Nifedipina

Bula de Nifedipina

Bula do remédio Nifedipina. Classe terapêutica dos Vasodilatadores. Princípios Ativos Nifedipino.

publicidade

Indicação

Para quê serve Nifedipina?

Nifedipina é um antagonista do cálcio, com ação vasodilatadora e anti-hipertensiva, usada no tratamento de pressão alta e angina do peito (apenas para pacientes devidamente beta-bloqueados).

Via oral - Uso adulto

Farmacocinética

Como funciona este medicamento?

A nifedipina é um éster dimetílico e ácido derivado da diidropiridina ligada ao grupo 2-nitrofenila.

É potente vasodilatador arterial periférico.

Não deprime a função nodal sinoatrial (SA) ou atrioventricular (AV).

O aumento do reflexo na frequência cardíaca em resposta à vasodilatação mascara o efeito inotrópico negativo.

Seu efeito benéfico na angina parece dever-se a dois mecanismos, o relaxamento e a prevenção do espasmo arterial coronariano com consequente melhora da circulação colateral.

A nifedipina é absorvida rapidamente (90%); tem alta ligação às proteínas plasmáticas (92 a 98%); biodisponibilidade de 60 a 75% (devido à eliminação pré-sistêmica); a biodisponibilidade aumenta na insuficiência hepática.

A ação de nifedipina se inicia em 20 minutos, atingindo concentração plasmática máxima entre uma a duas horas e possui uma meia-vida de aproximadamente duas horas.

A duração de ação do nifedipino é de 4 a 8 horas, sendo biotransformado quase completamente, principalmente por oxidação hepática, dando três metabólitos inativos.

É excretado pelas vias renal (80%, somente traços na forma inalterada) e fecal (20%, como metabólitos).

Posologia

Como usar Nifedipina?

Como antianginoso ou anti-hipertensivo, inicialmente 10mg, duas vezes ao dia, aumentando-se a dose a cada período de 7 a 14 dias, conforme necessário e tolerado; habitualmente, a dose máxima diária situa-se em 20mg, três vezes ao dia (raramente se exige dose diária superior a 120mg).

Efeitos Colaterais

Quais os males que este medicamento pode me causar?

Cefaléia, tontura, fraqueza, náusea, rubor, câimbras musculares intensas; artrite e cegueira noturna; isquemia miocárdica; disfunção renal reversível.

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

O uso de Nifedipina é contra-indicado para pacientes com história de hipersensibilidade à droga ou a qualquer outro componente da fórmula; estenose aórtica importante; insuficiência cardíaca congestiva; insuficiência coronariana aguda em pacientes que não estejam devidamente beta-bloqueados; insuficiência hepática.

Pacientes com níveis de pressão arterial muito baixos ou com estenose aórtica importante, necessitam de cuidados extras.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

Pacientes com estreitamento gastrintestinal grave pré-existente; com bolsa de Kock; com disfunção hepática.

Nifedipina na gravidez: em mulheres grávidas, cautela na associação do nifedipino com sulfato de magnésio intravenoso.

A relação risco-benefício deve ser avaliada pelo médico antes da utilização deste medicamento em mulheres grávidas.

O uso em pacientes idosos (acima de 60 anos) requer prescrição e acompanhamento médico.

Interações Medicamentosas

Nifedipina pode ter seu efeito anti-hipertensivo potencializado por outras drogas anti-hipertensivas.

Cuidado quando associado com beta-bloqueadores, digoxina, cimetidina, quinidina, rifampicina, diltiazem, suco de toronja.

Interações potenciais teóricas com fenitoína, eritromicina, cetoconazol, itraconazol, fluconazol, podem ocorrer

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada deste medicamento?

Nestes casos, a eliminação da droga e o restabelecimento das condições cardiovasculares são prioridade no tratamento.

Lavagem gástrica é indicada.

A hipotensão resultante do choque cardiogênico e da vasodilatação arterial pode ser tratada com cálcio, 10 a 20 mL de solução de gluconato de cálcio a 10% intravenoso (IV), administrados lentamente e em doses repetidas se preciso.

Adopamina ou noradrenalina podem ser administradas quando necessário.

Composição

Cada comprimido contém:

nifedipino.......................................................................................................10 mg ou 20 mg

excipientes q.s.p..................................................................................................1 comprimido

(manitol, amido de milho, corante laca vermelho FD&C nº 40 (20mg), corante laca vermelho eritrosina FD&C nº 03 (20mg), amido de sódio, celulose microcristalina, estearato de magnésio, crospovidona, croscarmelose sódica, dióxido de silício e lactose).

Apresentação: comprimidos 10 mg e 20 mg - embalagens com 30 e 480* comprimidos.

*Embalagem Hospitalar

Armazenamento

Onde como e por quanto tempo posso guardar este medicamento?

Conservar em temperatura ambiente (15 a 30º C).

Proteger da luz e umidade.

Laboratório

Neo Química

SAC: 0800 97 99 900

Dizeres Legais

Registro M.S. nº 1.0465.0111
Farm. Responsável: Dr. Marco Aurélio Limirio G. Filho - CRF-GO nº 3.524

publicidade