Uro Bactrim

Bula de Uro Bactrim

Bula do remédio Uro Bactrim. Classe terapêutica dos Antibióticos. Princípios Ativos Trimetoprima, Sulfametoxazol e Fenazopiridina.

publicidade

Indicação

Para quê serve Uro Bactrim?

Uro Bactrim é indicado no tratamento das infecções das vias urinarias acompanhadas de dor causadas por germes sensíveis aos componentes da formula.

Uso adulto e pediátrico acima de 12 anos - Uso oral

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

Uro Bactrim está contraindicado nos casos de lesões graves do parênquima hepático e em pacientes com insuficiência renal grave quando não se pode determinar regularmente a concentração plasmática.Também está contra-indicado aos pacientes com historia de hipersensibilidade a sulfonamida ou a trimetoprima.

Não deve ser administrado a crianças abaixo de 12 anos de idade.

Posologia

Como usar Uro Bactrim?

Adultos e crianças acima de 12 anos:

2 comprimidos de Uro Bactrim administrados a cada 12 horas pela manhã e a noite, de preferencia apos uma refeição e com suficiente quantidade de liquido, durante 5 dias. a critério medico, apos os 5 primeiros dias com o desaparecimento dos sintomas locais.

Efeitos Colaterais

Quais os males que este medicamento pode me causar?

Os seguintes efeitos colaterais tem sido descritos em ordem de frequência:

Efeitos colaterais gastrintestinais: nâusea (com ou sem vômito), estomatite, diarreia, raros casos de hepatite e casos isolados de enterocolite pseudomembranosa. Casos de pancreatite aguda tem sido relatados. Rashes cutâneos induzidos por Uro Bactrim: são geralmente leves e rapidamente reversíveis apos suspensão da medicação.

Como ocorre com muitas outras drogas, o uso de Uro Bactrim tem sido, em alguns casos, relacionado ao surgimento de eritema multiforme, fotossensibilidade, síndrome de Stevens-Johnson e necrólise epidérmica toxica (síndrome de Lyell).

Casos raros de comprometimento renal e insuficiência renal e cristalúria foram reportados.

Sulfonamidas, incluindo o Uro Bactrim, podem levar a diurese aumentada, particularmente em pacientes com edema de origem cardíaca.

A maioria das alterações hematológicas observadas são leves e assintomáticas, sendo reversíveis com a suspensão da medicação. As alterações mais comumente observadas foram leucopenia, neutropenia e trombocitopenia. Muito raramente podem ocorrer agranulocitose, anemias megaloblástica, hemolítica ou aplástica, pancitopenia ou púrpura. como ocorre com qualquer outra droga, podem aparecer reações alérgicas em pacientes hipersensíveis aos componentes do Uro Bactrim.

Raramente observaram-se febre e edema angioneurótico. infiltrados pulmonares, tais como ocorrem na alveolite alérgica ou eosinofílica raramente foram reportados. Estes podem manifestar-se através de sintomas como tosse ou respiração ofegante. Se tais sintomas forem observados ou inesperadamente apresentarem uma piora, o paciente deve ser reavaliado e a suspensão do tratamento com o Uro Bactrim considerada.

Raros casos de meningite asséptica ou sintomas semelhantes a meningite tem sido descritos e muito raramente alucinações tem sido relacionadas ao uso de Uro Bactrim.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

Existe maior risco de efeitos colaterais em pacientes idosos ou em pacientes que apresentem as seguintes condições: insuficiência hepática, insuficiência renal ou uso concomitante de outras drogas (em cada caso o risco pode ser relacionado a dosagem ou duração do tratamento).

Exito letal, embora raro, tem sido descrito relacionado com reações graves, tais como: discrasias sanguíneas, eritema exsudativo multiforme, (síndrome de Stevens-Johnson), necrólise epidérmica toxica (síndrome de lyell) e necrose hepática fulminante. para diminuir o risco de reações indesejáveis, a duração do tratamento com Uro Bactrim deve ser a menor possível, especialmente em pacientes idosos.

Em caso de comprometimento renal, a posologia deve ser ajustada.

Pacientes em uso prolongado de Uro Bactrim devem fazer controle regular de hemograma.

Caso surja redução significativa de qualquer elemento figurado do sangue, o tratamento com Uro Bactrim deve ser suspenso. A não ser em casos excepcionais o Uro Bactrim não deve ser administrado a pacientes com serias alterações hematológicas. devido a possibilidade de hemolise, o Uro Bactrim não deve ser administrado a pacientes portadores de deficiência de G6DD (desidrogenase de glicose 6 fosfato) a não ser em casos de absoluta necessidade e em doses minimas.

O tratamento deve ser descontinuado imediatamente ao primeiro sinal de rash cutâneo ou qualquer outro efeito colateral seria.

Nos pacientes idosos ou em pacientes com historia de deficiência de ácido fólico ou insuficiência renal, podem ocorrer alterações hematológicas indicativas deficiência de ácido fólico. Estas alterações são reversíveis administrando-se acido folínico.

Pacientes em uso prolongado de Uro Bactrim (em particular, pacientes com insuficiência renal) devem fazer exame de urina e avaliação da função renal regularmente.

Adequada administração de líquidos e eliminação urinaria devem ser asseguradas durante o tratamento para prevenir cristaluria.

Uro Bactrim na gravidez e lactação: este medicamento não deve ser usado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista. O medicamento não deve ser usado durante a amamentação sem orientação médica.

Este medicamento não deve ser usado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Interacoes Medicamentosas:

Uro Bactrim pode aumentar o tempo de protrombina de pacientes em uso de anticoagulantes tipo varfarina.

Uro Bactrim pode inibir o metabolismo hepático da fenitoína. após administração de Uro Bactrim.

Uro Bactrim podem aumentar a concentração de metotrexato.

Uro Bactrim pode afetar a dose necessária de hipoglicemiantes.

Composição

Uro Bactrim: trimetoprim 80 mg, sulfametoxazol 400 mg, cloridrato de fenazopiridina 50 mg.

Apresentação: Comprimido: caixas com 20. comprimido f: caixas com 10.

O que devo fazer quando eu me esquecer de usar este medicamento?

Caso você se esqueça de tomar uma das doses, tome-a assim que possível, no entanto, se estiver próximo do horário da dose seguinte, espere por este horário, respeitando sempre o intervalo determinado pela posologia.

Nunca tome duas doses de uma só vez.

Laboratório

Roche Químicos e Farmacêuticos S.A.

SAC: 0800 7720 289

publicidade