Varicell

publicidade

Bula do remédio Varicell. Classe terapêutica dos Antivaricose. Princípios Ativos queratina + sene + enxofre sublimado + bitartarato de potássio.

Indicação

Para que serve Varicell?

Este medicamento foi indicado para varizes e hemorróidas. A síndrome varicosa caracteriza-se pela formação de coágulos no interior das veias ou dilatação permanente de uma veia superficial ou profunda, obstruindo o fluxo natural do sangue. A fim de evitar tal síndrome, é aconselhável além das precauções usuais o uso de meias elásticas, manutenção das pernas em plano mais elevado e um bom funcionamento dos intestinos. VARICELL® é um valoroso tratamento, por via oral, exercendo uma influência medicamentosa sobre a totalidade das síndromes varicosas, sendo de grande eficácia principalmente nos casos de hemorróidas e varizes dos membros inferiores. VARICELL® age sobre as varizes diminuindo a sensação de peso nas pernas, edemas e as dores nas regiões afetadas. Atua
sobre as hemorróidas eliminando fissuras, sangramento e dor ao evacuar.

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

VARICELL® não deve ser usado em pacientes com hipersensibilidade a qualquer dos componentes da fórmula e em pacientes com apendicite, inflamação intestinal, dores abdominais, gases, náuseas e vômitos. Não é recomendado o uso de VARICELL® durante a gravidez ou aleitamento materno. VARICELL®
pode apresentar interações com os seguintes medicamentos: Glicosídeos
digitálicos com uso prolongado de sene podem aumentar a toxicidade dos digitálicos. Antiarrítmicos juntamente com uso prolongado de sene podem potencializar arritmias. VARICELL® pode alterar os resultados de exames laboratoriais de urobilinogênio e estrógeno. Informe seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término. Informe ao médico se está amamentando.

Posologia

Como usar Varicell?

Uso Oral/Adulto
O VARICELL® é composto de drágea de coloração vinho, sem odor e sem sabor. A posologia indicada é de 1 drágea ingerida, sem mastigar, 3 vezes ao dia, isto é, 1 drágea 40 minutos antes das refeições. O tratamento deve ter duração no mínimo 3 meses. Após melhora dos sintomas continuar com tratamento de manutenção tomando uma drágea por dia, no café da manhã. Caso ocorra esquecimento da administração do medicamento continuar a tomá-Io na próxima refeição. Não há contra-indicações relativas a faixas etárias.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Em alguns pacientes foram constatados casos de dor de cabeça e distúrbios gástricos leves.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

Condições orgânicas indispensáveis para processar a ação terapêutica do VARICELL® :
1- Metabolismo normal do fígado:
Se o metabolismo hepático estiver perturbado, como sucede nos casos de hepatites e cirrose, não haverá a associação dos produtos de polimerização parcial, tornando ineficaz a ação dos polímeros da queratina.

2- Velocidade normal da circulação sanguínea:
Se a velocidade da circulação sanguínea não estiver normal, como pode suceder-se nos casos de insuficiências crônicas do setor da pequena circulação, surge uma completa dissociação dos produtos de polimerização, tornando-os completamente ineficazes. Não se incluem neste particular certas afecções vasculares como: angina no peito, endoartrite obliterante, etc... por tratarem-se de enfermidades do setor arterial da circulação, sobre os quais o VARICELL® não exerce qualquer ação.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Os sintomas de uma superdose possivelmente serão: diarréia severa, dor de cabeça, dor de estômago, náuseas e vômitos. Administrar em caso de ingestão excessiva, soro fisiológico, um antidiarréico e anti-hemético se necessário.

Composição

VARICELL® deve ser conservado em sua embalagem original em temperatura ambiente, ao abrigo da luz e umidade.

Apresentação

Drágea, caixa contendo 48 drágeas.

Interações Medicamentosas

Glicosídeos digitálicos: com uso prolongado de sene, a perda de potássio potencializa toxicidade dos digitálicos.

Antiarrítmicos: perda de potássio com uso prolongado de sene pode potencializar arritmia quando administrada concomitantemente com medicação antiarrítmica.

Estrogênio: o nível sérico de estrogênio cai quando administrado concomitantemente com sene.

Indometacina: indometacina administrada concomitantemente com sene tem uma inibição dose dependente da prostaglondina E2, que diminui o efeito terapêutico do sene.

Nifedipina: efeitos terapêuticos induzidos pela reinantrona envolvem também canais de cálcio que podem ser bloqueados pela nifedipina, mas não pelo verapamil. A excreção do sene e seus componentes pode conferir a urina uma coloração alaranjada, interferindo em diagnósticos laboratoriais, dando resultado falso positivo para prova de urobilinogênio e resultados alterados para estrógeno medidos pelo método de Kober.

Laboratório

Indústria Brasileira

publicidade