Trobicin 2 G

publicidade

Bula do remédio Trobicin 2 G. Classe terapêutica dos Antibióticos Sistêmicos. Princípios Ativos Espectinomicina.

Indicação

Para que serve Trobicin 2 G?

Tratamento de uretrite e proctite gonorréica em homens e cervicite e proctite gonorréica aguda em mulheres, quando a infecção é causada por cepas susceptíveis de N. gonorrheae. Indivíduos que tiverem contatos sexuais com pessoas infectadas por gonorréia também devem ser medicados.

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

Pacientes que já apresentaram hipersensibilidade à espectinomicina.

Posologia

Como usar Trobicin 2 G?

A dose recomendada de Trobicin para o tratamento de uretrite gonocócica não complicada, cervicite ou proctite em homens e mulheres é de 2 g por injeção intramuscular profunda. Doses de até 4 g de espectinomicina foram administradas para casos de difícil tratamento e em locais onde é comum a resistência a antibióticos. Dosagem: as injeções intramusculares devem ser administradas profundamente no quadrante externo superior dos músculos glúteos. Adultos: injetar uma dose única de 2 gramas (5 ml) por via intramuscular. Caso necessário, injetar uma dose de 4 gramas (10 ml), que pode ser fracionada e administrada em dois locais diferentes do músculo glúteo. Preparação do medicamento: 2 g de Trobicin estéril: reconstituir com 3,2 ml do diluente especial que acompanha o produto. 4 g de Trobicin estéril: reconstituir com 6,2 ml do diluente que acompanha o produto. Agitar vigorosamente logo após adicionar o diluente e antes de extrair a dose. Recomenda-se o uso de seringas e agulhas descartáveis para evitar contaminação com resíduos de penicilina, especialmente quando forem tratados pacientes hipersensíveis a mesma. Recomenda-se usar agulha 30 x 8. - Superdosagem: em caso de superdosagem, interromper o tratamento e proceder às medidas habituais.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

As seguintes reações foram observadas durante estudos clínicos: inflamação no local da injeção, urticária, tontura, náusea, calafrios, febre e redução do débito urinário (sem mudanças da função renal, indicativas de toxicidade renal). As seguintes alterações laboratoriais foram observadas durante estudos de tolerância, com doses múltiplas, em voluntários sãos: diminuição na hemoglobina, hematócrito e do clearance da creatinina bem como elevação de fosfatase alcalina, nitrogênio uréico e transaminase glutamicopirúvica (TGP).

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

Não foi estabelecida a segurança do produto em gestantes e recém-nascidos. Entretanto, foi relatado que Trobicin se mostrou eficaz em crianças na dosagem de 40 mg/kg. Trobicin não está indicado no tratamento da sífilis. Antibióticos usados em doses elevadas por curtos períodos para o tratamento de gonorréia podem mascarar ou retardar o aparecimento de sintomas da sífilis. Consequentemente, todos os portadores de gonorréia deverão ser submetidos a testes sorológicos para sífilis por ocasião do diagnóstico. Os pacientes tratados com Trobicin devem ser submetidos a testes sorológicos de acompanhamento para sífilis após três meses.

Composição

Cada frasco-ampola contém: espectinomicina base(como cloridrato de espectinomicina) 2 g. Cada ml do diluente contém: álcool benzílico 9,45 mg; água para injeção q.s.p. 1 ml.

Apresentação

Frasco-ampola contendo 2 g de cloridrato de espectinomicina, acompanhado de uma ampola contendo 3,2 ml de diluente. Pó para suspensão. Administração intramuscular.

Laboratório

Pharmacia & Upjohn Ltda.

publicidade