Itraconazol

Bula do remédio genérico Itraconazol. Classe terapêutica dos Antifúngico. Princípios Ativos Itraconazol.

Indicação

Para que serve Itraconazol?

Itraconazol cápsula é indicado no tratamento de infecções fúngicas (micoses) dos olhos, boca, unhas, pele, vagina e órgãos internos.

Uso adulto - Uso oral

Farmacocinética

Como funciona este medicamento?

O itraconazol inibe a formação da membrana celular dos fungos ocasionando a sua morte, porém, a lesão desaparece junto com o crescimento da pele sadia.

As lesões das unhas desaparecem apenas 6 a 9 meses após o final do tratamento pois o itraconazol cápsula apenas mata o fungo, havendo necessidade da unha crescer para a cura ser observada.

Caso você não observe melhora da lesão durante o tratamento, não se preocupe pois o medicamento permanecerá na unha por vários meses exercendo seu efeito.

Posologia

Como usar Itraconazol?

O itraconazol cápsula deve ser administrado imediatamente após uma refeição para que todo o medicamento seja absorvido.

  • Candidíase vaginal: 200 mg (2 cápsulas) pela manhã e pela noite, durante 1 dia.
  • Ptiaríase versicolor: 200 mg (2 cápsulas) uma vez ao dia, durante 5 dias.
  • Tínea corporis e Tínea cruris: 100 mg (1 cápsula), durante 15 dias.
  • Tínea perdis e Tínea manuum: 100 mg (1 cápsula), durante 15 dias.

Nos casos com lesões nas regiões altamente queratinizadas, como palma das mãos e planta dos pés, recomenda-se um tratamento adicional por mais 2 semanas.

  • Candidíase oral: 100 mg (1 cápsula), durante 15 dias.
  • Ceratite micótica: 200 mg (2 cápsulas), uma vez ao dia, durante 15 dias.
  • Onicomicose -Tratamento contínuo: 200 mg (2 cápsulas) uma vez ao dia, durante 3 meses.

Micoses sistêmicas (as recomendações posológicas variam de acordo com a infecção tratada):

  • Aspergilose: 200 mg (2 cápsulas) uma vez ao dia, durante 2 a 5 meses. Aumentar a dose para 200 mg (2 cápsulas) duas vezes ao dia em caso de doença invasiva ou disseminada.
  • Candidíase: 100 - 200 mg (1 - 2 cápsulas) uma vez ao dia, durante 3 semanas a 7 meses. Aumentar a dose para 200 mg (2 cápsulas) duas vezes ao dia em caso de doença invasiva ou disseminada
  • Criptococose não meningeana: 200 mg (2 cápsulas) uma vez ao dia, de 2 meses a 1 ano. Terapia de manutenção (casos meníngeos): 200 mg (2 cápsulas) uma vez ao dia.
  • Meningite criptocócica: 200 mg (2 cápsulas) uma vez ao dia, de 2 meses a 1 ano. Terapia de manutenção (casos meníngeos): 200 mg (2 cápsulas) uma vez ao dia.
  • Histoplasmose: 200 mg (2 cápsulas) uma vez ao dia ou 200 mg (2 cápsulas) duas vezes ao dia, durante 8 meses.
  • Esporotricose: 100 mg (1 cápsula), durante 3 meses.
  • Paracoccidioidomicose: 100 mg (1 cápsula), durante 6 meses.
  • Cromomicose: 100 - 200 mg (1 - 2 cápsulas) duas vezes ao dia, durante 6 meses.
  • Blastomicose: 100 mg (1 cápsula) uma vez ao dia ou 200 mg (2 cápsulas) duas vezes ao dia, durante 6 meses.

Este medicamento não pode ser partido ou mastigado.

publicidade

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Podem ocorrer os seguintes efeitos colaterais:

  • Dor de cabeça, queda de cabelo, tonturas, enjoo e vômito, fraqueza muscular, desconforto gástrico, dor abdominal, diarreia e constipação (redução na frequência ou quantidade da defecação), distúrbios menstruais.
  • A ocorrência de alergia ao itraconazol cápsula é rara e se manifesta, por exemplo, pela falta de ar e/ou rosto inchado, irritação da pele, coceira e urticária.
  • Podem ocorrer reações alérgicas graves, assim como hipersensibilidade à luz solar.
  • Muito raramente pode ocorrer uma sensação de formigamento dos membros ou lesão grave de pele.
  • Você deve informar imediatamente ao seu médico se apresentar falta de ar, aumento de peso inesperado, inchaço das pernas, fadiga não usual ou se você começar a acordar durante a noite.
  • Um ou mais dos sintomas a seguir relacionados a distúrbios hepáticos podem aparecer, embora pouco frequentes:
  • Falta de apetite, náusea, vômito, cansaço, fraqueza muscular, dor abdominal, icterícia, urina muito escura e fezes claras.

Em tais casos, você deve parar de tomar o itraconazol cápsula e avisar seu médico imediatamente.

Você deve informar seu médico sobre qualquer outro efeito indesejável que ocorrer durante o tratamento com o itraconazol cápsula.

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

Este medicamento não deve ser utilizado nas seguintes
condições:

  • Caso você apresente alergia conhecida ao itraconazol ou a qualquer um dos componentes do medicamento;
  • Se você estiver grávida ou amamentando, exceto em casos estabelecidos pelo seu médico conforme a necessidade do tratamento;

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

Itraconazol cápsula não deve ser utilizado por crianças, somente em casos excepcionais prescritos pelo médico.

Seu médico deverá ser informado se você possuir algum problema de fígado, pois pode ser necessário adaptar a dose do itraconazol.

Você deve procurar seu médico imediatamente se algum dos seguintes sintomas aparecer durante o tratamento com o itraconazol cápsula: falta de apetite, náuseas, vômitos, dor abdominal ou urina muito escura.

Se você estiver utilizando o itraconazol cápsula por mais de um mês, seu médico deve acompanhá-lo regularmente através de exames de sangue para controlar as desordens do fígado que, muito raramente, podem ocorrer.

Seu médico deverá ser informado caso você apresente algum problema no coração. Informe seu médico caso você apresente falta de ar, aumento de peso inesperado, inchaço das pernas ou abdome, fadiga não usual, ou se você começar a acordar durante a noite.

Pode ser necessário adaptar a dose do itraconazol cápsula para pacientes com problemas renais.

Se você apresentar qualquer sensação incomum de formigamento, dormência ou fraqueza em suas mãos ou pés enquanto estiver tomando itraconazol cápsula, informe ao seu médico imediatamente.

Caso você tenha apresentado reação alérgica a outro antifúngico no passado, informe ao seu médico.

Não há problema em dirigir ou operar máquinas, desde que você não sinta tonturas.

Itraconazol na gravidez e amamentação: Itraconazol cápsula não deve ser utilizado durante a gravidez e amamentação.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação do médico ou cirurgião-dentista

Mulher em idade de engravidar deve tomar medidas contraceptivas adequadas para não ficar grávida enquanto estiver tomando o medicamento.

Devido ao fato do itraconazol cápsula permanecer no organismo durante algum tempo após o término do tratamento, o método anticoncepcional deve ser utilizado até o próximo ciclo menstrual depois da interrupção do itraconazol cápsula.

Informe ao seu médico se você estiver amamentando, pois pequenas quantidades do medicamento podem estar presentes no leite materno.

Antiácidos devem ser tomados somente duas horas após a ingestão do itraconazol cápsula para garantir acidez estomacal suficiente para a absorção do medicamento.

Se você usa medicamentos que interrompem a produção estomacal de ácido, deve tomar o itraconazol cápsula junto com refrigerantes à base de cola. Em caso de dúvida, consulte o médico ou farmacêutico.

Você deve comunicar ao seu médico quais os medicamentos que você está usando no momento.

Em particular, você não deve tomar alguns medicamentos ao mesmo tempo e, se isto ocorrer, algumas adaptações serão necessárias, em relação à dose, por exemplo.

Interações Medicamentosas

Os medicamentos abaixo não devem ser utilizados enquanto você estiver utilizando itraconazol cápsula:

  • Certos medicamentos para alergia, como terfenadina, astemizol e mizolastina.
  • Cisaprida, um medicamento utilizado para certos problemas digestivos.
  • Certos medicamentos que reduzem o colesterol (ex.: sinvastatina e lovastatina).
  • Certos comprimidos para dormir (midazolam e triazolam).
  • Pimozida e sertindol, medicamentos para distúrbios psicóticos.
  • Levacetilmetadol, um medicamento usado no tratamento da dependência a opioides.
  • Alcaloides derivados do Ergot, como diidroergotamina e ergotamina, usados no tratamento da enxaqueca.
  • Alcaloides derivados do Ergot, como ergometrina (ergonovina) e metilergometrina uterina após o parto.
  • Certos medicamentos utilizados no tratamento de irregularidades do batimento cardíaco, como quinidina e dofetilida.

Alguns medicamentos possuem a capacidade de diminuir a ação do itraconazol cápsula, como os medicamentos utilizados no tratamento da epilepsia (por exemplo: carbamazepina, fenitoína e fenobarbital) e tuberculose (por exemplo: rifampicina, rifabutina e isoniazida). Informe seu médico se estiver usando qualquer um destes medicamentos para que possam ser feitos os ajustes necessários na dose.

A utilização de itraconazol cápsula com outros medicamentos pode exigir uma adequação na dose do itraconazol ou dos outros medicamentos que estão sendo utilizados concomitantemente.Exemplos destes medicamentos são:

  • Certos antibióticos chamados claritromicina, eritromicina, rifabutina.
  • Alguns medicamentos que agem no coração e vasos sanguíneos (digoxina, disopiramida, bloqueadores de canal de cálcio, cilostazol).
  • Medicamentos que diminuem a coagulação sanguínea.
  • Metilprednisolona, budesonida e dexametasona, medicamentos administrados por via oral, injetável ou inalatória para o tratamento de inflamações, asma e alergias.
  • Ciclosporina A, tacrolimo e rapamicina (também conhecida como sirolimo), que são medicamentos utilizados após transplantes.
  • Certos inibidores da protease (classe de enzima) do HIV.
  • Certos medicamentos utilizados no tratamento do câncer.
  • Certos medicamentos para ansiedade ou para dormir (tranquilizantes), como buspirona, alprazolam e brotizolam.
  • Ebastina, um medicamento usado para alergia.
  • Reboxetina, um medicamento usado no tratamento da depressão.
  • Atorvastatina, um medicamento usado na redução do colesterol.
  • Eletriptano, um medicamento usado no tratamento da enxaqueca.
  • Halofantrina, um medicamento usado no tratamento da malária.
  • Repaglinida, um medicamento usado no tratamento do diabetes.

Se estiver tomando qualquer um destes medicamentos, comunique ao seu médico.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Se você tomar uma grande quantidade do medicamento acidentalmente, deve procurar um médico imediatamente.

Composição

Cada cápsula contém:

itraconazol.....................................................................................100 mg

Apresentação:

Cápsula de 100 mg. Embalagem com 4, 10, 15, 40, 100, 150, 160, 400 e 600 cápsulas.

Armazenamento

Onde como e por quanto tempo posso guardar este medicamento?

Este medicamento deve ser armazenado em temperatura ambiente (entre 15 e 30 ºC), em lugar seco, fresco e ao abrigo da luz.

Nestas condições, o prazo de validade é de 24 meses a contar da data de fabricação.

Antes de usar observe o aspecto do medicamento.

Aspecto físico:

As cápsulas de itraconazol são gelatinosas duras, de cor azul opaco e rosa transparente e preenchidas por pequenas esferas de cor creme que contém itraconazol.

Laboratório

Prati, Donaduzzi & Cia Ltda.

Tel.: +55 45 2103-1166

Dizeres Legais

M.S. 1.2568.0170

Farmacêutico Responsável: Dr. Luiz Donaduzzi - CRF-PR 5842

SAC: 0800 709 9333

publicidade