Vasativ

Bula de Vasativ

Bula do remédio Vasativ. Classe terapêutica dos Anti-agregantes e Vasodilatadores. Princípios Ativos Cilostazol.

publicidade

Indicação

Para quê serve Vasativ?

Vasativ comprimido é indicado para doença vascular periférica, para redução do sintoma da claudicação intermitente e na prevenção da recorrência de acidente vascular cerebral.

Uso adulto - Uso oral

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

Vasativ é contra-indicado para portadores de insuficiência cardíaca congestiva, pacientes com hipersensibilidade a qualquer componente da fórmula, pacientes com quadro hemorrágico e para pacientes grávidas ou que estejam amamentando.

Posologia

Como usar Vasativ?

A dosagem recomendada é de 50 ou 100 mg duas vezes ao dia, conforme orientação médica.

O comprimido deve ser ingerido com um copo de água em jejum e no mínimo meia hora antes ou duas horas depois do café da manhã e do jantar.

Efeitos Colaterais

Quais os males que este medicamento pode me causar?

As reações adversas mais comuns foram: cefaléia, diarréia e fezes anormais, dor abdominal, palpitações e tontura.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

As consequências do uso prolongado de inibidores da fosfodiesterase III em pacientes que não apresentam insuficiência cardíaca ainda não foram bem estudadas.

Estudos com duração de até 6 meses mostraram que, neste período, os pacientes permaneceram relativamente estáveis.

Interações Medicamentosas

Vasativ é extensivamente metabolizado pelo citocromo P 450, deve-se ter cautela ao co-administrar outros inibidores como cetoconazol, eritromicina ou omeprazol. O diltiazem aumenta a concentração plasmática do cilostazol e metabólitos.

Entretanto, o cilostazol parece não causar aumento dos níveis plasmáticos de drogas metabolizadas pelo CYP3A4.

Com anticoagulantes, antiagregantes plaquetários, agentes trombolíticos e prostaglandina E1 pode ocorrer aumento de tendência a hemorragias.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada deste medicamento?

Os dados sobre superdosagem de cilostazol em humanos são limitados.

Caso ocorra superdosagem, o paciente deverá ser cuidadosamente observado e, se necessário, receber tratamento de suporte.

A LD 50 oral em cães é 2,0g / kg e em ratos é 5,0 g/kg.

Devido à alta taxa de ligação às proteínas é improvável que o cilostazol possa ser eficazmente removido por hemodiálise ou por diálise peritoneal.

Composição

Cada comprimido contém:

cilostazol ............................................................ 50 mg
Excipientes q.s.p. ................................... 1 comprimido
Excipientes: carmelose cálcica, sicovit laca indigotina, dióxido de silício coloidal, estearato magnésio, celulose microcristalina.

cilostazol .......................................................... 100 mg
Excipientes q.s.p. .................................. 1 comprimido
Excipientes: carmelose cálcica, sicovit laca indigotina, dióxido de silício coloidal, estearato magnésio, celulose microcristalina.

Apresentação: comprimidos de 50 e 100 mg embalagens contendo 30 ou 60 comprimidos.

Armazenamento

Onde como e por quanto tempo posso guardar este medicamento?

Este medicamento deve ser conservado em temperatura ambiente (entre 15ºC e 30ºC), protegido da umidade.

Farmacocinética

Como funciona este medicamento?

O cilostazol e seus metabólitos ativos têm meia-vida de aproximadamente 11 a 13 horas, sendo que a excreção dos metabólitos ocorre principalmente por via renal.

Laboratório

Eurofarma Laboratórios Ltda.

SAC: 0800-704-3876

Dizeres Legais

MS - 1.0043.0989

Farm. Resp.: Dra. Sônia Albano Badaró -CRF-SP 19.258

publicidade