Plavix

publicidade

Bula do remédio Plavix. Classe terapêutica dos Inibidor da Agregação Plaquetária. Princípios Ativos Clopidogrel. Venda sob prescrição médica.

Indicação

Para que serve Plavix?

PLAVIX® está indicado para a redução de eventos aterotrombóticos (infarto agudo do miocárdio, acidente vascular cerebral isquêmico e morte por causas vasculares) em pacientes com história recente de AVC isquêmico ou de IAM, ou com doença arterial periférica estabelecida. Nos pacientes com síndrome coronária aguda (angina instável ou infarto agudo do miocárdio sem onda Q), incluindo tanto aqueles controlados clinicamente quanto os submetidos à intervenção coronária percutânea (com ou sem colocação de stent), PLAVIX® demonstrou uma redução na taxa de ocorrência do desfecho combinado de morte cardiovascular, infarto do miocárdio ou AVC isquêmico, assim como na taxa de ocorrência do desfecho combinado de morte cardiovascular, infarto do miocardio, AVC isquêmico ou isquemia refratária.

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

Hipersensibilidade aos componentes da fórmula. Pacientes com sangramento patológico ativo, com úlcera péptica ou hemorragia intracraniana. Não há experiência suficiente do uso de PLAVIX® em grávidas e lactantes e o medicamento deve ser evitado nessas condições. A segurança e a eficácia em crianças ainda não foram estabelecidas.

Posologia

Como usar Plavix?

Um comprimido (75 mg) uma vez ao dia, concomitante ou não às refeições. Não há necessidade de ajuste de dose em idosos com insuficiência renal ou com insuficiência hepática leve a moderada.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

O estudo CAPRIE mostra que a tolerabilidade do clopidogrel (75 mg/d) foi similar à do ácido acetilsalicílico (325 mg/d). Os eventos adversos de importância clínica mais freqüentes foram: hemorragia gastrintestinal (2%), hemorragia intracraniana (0,4%), dor abdominal, dispepsia ou constipação (27%), úlcera péptica (0,7%), diarréia (4,5%), alterações da pele (15,8%), neutropenia severa (0,04%). Outros eventos adversos foram relatados, sem confirmação da relação causal com o tratamento, tais como: dor torácica, edema, cefaléia, tontura, artralgia, púrpura, epistaxe, depressão, dispnéia, prurido, palpitações, astenia, câimbras, insônia, conjuntivite, etc.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

Cautela em pacientes com risco de sangramento por trauma, cirurgia ou outras condições, tais como uso de substâncias que possam provocar lesões gastrintestinais. Ainda há pouca experiência com PLAVIX® em pacientes com distúrbios hepáticos e possibilidade de diáteses hemorrágicas.

Composição

Cada comprimido contém: Clopidogrel hidrogenossulfato 75 mg.

Apresentação

Cartuchos com 14 ou 28 comprimidos revestidos de 75 mg.

Interações Medicamentosas

Administração concomitante com o ácido acetilsalicílico, antiinflamatórios não-esteroidais, heparina ou warfarina deve ser feita com cautela. Não há interação clinicamente importante entre clopidogrel e atenolol, nifedipina, fenobarbital, cimetidina, estrogênios, digoxina e teofilina. Os pacientes do estudo CAPRIE não demonstraram interações clinicamente significativas com medicações concomitantes como: diuréticos, inibidores da ECA, antagonistas do cálcio, agentes redutores do colesterol, vasodilatadores coronários, agentes antidiabéticos, agentes antiepilépticos e terapia de reposição hormonal.

Venda

Venda sob prescrição médica.

Introdução

Plavix®
Clopidogrel

Características

PLAVIX® (clopidogrel) é um potente inibidor da agregação plaquetária. Inibe seletivamente a ligação do ADP ao seu receptor nas plaquetas e a subseqüente ativação do complexo glicoproteico GP IIb/IIIa. A biotransformação de clopidogrel é necessária para produzir inibição da agregação plaquetária; porém, o metabólito ativo responsável pela atividade da droga não foi detectado no plasma. Clopidogrel é rapidamente absorvido após administração oral de doses repetidas de 75 mg de clopidogrel (base), com níveis de picos plasmáticos do principal metabólito circulante, o ácido carboxílico, aproximadamente uma hora após a administração. Clopidogrel é submetido a uma rápida hidrólise, formando seu derivado do ácido carboxílico. No plasma e na urina é encontrado o glicuronídeo do derivado do ácido carboxílico. Aproximadamente 50% são excretados na urina e cerca de 46% nas fezes, nos 5 dias seguintes à administração. PLAVIX® foi comparado ao ácido acetilsalicílico no estudo CAPRIE, que incluiu a observação de 19.185 pacientes com história prévia de eventos circulatórios isquêmicos, para verificar a redução de risco de novos eventos. O estudo demonstra que PLAVIX® reduziu significativamente a incidência de novos eventos isquêmicos (combinação da ocorrência de infarto agudo do miocárdio, acidente vascular cerebral isquêmico ou morte vascular) quando comparado ao ácido acetilsalicílico, com 8,7% de redução do risco relativo.

Laboratório

Sanofi Aventis Farmacêutica Ltda.

SAC: 0800-703 00 14

publicidade