Rifamicina Spray

publicidade

Bula do remédio Rifamicina Spray. Classe terapêutica dos Antibióticos. Princípios Ativos rifamicina sódica.

Indicação

Para que serve Rifamicina Spray?

Rifamicina Spray é indicado no tratamento tópico das infecções de superfície, causadas por microorganismos sensíveis à rifamicina. Indicada para ferimentos e feridas infectadas; queimaduras; furúnculos; piodermites; dermatoses infectadas; úlceras varicosas, pós-flebíticas, ateroscleróticas e diabéticas; dermatites eczematóides; curativos de feridas pós-cirurgicas infectadas (adenites, panarícios, supurações de parede).

Uso adulto e pediátrico - Uso tópico

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

A rifamicina está contra-indicada a pacientes com antecedentes de hipersensibilidade às rifamicinas.

Posologia

Como usar Rifamicina Spray?

Pulverizar a área afetada a cada 6-8 horas, ou a critério médico.

Para uma aplicação eficaz, pressione repetidamente a válvula, mantendo o frasco em posição vertical (em pé).

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

A aplicação tópica de rifamicina é geralmente bem tolerada.

Podem ocorrer casos de manifestações alérgicas cutâneas, em pacientes sensíveis, que regridem com a suspensão do medicamento e com medidas terapêuticas sintomáticas.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

Em casos de infecções que não respondem com bons resultados após razoável período de tempo, o esquema de tratamento deve ser reavaliado.

O uso tópico prolongado pode provocar sensibilização.

Em infecções causadas por estreptococo beta-hemolítico, deve-se comprovar a desaparição completa dos microrganismos para evitar outras complicações posteriores.

Deve ser usado com precaução em pacientes com icterícia.

Rifamicina na gravidez: não deve ser utilizado durante a gravidez e a amamentação, exceto sob orientação médica. Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se ocorrer gravidez ou iniciar amamentação durante o uso deste medicamento.

Interações Medicamentosas

Têm sido relatadas interações com anticoagulantes, ciclosporina e contraceptivos orais; também foi observada interação com ciclosporina no tratamento tópico com rifamicina.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Em caso de superdosagem entrar em contato com o seu médico.

Composição

Cada ml da solução tópica (spray) contém:

rifamicina sódica . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .10 mg

veículo* q.s.p . . . . . . . . . . . . . . .. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .1 ml
*propilenoglicol, ácido ascórbico, metabissulfito de sódio; hidróxido de sódio, edetato dissódico diidratado, água purificada.

Apresentação: solução tópica spray - embalagem com 1 frasco spray contendo 20 ml.

Armazenamento

Onde como e por quanto tempo posso guardar este medicamento?

Manter à temperatura ambiente (15˚C a 30˚C), protegido da luz e em lugar seco.

Farmacocinética

Como funciona este medicamento?

A rifamicina é um antibiótico de elevado poder bactericida, com atividade tanto contra germes Gram-positivos como Gram-negativos, quando em uso local.

Atua particularmente nas infecções que não respondem ao emprego de outros antibióticos, e mesmo nas causadas pelos estafilococos penicilino-resistentes.

Laboratório

Germed Farmacêutica Ltda.

Dizeres Legais

Farm. Resp.: Drª Maria Geisa P. de Lima e Silva
CRF-SP nº 8.082 - Reg. MS nº 1.0583.0316

publicidade