Migral

publicidade

Bula do remédio Migral.

Indicação

Para que serve Migral?

Tratamento auxiliar das dores de cabeça agudas (cefralgias, inclusive da gripe, resfriados e outras infecções febris ou não) e crônicas (cefaléias, sobretudo de enxaqueca).

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

Em pacientes portadores de alguma lesão gástrica, dispepsia, no primeiro trimestre da gravidez, hipertensão, doença vascular periférica, cardíaca, renal ou hepática.

Posologia

Como usar Migral?

1 comprimido até três vezes ao dia. No tratamento da crise de enxaqueca, 2 comprimidos no primeiro sinal da crise e, não havendo suficiente melhora, tomar 1 comprimido de hora em hora, até a dose máxima de 6 comprimidos por dia. Uma vez individualizada a dose útil, repeti-la nas crises posteriores.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Náuseas, vômitos, parestesia das extremidades, insônia, diurese, secura da boca e garganta, visão turva, disúria, eruptação da boca e tonteiras. - Restrições de uso: Migral não deve ser usado como profilático e não deverá ser tomado por períodos maiores que 10 dias consecutivos, a não ser sob controle médico.

Composição

Cada comprimido contém: ácido acetilsalicílico300 mg; cafeína 100 mg; tartarato de ergotamina 1 mg; metilbrometo de homatropina 1,2 mg. Excipiente q.s.p. 1 comprimido.

Apresentação

Caixa com 12 comprimidos.

Laboratório

QIF Quím. Intercontinental Farm

publicidade