Trilax

Bula do remédio Trilax. Classe terapêutica dos Analgésicos, Anti-inflamatórios e Relaxantes musculares. Princípios Ativos Cafeína, Paracetamol, Diclofenaco Sódico e Carisoprodol.

Indicação

Para que serve?

Trilax é indicado para a artrite reumatoide crônica e aguda, osteoartrose, estados agudos de reumatismo nos tecidos extrarticulares, crises agudas de gota e no tratamento de estados inflamatórios agudos, pós-traumáticos, pós-cirúrgicos ou decorrentes de quadros infecciosos, em adultos.

Contraindicações

Quando não devo usar?

Trilax está contraindicado para crianças com menos de 14 anos, pacientes com problemas ou doenças de coração, fígado ou rins, pressão alta grave, úlcera péptica, discrasias sanguíneas, tendência para sangramento sem causa aparente, porfiria, pacientes com asma, urticária ou rinite aguda causada por Ácido Acetilsalicílico e para pacientes com alergia a algum dos componentes da fórmula. Além disso, está também contraindicada a ingestão de outros medicamentos contendo Paracetamol.

Posologia

Como usar?

As doses recomendadas de Trilax devem apenas ser indicadas pelo médico, pois a dose recomendada depende do tipo de problema a tratar, da idade e resposta individual de cada paciente ao tratamento.

Geralmente, a dose minima diária recomendada é de 1 comprimido de 12 em 12 horas.

Os comprimidos de Trilax devem ser engolidos inteiros, sem partir ou mastigar, juntamente com um copo de água.

publicidade

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Antes de usar Trilax​, deverá falar com o seu médico se estiver grávida ou amamentando, tiver mais de 65 anos, tiver historial de má digestão, hemorragias no estômago ou intestinos ou úlcera péptica ou se estiver a tomar outros medicamentos incluindo medicamentos sem receita médica.

Embora o tratamento com Trilax seja contraindicado para crianças com menos de 14 anos, de acordo com indicação médica, o tratamento pode ser administrado em crianças com idade inferior que sofram de artrite juvenil crônica.

O tratamento com Trilax​ nunca deve ser interrompido sem conhecimento do seu médico e os horários, as doses e duração do tratamento devem ser rigorosamente respeitados.

Composição

Trilax por cada comprimido contém:

Paracetamol ___________________________________ 300 mg
Carisoprodol ___________________________________ 125 mg
Diclofenaco Sódico ______________________________ 50 mg
Cafeína ________________________________________ 30 mg
Excipientes _______________________________ 1 comprimido

(Excipientes: celulose microcristalina, amidoglicolato de sódio, lactose, dióxido de silício coloidal, povidona e estearato de magnésio).

Farmacocinética

Como funciona?

Trilax é um medicamento que tem na sua composição Cafeína, Paracetamol, Diclofenaco Sódico e Carisoprodol, compostos que lhe conferem propriedades analgésicas, anti-inflamatórias e relaxantes musculares.

O Carisoprodol é um relaxante muscular esquelético, que possui ação central e se encontra quimicamente relacionado com o Meprobamato, capaz de reduzir indiretamente a tensão da musculatura esquelética. Além disso, possui também um efeito sedativo, uma consequência da sua ação relaxante muscular esquelética. A Cafeína, é uma Metilxantina, um estimulante do Sistema Nervoso Central, capaz de atuar na musculatura estriada, aumentando o seu tônus e tornando-a menos suscetível à fadiga e melhorando o seu desempenho. Além disso, A cafeína produz estado de alerta mental, sendo capaz de corrigir a sonolência causada pelo Carisoprodol. O Diclofenaco Sódico, é um anti-inflamatório não-esteróide que possui propriedades analgésicas e antipiréticas, capaz de aliviar rapidamente a dor, o inchaço e a inflamação causados por traumatismos. Por fim, o Paracetamol é um derivado para-aminofenol, que possui ação analgésica e antipirética.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Alguns dos efeitos colaterais de Trilax podem incluir má digestão, dor epigástrica, úlcera péptica, náuseas, vômito, diarréia, dor de cabeça, confusão mental, tontura, problemas de visão, inchaço por retenção de eletrólitos, hepatite, pancreatite ou nefrite intersticial.

Durante o tratamento com Trilax, caso sinta sintomas como dor de estômago, náusea e vômito, diarréia, dor de cabeça, sonolência, confusão mental, tontura ou problemas de visão, deve interromper o tratamento e consultar o médico.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Em caso de toma excessiva de Trilax​, deve dirigir-se ao hospital mais próximo, levando a embalagem ou bula do medicamento.

Interações Medicamentosas

Trilax não deve ser administrado em conjunto com alguns medicamentos ou substâncias sem orientação médica, como bebidas alcoólicas, barbitúricos, lítio, digoxina, diuréticos da classe da furosemida ou poupadores de potássio, glicocorticóides, ácido acetilsalicílico, anticoagulantes ou juntamente com metotrexato.

Laboratório

Sandoz do Brasil Indústrias Farmacêutica Ltda.

SAC: 0800 4009192

Outros remédios, além de Trilax, que também podem tratar a artrite reumatoide podem ser Ridaura​, Torsilax ou Ibupril.

Dizeres Legais:

Reg. M.S.: 1.0047.0267
Farm. Resp.: Luciana A. Perez Bonilha

publicidade
< Triglobe F < Trilax > Trileptal >