Kolpitrat

publicidade

Bula do remédio Kolpitrat. Classe terapêutica dos Antiinfecciosos. Princípios Ativos Nistatina, Cloreto de Benzalcônio e Benzoilmetronidazol.

Indicação

Para que serve Kolpitrat?

Kolpitrat creme é indicado no tratamento de corrimentos genitais causados por Trichomonas vaginalis, Candida albicans ou bactérias inespecíficas, vulvites, colpites e cervicites.

Uso adulto - Uso ginecológico

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

Kolpitrat creme é contraindicado em pacientes que apresentem hipersensibilidade a quaisquer dos componentes de sua fórmula.

O uso de metronidazol é contraindicado durante o primeiro trimestre da gestação.

Posologia

Como usar Kolpitrat?

Introduzir um aplicador cheio (4 g) por noite, profundamente na vagina, durante 10 dias consecutivos

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Podem ocorrer: congestão nasal; rinite medicamentosa; broncoespasmo; dermatite de contato; reações alérgicas; dor e irritação - vulvites e vaginites; erupções e reações dermatológicas; reação de Stevens-Jonhson; leucocitose; tontura e dores de cabeça; dores abdominais, náuseas, constipação e diarreia; prurido vulvovaginal e perineal e secura da vagina ou vulva, além de dores uterinas e febre.

O produto em contato com os olhos pode provocar lacrimejamento e irritação ocular.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

Deve ser evitado o uso de bebidas alcoólicas durante o tratamento, pois o álcool produz acúmulo de acetaldeído por interferência com a oxidação do mesmo, dando lugar a efeitos semelhantes ao dissulfiram (cãibras abdominais, náuseas, vômitos, dores de cabeça e flushing).

Este medicamento deverá ser aplicado somente por via vaginal.

Kolpitrat não é indicado para uso oftálmico e em micoses superficiais.

Pode ocorrer irritação local, neste caso descontinuar o uso temporariamente e aguardar novas instruções do médico.

Kolpitrat na gravidez: não deverá ser utilizado durante o primeiro trimestre de gravidez e em mulheres em fase de amamentação, uma vez que o metronidazol atravessa a barreira placentária e está presente no leite materno.

É aconselhável que antes da utilização deste medicamento, no último trimestre, seja feita uma avaliação dos benefícios do tratamento contra os possíveis riscos para a mãe e o feto.

Interações Medicamentosas

Não existem evidências que confirmem a ocorrência de interações clinicamente relevantes, mas recomenda-se cautela ao administrar Kolpitrat em pacientes que recebem tratamento com anticoagulantes, pois pode ocorrer um aumento do efeito anticoagulante.

Tem-se observado episódios psicóticos e estados de confusão mental quando utilizado concomitantemente com o dissulfiram.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Não há relatos de superdose com o uso do produto.

Composição

Cada 4 g do creme vaginal contém:

benzoilmetronidazol..........................................250 mg

nistatina .........................................................100.000 UI

cloreto de benzalcônio.......................................5 mg

Excipiente: cera emulsificante não iônica, edetato dissódico diidratado, hidróxido de alumínio, metilparabeno, miristato de isopropila, propilenoglicol, propilparabeno, simeticona, triglicerídeo de ácidos cáprico e caprílico, ureia, água deionizada.

Apresentação: Kolpitrat creme vaginal, embalagens contendo bisnaga de 40 g, acompanhada de 10 aplicadores ginecológicos.

Armazenamento

Onde como e por quanto tempo posso guardar este medicamento?

Conservar o produto em temperatura ambiente (entre 15 e 30ºC).

Laboratório

Medley Indústria Farmacêutica Ltda.

Rua Macedo Costa, 55 - Campinas - SP
CNPJ 50.929.710/0001-79 - Indústria Brasileira

Dizeres Legais

MS - 1.0181.0574

Farm. Resp.: Dra. Miriam Onoda Fujisawa - CRF-SP nº 10.640

publicidade