Sulbamox bd

publicidade

Bula do remédio Sulbamox bd. Classe terapêutica dos Antibióticos. Princípios Ativos Amoxicilia e Sulbactam.

Indicação

Para que serve Sulbamox bd?

Sulbamox BD (amoxicilina + sulbactam) está indicado nos processos infecciosos causados por germes sensíveis à amoxicilina e à sulbactam.

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

Antecedentes de alergia às penicilinas, cefalosporinas ou a qualquer um dos componentes do produto.

A relação riscobenefício deverá ser cuidadosamente avaliada em pacientes com: antecedentes de enfermidades gastrointestinais, especialmente colite ulcerosa, enterite regional e colite associada a um antibiótico.mononucleoseinfecciosa (já que existe uma percentagem alta de aparição de rash cutâneo em pacientes que recebem penicilinas).

Posologia

Como usar Sulbamox bd?

Cada 5 mL da suspensão preparada contém 1000 mg de amoxicilina e 250 mg de sulbactam. A dose deverá ser adaptada, segundo critério médico, ao quadro clínico do paciente. Tomando como base o conteúdo de amoxicilina do produto, a faixa de dose habitual oscila, segundo o tipo e gravidade do processo infeccioso, entre 40 e 100 mg/kg de peso/dia. A dose total pode ser administrada em duas doses diárias (uma a cada 12 horas).

Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Para preparar a suspensão.

Não interromper o tratamento sem o conhecimento de seu médico.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

De um modo geral o medicamento é bem tolerado nas doses terapêuticas indicadas pelo seu médico. As reações adversas mais freqüentes são enjôos, vômitos, diarréia, má digestão e dor no estômago. Essas reações são reversíveis e desaparecem de maneira espontânea ou com a suspensão do tratamento.

Informe seu médico o aparecimento de reações desagradáveis.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

No caso de administração prolongada deve-se avaliar a função hepática e renal do paciente. No caso de insuficiência renal a dose deverá ser ajustada se a prescrição for considerada benéfica.

Deverão ser estritamente controlados os pacientes com histórias de alergia (tal como eczema, asma e febre do feno) e de discrasias sanguíneas.

Foi possível observar uma diminuição transitória dos valores de estriol e estrona conjugados e da concentração plasmática de estradiol, fatos pelos quais se recomenda usar métodos contraceptivos alternativos e adicionais em pacientes que recebem preparados que contenham estrógenos e progestágenos.

O uso concomitante de penicilinas e metotrexato necessita de extremo cuidado já que se observou um aumento acentuado da ação deste último.

Sulbamox BD (amoxicilina + sulbactam) não deve ser utilizado durante a gravidez e lactação.

Sulbamox BD (amoxicilina + sulbactam) pode ser utilizado por pacientes com idade acima de 65 anos desde que as precauções sejam observadas e que o tratamento seja feito com o acompanhamento de seu médico.

NÃO TOME REMÉDIO SEM CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

A superdosagem pode estar associada com transtornos digestivos como náuseas, vômitos e diarréia. Em nível gastrointestinal, pode produzir trocas na flora intestinal que levem a superinfecções.

Foram verificados casos de colite pseudomembranosa. Em comum com outras penicilinas, a amoxicilina não apresenta potencial mutagênico nem carcinogênico. Os efeitos de uma superdosagem aguda da associação poderiam ser exacerbações dos efeitos adversos das drogas. As altas concentrações de beta lactâmicos no LCR podem produzir efeitos neurológicos, inclusive convulsões.

Considerando que a amoxicilina e a sulbactam podem ser eliminadas da circulação por hemodiálise, este procedimento deverá ser levado em conta no caso de superdosagem, especialmente em pacientes com insuficiência renal. O uso de amoxicilina pode desencadear reações alérgicas cutâneas, preferencialmente em pacientes que apresentam antecedentes de hipersensibilidade às penicilinas, ou mononucleose infecciosa.

Também aumenta a incidência de erupções cutâneas ao se utilizar na forma concomitante alopurinol com amoxicilina. Se ocorrer uma reação alérgica, o tratamento deve ser descontinuado. As reações anafilactóides graves devem ser controladas com uma terapia de emergência com epinefrina e, segundo corresponda, oxigênio, esteróides intravenoso e terapia respiratória, incluindo entubação. Tratamento: Emergência é imprescindível a assistência médica.

Não existe um antídoto específico. O tratamento deve ser sintomático e de apoio. Em caso de suspeita de uma superdosagem, o paciente deve ser submetido a um esvaziamento gástrico por lavagem gástrica. A hemodiálise pode ser realizada. Diante da possibilidade de uma superdosagem considerar a possibilidade de estarem envolvidas várias drogas.

Composição

Cada 5 mL da suspensão oral de Sulbamox BD (amoxicilina + sulbactam) após reconstituição contém: 1000,0 mg de Amoxicilina (na forma de amoxicilina trihidratada); 250,0 mg de Sulbactam (na forma de pivoxil sulbactam).

5,0 mL de Veículo q.s.p.;Excipientes: cloreto de sódio, benzoato de sódio, dióxido de silício coloidal, essência de frutas (laranja-coco F5730), estearato de magnésio, goma xantana, sacarina sódica, sacarose.

Armazenamento

Onde como e por quanto tempo posso guardar este medicamento?

Sulbamox BD (amoxicilina + sulbactam) deve ser conservado em temperatura ambiente (entre 15oC e 30oC) e protegido da umidade.

A suspensão, após reconstituição, mantém-se estável quando conservada em geladeira (sem congelar) até 10 dias.

Apresentação

Pó para suspensão oral extemporânea: frascos com 15 g e 30 g, de pó para reconstituir 30 e 60 mL de suspensão respectivamente (acompanha dosificador).

USO ORAL - ADULTO E PEDIÁTRICO
ESTE MEDICAMENTO CONTÉM AÇÚCAR, PORTANTO, DEVE SER USADO COM CAUTELA EM PORTADORES DE DIABETES.

Interações Medicamentosas

O uso concomitante de amoxicilina e alopurinol aumenta o risco de reações cutâneas de tipo alérgico.

A probenecida pode induzir concentrações plasmáticas elevadas e persistentes por diminuição da secreção tubular renal.

A administração de amoxicilina concomitantemente com contraceptivos orais pode diminuir a eficácia destes últimos. O uso concomitante de penicilinas ou seus derivados e metotrexato necessita de muito cuidado já que se tem observado um aumento marcante da ação deste último.

Comprovou-se, in vitro, que o cloranfenicol, a eritromicina, as sulfamidas e as tetraciclinas podem interferir nos efeitos bactericidas das penicilinas; contudo, a relevância clínica desta interação não foi determinada.

Informações Legais

Farm. Resp.: J. G. Rocha CRF-SP n° 4067
MS - 1.0394.0536

Laboratório

CNPJ 61.150.819/0001-20
Fabricado por: Laboratórios Bagó S.A. - Argentina
Importado por: Farmasa Laboratório Americano de Farmacoterapia S.A.

publicidade