Meropeném

Bula de Meropeném

Bula do remédio Meropeném. Classe terapêutica dos Antibióticos. Princípios Ativos Meropenem.

publicidade

Indicação

Para quê serve Meropeném?

Meropeném é indicado para tratamento de infecção causada por bactérias sensíveis ao meropeném.

Via injetável - Uso adulto e pediátrico

Farmacocinética

Como funciona este medicamento?

Uma infusão de 30 minutos de uma dose única de meropeném em voluntários sadios resulta em picos de níveis plasmáticos de aproximadamente 11 mcg/mL para doses de 250 mg; 23 mcg/mL para doses de 500 mg; 49 mcg/mL para doses de 1 g e 115 mcg/mL após dose de 2 g.

Uma injeção intravenosa em bolus com duração de 5 minutos em voluntários sadios resulta em picos de níveis plasmáticos de aproximadamente 52 mcg/mL para a dose de 500 mg e 112 mcg/mL para a dose de 1 g.

Infusões intravenosas de 1 g durante 2, 3 e 5 minutos foram comparadas em um estudo cruzado de três braços.

Estas diferentes durações de infusão resultaram em picos de níveis plasmáticos de 110, 91 e 94 mcg/mL, respectivamente.

Após administração intravenosa de 500 mg, os níveis plasmáticos de meropeném declinam até valores de 1 mcg/mL ou menos, 6 horas após a administração.

Quando múltiplas doses são administradas a indivíduos com função renal normal, em intervalos de 8 horas, não há ocorrência de acúmulo de meropeném.

Em indivíduos com função renal normal, a meia-vida de eliminação de meropeném é de aproximadamente 1 hora.

Posologia

Como usar Meropeném?

A faixa de dosagem é de 1,5 g a 6,0 g diários, divididos em três administrações.

Dose usual: 500 mg a 1 g a cada 8 horas, dependendo do tipo e da gravidade da infecção, da sensibilidade conhecida ou esperada do(s) patógeno(s) e das condições do paciente.

Exceções:

  1. Episódios de febre em pacientes neutropênicos - 1 g a cada 8 horas.
  2. Meningite/fibrose cística - 2 g a cada 8 horas.

Assim como com outros antibióticos, deve-se ter cautela ao usar meropeném em pacientes em estado grave portadores de infecções diagnosticadas ou suspeitas do trato respiratório inferior causadas por Pseudomonas aeruginosa. Testes regulares de sensibilidade são recomendados no tratamento de infecções por Pseudomonas aeruginosa.

Meropeném deve ser administrado como injeção intravenosa em bolus por aproximadamente 5 minutos ou por infusão intravenosa de aproximadamente 15 a 30 minutos.

  • Posologia para adultos com função renal alterada

A dose deve ser reduzida em pacientes com depuração de creatinina inferior a 51 mL/min, como abaixo:

Depuração de creatininaDose (baseada na faixa de unidade de dose de 500 mg a 2,0 g a cada 8 horas)Frequência
26-50 (mL/min)1 unidade de dosea cada 12 horas
10- 25 (mL/min)1/2 unidade de dosea cada 12 horas
menos de 10 (mL/min)1/2 unidade de dosea cada 24 horas

Meropeném é eliminado da circulação por hemodiálise.

Caso seja necessária a continuidade do tratamento com meropeném, a unidade de dose, baseada no tipo e na gravidade da infecção, é recomendada no final do procedimento de hemodiálise, para reinstituir tratamento efetivo.

Não existe experiência com diálise peritoneal.

  • Uso em adultos com insuficiência hepática

Não é necessário ajuste de dose em pacientes com disfunção no metabolismo hepático.

  • Uso em idosos

Não é necessário ajuste de dose para idosos com função renal normal ou com valores de depuração de creatinina superiores a 50 mL/min.

  • Posologia para crianças

Para crianças acima de 3 meses de idade e até 12 anos, a dose intravenosa é de 10 a 40 mg/kg a cada 8 horas, dependendo do tipo e da gravidade da infecção, da sensibilidade conhecida ou esperada do(s) patógeno(s) e das condições do paciente.

Em crianças com peso superior a 50 kg, deve ser utilizada a posologia para adultos.

Exceções:

  1. Episódios de febre em pacientes neutropênicos - 20 mg/kg a cada 8 horas.
  2. Meningite/fibrose cística - 40 mg/kg a cada 8 horas.

Meropeném deve ser administrado como injeção intravenosa em bolus por aproximadamente 5 minutos ou por infusão intravenosa de aproximadamente 15 a 30 minutos.

Não há dados disponíveis que comprovem a eficácia em crianças com função renal alterada.

Efeitos Colaterais

Quais os males que este medicamento pode me causar?

Informe seu médico o aparecimento de reações desagradáveis tais como: náusea, vômito, diarréia, erupção cutânea, coceira, dor de cabeça, formigamento, inflamação no local da injeção e infecções por fungos na boca ou na vagina.

Raramente podem ocorrer reações alérgicas.

Ocasionalmente podem ocorrer alterações no sangue.

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

Meropeném é contraindicado nos casos de hipersensibilidade conhecida ao meropeném ou a qualquer componente da formulação.

Meropeném não é recomendado para crianças com idade inferior a 3 meses.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

Antes de iniciar o tratamento com meropeném, informe seu médico se você teve reação alérgica a qualquer outro antibiótico, incluindo penicilinas, outros carbapenêmicos ou cefalosporinas.

Informe também se você tem problemas nos rins e se teve diarréia grave decorrente do uso de outros antibióticos.

A dose de meropeném pode precisar ser reduzida se os rins não estiverem funcionando adequadamente.

Meropeném na gravidez e lactação:

Informe seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término.

Informe seu médico se está amamentando.

Interações Medicamentosas

Informe seu médico se você estiver tomando probenecida (para gota) ou valproato de sódio, para epilepsia.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada deste medicamento?

As propriedades farmacológicas e o modo de usar tornam improvável que a superdosagern intencional ocorra.

Superdosagem acidental pode ocorrer durante o tratamento, principalmente em pacientes com função renal alterada.

O tratamento deve ser sintomático.

Em indivíduos normais, ocorrerá rápida eliminação renal.

Em pacientes com função renal alterada, a hemodiálise removerá o meropeném e seu metabólito.

Composição

Meropeném 500 mg

Cada frasco-ampola contém:

meropeném triidratado .............................................................................. 570 mg *

excipiente q.s.p. .............................................................................. 1frasco-ampola

Excipiente: carbonato de sódio anidro.

* Equivale a meropeném anidro 500 mg.


Meropeném 1 g

Cada frasco-ampola contém:

meropeném triidratado .............................................................................. 1140 mg *

excipiente q.s.p. ................................................................................ 1frasco-ampola

Excipiente: carbonato de sódio anidro.

* Equivale a meropeném anidro 1 g.

Apresentação:

  • Pó para solução injetável 500 mg ou 1g - Embalagens contendo 10 ou 25 frascos-ampola

Armazenamento

Onde como e por quanto tempo posso guardar este medicamento?

Conservar em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C).

Proteger da luz e umidade.

As soluções reconstituídas de meropeném devem ser utilizadas assim que possível e não devem ser congeladas.

Desde que observados os devidos cuidados de conservação, o prazo de validade de meropeném é de 24 meses, contados a partir da data de fabricação impressa em sua embalagem externa.

Número do lote - Data de fabricação - Vencimento: vide cartucho.

Laboratório

Eurofarma Laboratórios Ltda.

SAC: 0800-704-3876

Dizeres Legais

MS - 1.0043.0034
Farm. Resp.: Dra. Sônia Albano Badaró - CRF-SP 19.258

publicidade