Nexium

Bula de Nexium

Bula do remédio Nexium. Classe terapêutica dos Antiacidos e Anti ulcerosos. Princípios Ativos Esomeprazol magnésio.

publicidade

Indicação

Para quê serve Nexium?

Nexium é indicado para:

Tratamento da doença do refluxo gastroesofágico, de doenças ácido pépticas e alívio dos sintomas como azia, regurgitação e dor epigástrica, causadas pelo retorno do conteúdo ácido do estômago para a garganta e úlceras causadas pela infecção provocada pela bactéria chamada Helicobacter pylori.

Tratamento dos sintomas como dor e desconforto no estômago ou na parte superior do abdômen, e cicatrização e prevenção de úlceras, causados por medicamentos usados para dor em geral ou inflamação (anti-inflamatórios não hormonais).

Tratamento de condições que levam a excesso de produção de ácido no estômago, incluindo tumores produtores de hormônios (síndrome de Zollinger-Ellison) e de causa desconhecida (hipersecreção idiopática).

Manutenção da hemostasia (quando o organismo para de ter sangramento – hemorragia) e prevenção de ressangramento de úlceras gástrica e duodenal (lesões com sangramento, localizadas no estômago ou duodeno) após tratamento com Nexium iv (esomeprazol sódico).

Uso adulto e pediátrico (a partir de 12 anos) - Uso oral

Farmacocinética

Como funciona este medicamento?

Nexium reduz a produção de ácido no seu estômago.

A absorção de esomeprazol é rápida, com níveis de pico plasmático ocorrendo aproximadamente em 1-2 horas após a dose.

Posologia

Como usar Nexium?

  • Adultos

Nos casos em que houver erosões no esôfago (esofagite erosiva) provocada pelo refluxo gastroesofágico a dose recomendada é de 40 mg uma vez ao dia, variando de 4 a 8 semanas, dependendo da gravidade da doença ou da sua resposta ao tratamento.

Para evitar que a doença retorne, a dose usual de Nexium é de 20 mg uma vez ao dia.

A dose usual para o tratamento dos sintomas da doença do refluxo gastroesofágico como azia, regurgitação ácida e dor epigástrica, quando não há esofagite, é de 20 mg uma vez ao dia. Se os sintomas não desaparecerem após 4 semanas, você deverá procurar o seu médico.

A dose usual para o tratamento dos sintomas, como dor e desconforto no estômago ou na parte superior do abdômen, causados por medicamentos usados para dor em geral ou inflamação (anti-inflamatórios não hormonais) é de 20 mg uma vez ao dia. Se os sintomas não desaparecerem após 4 semanas, você deverá procurar o seu médico.

A dose usual para cicatrização das úlceras causadas por medicamentos para dor em geral ou inflamação é de 20 mg uma vez ao dia, porém seu médico poderá recomendar doses de 40 mg uma vez ao dia, variando de 4 a 8 semanas, dependendo da gravidade da doença ou da sua resposta ao tratamento.

A dose usual para a prevenção das úlceras causadas por medicamentos para dor em geral ou inflamação (anti-inflamatórios não hormonais) é de 20 mg uma vez ao dia.

A dose usual para o tratamento da úlcera causada pela infecção provocada pela bactéria chamada Helicobacter pylori é de Nexium 20 mg duas vezes ao dia, juntamente com antibióticos que serão recomendados pelo seu médico.

O tempo de tratamento dura em média 1 semana. Esse tratamento favorece a cicatrização, pois ele elimina a bactéria e impede que a úlcera retorne.

A dose usual para o tratamento de condições que levam a excesso de produção de ácido no estômago, incluindo tumores produtores de hormônios (síndrome de Zollinger-Ellison) e de causa desconhecida (hipersecreção idiopática) é de 40 mg duas vezes ao dia.

Seu médico poderá ajustar a dose de acordo com a sua necessidade e também decidir por quanto tempo você deverá tomar o medicamento.

A dose usual para a manutenção da hemostasia e prevenção de ressangramento de úlceras gástrica e duodenal após tratamento com Nexium iv é de 40 mg uma vez ao dia por 4 semanas.

  • Crianças de 12- 18 anos

Nos casos em que houver erosões no esôfago (esofagite erosiva), provocada pelo refluxo gastroesofágico, a dose recomendada é de 40 mg uma vez ao dia, variando de 4 a 8 semanas, dependendo da gravidade da doença ou da sua resposta ao tratamento.

A dose usual para o tratamento dos sintomas como azia, dor epigástrica e regurgitação é de 20 mg uma vez ao dia.

Se os sintomas não desaparecerem após 4 semanas, você deverá procurar o seu médico.

O tratamento com Nexium para crianças (12 – 18 anos) deve ser limitado a 8 semanas.

Em pacientes com problemas nos rins não é necessário ajuste de dose.

No entanto, pacientes com problemas graves nos rins devem ser tratados com precaução.

Em pacientes com problemas de leve a moderado no fígado não é necessário ajuste de dose.

No entanto, em pacientes com problemas graves no fígado uma dose de 20 mg ao dia não deve ser excedida.

Este medicamento não pode ser partido ou mastigado.

Efeitos Colaterais

Quais os males que este medicamento pode me causar?

Podem ocorrer os seguintes efeitos colaterais com o uso de esomeprazol:

  • Comuns: dor de cabeça, dor na barriga, diarreia, gases, enjôo, vômito e prisão de ventre.
  • Incomuns: inchaço periférico, dificuldade para dormir, tontura, sensação de queimação/dormência na pele, sonolência, vertigem, boca seca, aumento da quantidade das enzimas do fígado (este efeito só pode ser visto quando um exame de sangue é realizado) e reações na pele (dermatite, coceira, urticária e erupções na pele).
  • Raras: diminuição dos glóbulos brancos do sangue (leucopenia), diminuição das células de coagulação no sangue (trombocitopenia), reações de hipersensibilidade ao medicamento (inchaço, reação/choque anafilático), diminuição de sódio no sangue (hiponatremia), agitação, confusão, depressão, desordens do paladar, visão turva, broncoespasmo, inflamação na mucosa da boca (estomatite), infecção gastrointestinal fúngica (candidíase gastrointestinal), inflamação do fígado (hepatite) com ou sem icterícia (presença de coloração amarela na pele e nos olhos), queda de cabelo, sensibilidade da pele à luz (fotossensibilidade), dores nas articulações, dor muscular, mal-estar, aumento da transpiração e febre.
  • Muito raras: ausência ou número insuficiente de glóbulos brancos granulócitos no sangue (agranulocitose), diminuição de células do sangue (pancitopenia), agressividade, alucinações, comprometimento da função do fígado, encefalopatia hepática, desordens graves na pele (eritema multiforme, síndrome de Stevens-Johnson e necrólise epidérmica tóxica), fraqueza muscular, inflamação do rim e aumento das mamas em homens.

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

Você não deve utilizar Nexium nas seguintes situações:

Alergia ao esomeprazol, outros benzimidazóis (anti-helmínticos benzimidazólicos) ou a qualquer um dos componentes da fórmula.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

Informe ao seu médico se durante o tratamento com Nexium você apresentar perda de peso sem dieta, vômitos, dificuldade para engolir alimentos, se você evacuar sangue vivo ou fezes escuras, tipo borra de café, e se houver suspeita ou presença de úlcera, pois o tratamento com Nexium pode aliviar esses sintomas e retardar o diagnóstico.

Informe também se estiver fazendo uso de algum medicamento anti-retroviral, como o atazanavir e o nelfinavir.

Se você tem problemas hereditários raros de intolerância à frutose, má absorção de glicose-galactose ou insuficiência de sacarase - isomaltase, você não deve tomar este medicamento.

Nexium deve ser utilizado com cuidado em pacientes com problemas graves no fígado ou nos rins.

Não se espera que Nexium afete a capacidade de dirigir veículos e operar máquinas.

Nexium na gravidez: este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica.

Como não há dados disponíveis quanto à excreção de esomeprazol no leite materno, Nexium não deve ser usado durante a amamentação.

Nexium deve ser administrado com líquido.

Se você tiver dificuldade para engolir o comprimido você poderá colocá-lo em meio copo de água sem gás (não se deve usar outro líquido), mexendo até o comprimido se desintegrar.

Se persistirem pequenos grânulos (resíduos) aderidos à parede do copo, adicionar um pouco de água, mexer e tomar, ou administrar o conteúdo por sonda naso-enteral (SNE) em até 30 minutos.

Os pequenos grânulos (resíduos) não devem ser mastigados ou esmagados.

Interações Medicamentosas

Nexium deve ser utilizado com cuidado nas seguintes situações:

  • Em pacientes que estão tomando os seguintes medicamentos: para o tratamento de infecções fúngicas (itraconazol e cetoconazol), ansiedade (diazepam), epilepsia (fenitoína), coagulação do sangue (varfarina), acelerar a motilidade do estômago (cisaprida), tratamento da Aids (atazanavir, nelfinavir e saquinavir) e tratamentos com amoxicilina, quinidina, naproxeno, rofecoxibe, claritomicina e voriconazol, pois estes medicamentos podem ter seu efeito alterado pelo uso concomitante de Nexium.

A experiência clínica em crianças abaixo de 12 anos de idade é limitada. Deverá ser utilizado nesta faixa etária somente a critério médico.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada deste medicamento?

Em caso de administração de uma quantidade de medicamento maior do que a prescrita, você deve contatar imediatamente o médico.

Não existe tratamento específico para o caso de superdosagem com Nexium.

Doses de 80 mg de Nexium não apresentaram complicações.

O que devo fazer quando eu me esquecer de usar este medicamento?

Caso você esqueça de tomar uma dose de Nexium, deve tomá-lo assim que lembrar, mas se estiver próximo ao horário da próxima dose, não é necessário tomar a dose esquecida, deve-se apenas tomar a próxima dose, no horário habitual. Nunca se deve tomar uma dose dobrada para compensar uma dose perdida.

Composição

Cada comprimido contém: 20 mg 40 mg

esomeprazol magnésio triidratado...................................................22,30 mg ou 44,50 mg
(equivale a esomeprazol 20 mg ou 40 mg, respectivamente)

Excipientes q.s.p. ............................................................................ 1 comprimido

Excipientes: monoestearato de glicerila, hiprolose, hipromelose, óxido férrico marrom avermelhado, óxido férrico amarelo*, estearato de magnésio, polimetacrílicocopoliacrilato de etila - acrilato de etila (1:1), celulose microcristalina, parafina sintética, macrogol, polissorbato 80, crospovidona, estearil fumarato de sódio, esferas de açúcar**, talco, dióxido de titânio e ácido cítrico.

* presente apenas no comprimido de 20 mg.

** 28 mg para o comprimido de 20 mg e 30 mg para o comprimido de 40 mg.

Apresentação:

Comprimidos revestidos. Via oral. Embalagens com 7, 14 e 28 comprimidos.

Armazenamento

Onde como e por quanto tempo posso guardar este medicamento?

Nexium deve ser mantido em temperatura ambiente (15ºC a 30ºC).

Proteger da umidade.

Todo medicamento deve ser mantido em sua embalagem original até o momento do uso

Aspecto físico

  • Nexium 20 mg: comprimidos alongados e de cor rosa clara.
  • Nexium 40 mg: comprimidos alongados e de cor rosa.

Laboratório

AstraZeneca do Brasil Ltda.

SAC: 0800-014 55 78

Dizeres Legais

MS - 1.1618.0105

Farm. Resp.: Dra. Daniela M. Castanho - CRF-SP nº 19.097

SAC: 0800-014 55 78

publicidade