Ltda.

O genérico de Xylocaína é o Cloridrato de Lidocaína, e outro remédio anestésico pode ser o Emla.

Dizeres Legais:

Xylocaína gel: MS: 1.0298.0249 | Farm. Resp.: Dr. José Carlos Módolo

Xylocaína spray: MS: 1.1618.0101.003-2 | Farm. Resp.: Dra. Daniela M. Castanho

Xylocaína pomada: MS: 1.1618.0101.007-5 | Farm. Resp.: Dra. Daniela M. Castanho

Xylocaína com epinefrina: MS: 1.1618.0104 | Farm. Resp.: Dra. Daniela M. Castanho

Xylocaína solução injetável: MS: 1.1618.0104 | Farm. Resp.: Dra. Daniela M. Castanho

publicidade
< Xylestesin < Xylocaína > Xyloproct >