Tecta 40 mg

Bula de Tecta 40 mg

Bula do remédio Tecta 40 mg. Classe terapêutica dos Antiacidos e Antiulcerosos. Princípios Ativos pantoprazol magnésico di-hidratado.

publicidade

Indicação

Para quê serve Tecta 40 mg?

Tecta 40 mg está indicado para o tratamento das esofagites de refluxo moderada ou grave e dos sintomas de azia e regurgitação. Também é indicado para tratamento intermitente de sintomas de acordo com a necessidade.

Uso adulto acima de 18 anos - Uso oral

Farmacocinética

Como funciona este medicamento?

Tecta atua reduzindo a quantidade de ácido produzido pelo estômago.

Sua ação ocorre logo após a administração da primeira dose e o efeito máximo é cumulativo, ocorrendo dentro de 3 dias.

Após a interrupção do medicamento a produção normal de ácido é restabelecida dentro de 3 dias.

Posologia

Como usar Tecta 40 mg?

A posologia habitualmente recomendada é de 1 comprimido de 40 mg ao dia, antes, durante ou após o café da manhã, a menos que seja prescrito de outra maneira pelo seu médico.

A duração do tratamento fica a critério médico e dependente da indicação.

Na maioria dos pacientes, o alívio dos sintomas é rápido e um período de tratamento de 4 a 8 semanas é, em geral suficiente.

Na doença de refluxo gastroesofágico:

  • Tratamento da esofagite de refluxo

1 comprimido de 40 mg ao dia em um período de 4 semanas.

Nos casos com esofagite não cicatrizada ou com sintomas persistentes é recomendado um período adicional de 4 semanas.

Os sintomas recorrentes poderão ser controlados administrando-se 1 comprimido de Tecta 40 mg ao dia, quando necessário (“on demand”), de acordo com a intensidade dos mesmos.

A mudança para terapia contínua deve ser considerada nos casos em que os sintomas não puderem ser devidamente controlados sob terapia “on demand”.

Em casos isolados de esofagite por refluxo a dose diária pode ser aumentada para 2 comprimidos ao dia, particularmente nos casos de pacientes refratários a outros medicamentos anti ulcerosos.

Este medicamento não pode ser partido, mastigado ou dissolvido.

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

Tecta não deve ser usado por pacientes que apresentem alergia conhecida a quaisquer dos componentes da fórmula.

Tecta , assim como outros medicamentos da mesma classe, não deve ser coadministrado com atazanavir / nelfinazir (medicamentos usados para tratamento da AIDS).

No caso de tratamento prolongado (particularmente por mais de um ano) é recomendada supervisão médica constante.

Este medicamento é contra-indicado para menores de 18 anos.

Efeitos Colaterais

Quais os males que este medicamento pode me causar?

Efeitos colaterais comuns:

  • Dor abdominal, diarreia, constipação, flatulência, cefaleia.

Efeitos colaterais incomuns:

  • Náusea/vômito, vertigem, distúrbios visuais (vista turva), reações alérgicas como prurido (coceira) e exantema (erupção da pele) .

Efeitos colaterais raros:

  • Boca seca, dores nas articulações, depressão, alucinação, desorientação, confusão mental.

Efeitos colaterais muito raros:

  • Graves reações de pele e mucosas muitas vezes com formação de bolhas, destacamento e morte de células, aumento da sensibilidade à luz, redução do número de células brancas e plaquetas do sangue, inchaço (edema) periférico, coloração amarelada da pele e/ou dos olhos (icterícia), elevação dos níveis sanguíneos das enzimas do fígado, aumento dos triglicerídios, febre, inflamação renal, dor muscular, reações anafiláticas (de hipersensibilidade intensa), incluindo o choque anafilático.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

Tecta na gravidez e amamentação: este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas ou durante a amamentação sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Tecta é para uso exclusivamente oral e os comprimidos devem ser ingeridos inteiros com um pouco de líquido.

Alguns sintomas (p. ex. significante perda de peso não intencional, vômitos recorrentes e ou com sangue, dificuldade para engolir, anemia ou fezes escuras) podem ser sinais de um transtorno mais grave; assim, deve ser excluída a possibilidade de malignidade na presença de qualquer desses sintomas de alarme e quando houver suspeita ou presença de úlcera gástrica, já que o tratamento com pantoprazol pode aliviar os sintomas e retardar o diagnóstico.

Casos os sintomas persistam apesar de tratamento adequado, devem ser consideradas investigações adicionais.

Em casos de insuficiência hepática grave o uso de Tecta deve ser feito somente com o acompanhamento regular de seu médico.

Ocorrendo alteração das características dos seus sintomas o médico deve ser informado.

Não há efeitos conhecidos sobre a capacidade de dirigir veículos e operar máquinas.

Em pacientes com problemas graves do fígado (insuficiência hepática grave), a dose diária deve ser reduzida para 40 mg de pantoprazol em dias alternados.

Nestes pacientes, os níveis de enzimas hepáticas devem ser monitorados durante a terapia com pantoprazol; caso ocorra uma elevação destes níveis, o tratamento com pantoprazol deve ser descontinuado.

Em pacientes com disfunção renal leve a moderada não é necessário o ajuste posológico; a dose diária não deve ultrapassar os regimes posológicos recomendados.

Nos casos de insuficiência renal grave o paciente deve ser cuidadosamente monitorado.

Em alguns poucos casos isolados, detectou-se alterações no tempo de coagulação com o uso do produto.

Desta forma, em pacientes tratados com anticoagulantes cumarínicos (varfarina, femprocumona), recomenda-se monitoração do tempo de coagulação após início, final ou durante o tratamento com pantoprazol.

Interações Medicamentosas

  • Assim como os demais membros de sua classe, Tecta pode alterar a absorção de medicamentos que necessitam da acidez gástrica preservada para a sua absorção adequada, como o cetoconazol e itraconazol. Isso se aplica também a medicamentos ingeridos pouco tempo antes de Tecta.
  • Tecta não deve ser administrado ao mesmo tempo com atazanavir (medicamento usado no tratamento da infecção por HIV) porque reduz a atividade do atazanavir.

Não há interação medicamentosa clinicamente importante com diversas substâncias testadas:

  • Carbamazepina, cafeína, diazepam, diclofenaco, digoxina, etanol, glibenclamida, metoprolol, naproxeno, nifedipina, fenitoína, teofilina, piroxicam e contraceptivos orais.
  • A administração de Tecta simultaneamente aos antibióticos claritromicina, metronidazol e amoxicilina não demonstrou nenhuma interação clinicamente significativa.

Não há restrições específicas quanto à ingestão de antiácidos juntamente com Tecta.

De maneira geral, o tratamento diário com quaisquer medicamentos bloqueadores de ácidos por um longo tempo (p. ex., mais que três anos) pode levar a uma má absorção da vitamina B12 (cianocobalamina).

O consumo de alimentos não interfere com as ações do Tecta no organismo.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada deste medicamento?

Não se conhecem sintomas de superdose em humanos.

No caso de ingestão de doses muito acima das recomendadas, procure imediatamente assistência médica. Não tome nenhuma medida sem antes consultar um médico.

Informe ao médico o medicamento que utilizou, a quantidade e os sintomas que está apresentando.

O que devo fazer quando eu me esquecer de usar este medicamento?

Caso tenha esquecido de tomar uma dose, ela deve ser tomada tão logo seja lembrada.

No entanto, se estiver muito perto da administração da próxima dose, não a tome; tome somente a dose seguinte e continue com o esquema posológico regular (dose única diária).

Não tome uma dose dupla para compensar a dose esquecida.

Composição

Cada comprimido revestido contém:

pantoprazol*............................................................................................ 40 mg
*na forma de pantoprazol magnésico di-hidratado.

Excipientes: carbonato de sódio, manitol, crospovidona, povidona, estearato de cálcio, hipromelose, dióxido de titânio, óxido de ferro amarelo, propilenoglicol, polimetacrílicocopoliacrilato de etila e trietilcitrato.

Apresentação:

Comprimidos gastrorresistentes de 40 mg. Embalagens com 2, 15, 28, 30 ou 60 comprimidos.

Armazenamento

Onde como e por quanto tempo posso guardar este medicamento?

Conserve o produto na embalagem original, à temperatura ambiente (15°C a 30°C).

Guarde-o em sua embalagem original.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento.

Aspecto físico: Tecta 40 mg é um comprimido redondo com revestimento entérico amarelo, biconvexo, com gravação 40 em um dos lados.

Laboratório

Nycomed GmbH Oranienburg-Alemanha

SAC: 0800-7710345

Dizeres Legais

MS – 1.0639.0256
Farm. Resp.: Juliane D. Piotto Juabre CRF-SP nº 22.210

publicidade