Pentasa

Bula de Pentasa

Bula do remédio Pentasa. Classe terapêutica dos Antiinflamatórios. Princípios Ativos Mesalazina.

publicidade

Indicação

Para quê serve Pentasa?

PENTASA (supositório e comprimido) está indicado como antiinflamatório para reduzir as reações inflamatórias que acometem as mucosas do cólon e do reto nas fases agudas da retocolite ulcerativa idiopática. É também utilizado para prevenir ou reduzir as recidivas dessas enfermidades. PENTASA Comprimidos está também indicado no tratamento das fases agudas da doença de Crohn.

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

PENTASA (supositório e comprimido) está contra-indicado a pacientes com conhecida hipersensibilidade aos salicilatos.

Posologia

Como usar Pentasa?

Comprimidos: Colite Ulcerativa em adultos: Tratamento agudo: Dose individual de até 4 gramas divididos ao longo do dia. Tratamento de manutenção: Dose inicial recomendada de 2,0 g ao dia em doses divididas. Colite ulcerativa em crianças: Dose inicial recomendada de 20 a 30 mg/kg de peso corpóreo ao dia em doses divididas. Doença de Crohn em adultos: Tratamento agudo: Dosagem inicial de até 4 g divididos ao longo do dia. Tratamento de manutenção: Dosagem inicial recomendada de 4 g ao dia em doses divididas. Doença de Crohn em crianças: Dose inicial recomendada de 20 a 30 mg/kg de peso corpóreo ao dia, em doses divididas. Supositórios: Proctite ulcerativa em adultos: 1 supositório, 1 a 2 vezes ao dia, por 4 semanas. Manutenção: 1 a 2 supositórios diariamente.

Efeitos Colaterais

Quais os males que este medicamento pode me causar?

As mais comuns são dor abdominal, cefaléia, flatulência, náusea, mal-estar. Menos comumente podem ocorrer reações de hipersensibilidade, vertigens, dores articulares, prurido, astenia, edema periférico e perda de cabelos. O uso dos supositórios pode determinar dor, prurido, ou urgência anorretal e exacerbação de hemorróidas.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

Não está estabelecida a segurança do emprego da mesalazina durante a gravidez; em princípio PENTASA não deve ser empregado em gestantes, exceto quando absolutamente indispensável. Não está estabelecida a segurança do uso do produto em crianças. O produto deve ser usado com extrema cautela em pacientes hepato e nefropatas. Estes últimos, durante a utilização do produto, devem fazer, periodicamente, exames de urina e avaliações de creatininemia.

Apresentação

Supositório contendo 1.000 mg de mesalazina, disponíveis em cartuchos contendo 28 ou 15 unidades. Comprimidos deliberação lenta de 500 mg, contidos em frascos de vidro com 50 ou 100 unidades.

Laboratórios FERRING Ltda.

Introdução

Pentasa®
Mesalazina

Informações ao Paciente

PENTASA (supositórios e comprimidos) é válido por três anos a partir da data de fabricação. Verifique o prazo de validade impresso no cartucho. Não use medicamentos vencidos, pode ser prejudicial para sua saúde. Informe ao seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento. Informe ao seu médico caso você tenha problemas nos rins ou no fígado. Informe ao seu médico a ocorrência de efeitos desagradáveis, tais como dor de estômago, flatulência, dor de cabeça, náusea, irritação anal. Informe ao médico caso você seja sensível à sulfassalazina e aos salicilatos (ex.: ácido acetilsalicílico AAS). Não utilize outro medicamento sem antes pedir autorização ao seu médico. Modo de usar (supositórios):1. Visita ao banheiro imediatamente antes do uso do supositório é recomendada. 2. O envelope que contém o supositório deve ser aberto na marca. 3. Por razões de higiene, é recomendável o uso da proteção de borracha para os dedos. O supositório deve ser introduzido até que se sinta resistências e que a mesma desapareça novamente. 4. Caso o supositório seja eliminado dentro dos primeiros 10 minutos após a sua introdução. Outro supositório deve ser introduzido. 5. Destrua o material de embalagem após o uso. PENTASA Comprimidos não deve ser mastigado.

Mantenha o produto longe do alcance das crianças.

Mecanismo de Ação

O exato mecanismo de ação da mesalazina ainda é desconhecido, embora pareça que deve estar presente em uma certa concentração no local da inflamação. É possível que a mesalazina diminua a inflamação, bloqueando a cicloxigenase e inibindo a produção de prostaglandina pela mucosa colônica.

Conduta Na Superdosagem e Nas Reações Adversas

Não existem relatos sobre superdosagem pela mesalazina. No caso de reações adversas intensas, suspender o uso do produto e tratar sintomaticamente. As reações de hipersensibilidade devem ser tratadas com antialérgicos e (ou) corticóides.

Interações Medicamentosa

O uso concomitante com sulfassalazina pode aumentar o risco de toxicidade. O uso concomitante com cianocobalamina pode reduzir a ação da cianocobalamina.

Laboratório

Laboratórios Ferring Ltda.

publicidade