Tralen

Bula do remédio Tralen. Classe terapêutica dos Antimicoticos Topicos. Princípios Ativos Tioconazol.

Indicação

Para que serve Tralen?

Tralen* dermatológico 1%, apresentado nas formas de Creme, Loção, Pó e Solução Spray é indicado para tratamento tópico de infecções cutâneas causadas por fungos (dermatófitos e leveduras) e bactérias suscetíveis.

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

Tralen* é contra-indicado em pacientes hipersensíveis a agentes antifúngicos imidazólicos ou a quaisquer componentes da fórmula.

Posologia

Como usar Tralen?

Tralen* Creme Dermatológico 1% deve ser suavemente aplicado nas áreas cutâneas afetadas e adjacentes uma ou duas vezes ao dia, pela manhã e à noite. Em áreas intertriginosas o creme deve ser aplicado em camadas finas e bem espalhado a fim de evitar maceração da pele.

Tralen* Pó Dermatológico 1% deve ser aplicado diretamente sobre as áreas afetadas e adjacentes, duas vezes ao dia. Recomenda-se não aplicar o pó em quantidade excessiva para se evitar maceração da pele.

Tralen* Loção Dermatológica 1% deve ser aplicado suavemente sobre as áreas afetadas e adjacentes, uma ou duas vezes ao dia, usando-se os dedos ou um cotonete.

Tralen* Solução Spray 1% deve ser aplicado uma ou duas vezes ao dia, sendo especialmente útil na aplicação em regiões pilosas do corpo. É eficaz no tratamento de dermatofitoses causadas por tineas e pitiríase versicolor. Para a aplicação, recomenda-se que o frasco spray seja posicionado a uma distância de aproximadamente 15 cm da área afetada. Embora uma quantidade excessiva de solução spray deva ser evitada, as áreas afetadas e adjacentes deverão ser completamente tratadas. Evitar o contato da solução com os olhos.

Tralen* Sabonete Líquido Dermatológico 1%, recomenda-se, conforme o caso, o uso adicional de Tralen* Solução Spray 1%.

A duração do tratamento varia de paciente para paciente, dependendo do patógeno causal e do local da infecção. O período de 10 dias é geralmente suficiente para obtenção da cura na maioria dos casos de pitiríase versicolor, mas até 6 semanas de tratamento podem se tornar necessárias nos casos graves de Tinea pedis, especialmente do tipo hiperqueratótica crônica. A duração do tratamento requerida para infecções por dermatófitos em outros locais, candidíase e eritrasma é em geral da ordem de 2 a 4 semanas.

publicidade

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Tralen* é bem tolerado após aplicações locais e reações adversas sistêmicas não têm sido observadas com aplicações dérmicas. Sintomas de irritação local têm sido relatados por alguns pacientes porém geralmente são observados logo no início do tratamento, sendo de natureza leve e transitória.

Entretanto, se uma reação de sensibilidade desenvolver-se com o uso de Tralen* o tratamento deve ser interrompido e terapêutica apropriada deve ser instituída.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

Tralen* não é indicado para uso oftálmico.

Apresentação

Creme Dermatológico 1% - embalagem contendo bisnaga com 30 gramas
Loção Dermatológica 1% - embalagem contendo frasco plástico com 30 gramas.

Pó Dermatológico 1% - embalagem contendo frasco plástico com 30 gramas.

Solução Spray Dermatológica 1% - Frasco plástico: embalagem com 30ml da solução.

USO ADULTO e PEDIÁTRICO
Uso Tópico

Informações ao Paciente

Ação esperada do medicamento - o ticonazol é um antimicótico de uso tópico.

Tralen* Pó deve ser conservado à temperatura ambiente, não superior a 25ºC, e ao abrigo da luz e umidade.

Tralen* Creme, Loção e Solução Spray devem ser conservados à temperatura ambiente, não superior a 25ºC, e ao abrigo da luz.

O prazo de validade está indicado na embalagem externa do produto. Não use medicamento com prazo de validade vencido.

Informar o médico ocorrência de gravidez durante ou logo após o término do tratamento.

O tratamento proposto pelo médico deve ser seguido corretamente, pois a interrupção do mesmo pode levar à falha na cura da doença.

Os efeitos adversos, quando ocorrem, são usualmente observados durante a primeira semana de tratamento, sendo leves e transitórios.

Sintomas de irritação local têm sido raramente relatados por alguns pacientes. Entretanto, se reação de sensibilidade ocorrer com o uso do medicamento, este deve ser descontinuado e o médico imediatamente informado.

Tralen* não é indicado para uso oftálmico. Evitar o contato com os olhos.

TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS
CRIANÇAS.

NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO. PODE SER
PERIGOSO PARA SUA SAÚDE.

SIGA CORRETAMENTE O MODO DE USAR, NÃO DESAPARECENDO OS SINTOMAS PROCURE ORIENTAÇÃO MÉDICA

Identificação do Produto

Nome: Tralen*
Nome genérico: Tioconazol

Descrição

Tioconazol, componente ativo de Tralen*, é membro da classe dos compostos imidazólicos.

Composição Completa

Cada grama de Tralen*, nas formas Creme Dermatológico 1%, Loção Dermatológica 1%, Pó Dermatológico 1%, Solução Spray 1% e Sabonete Líquido Dermatológico 1% contém 10 mg de tioconazol.

Excipientes da forma Creme: vaselina, álcool estearílico, álcool benzílico, ácido esteárico, propilenoglicol, cremophor A-6, cremophor A-25 e água destilada.

Excipientes da forma Loção: cera emulsificante, cremophor A-6, cremophor A-25, óleo de côco, cutina MD-A, propilenoglicol, álcool benzílico e água destilada.

Excipientes da forma Pó: talco, miristato de magnésio, caulin e dióxido de silício.

Excipientes da forma Solução Spray:
Apresentação em frasco plástico: Álcool isopropílico e miristato de isopropila.

Apresentação em frasco aerosol: etanol, miristato de isopropila e propelente. A fórmula não contém CFC.

Ações

Tioconazol é um agente antifúngico sintético de amplo espectro que também possui atividade antibacteriana contra vários microorganismos gram-positivos, incluindo Staphylococcus e Streptococcus sp. In vitro tem ação fungicida contra dermatófitos, leveduras e outros fungos. Em estudos clínicos Tralen* se mostrou eficaz no tratamento de todas as infecções comumente causadas por dermatófitos antropofílicos e zoofílicos, especialmente Tricophyton rubrum e Tricophyton mentagrophytes, candidíase, pitiríase versicolor e eritrasma, uma infecção bacteriana causada pelo Corynebacterium minutissimum. Com o uso de tioconazol o alívio dos sintomas é evidente nos primeiros dias de tratamento. A absorção sistêmica após a aplicação dérmica tem se mostrado insignificante. A administração de tioconazol em ratos e coelhos não produziu evidência de toxicidade sistêmica. Leve reação local foi reportada.

Laboratório

Pfizer Ltda.

SAC: 0800-16-7575

publicidade