Flutamida

Bula do remédio genérico Flutamida. Classe terapêutica dos Antineoplásicos. Princípios Ativos Flutamida.

Indicação

Para que serve?

Tratamento do câncer de próstata avançado em pacientes não tratados previamente ou naqueles que não responderam ou se tornaram refratários à manipulação hormonal.

Como componente de esquema terapêutico usado no tratamento do câncer de próstata localizado em estágio B2 a C2 (T2b aT4).

Contraindicações

Quando não devo usar?

Hipersensibilidade conhecida a qualquer componente da fórmula.

Transaminases excedendo 2 ou 3 vezes o limite normal.

Insuficiência hepática grave.

Posologia

Como usar?

250mg VO, de 8/8h.

publicidade

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Ginecomastia e/ou sensibilidade mamária aumentada, às vezes acompanhadas de galactorréia. Diarréia, constipação, anorexia, dor epigástrica, pirose, náusea, vômito, aumento do apetite. Insuficiência hepática, icterícia, necrose hepática, encefalopatia hepática. Insônia, cansaço, fraqueza, mal-estar, tontura, visão turva. Diminuição da libido e diminuição da contagem de espermatozóides. Dor torácica. Edema. Reações de hipersensibilidade (eritema, prurido, anemia hemolítica, síndrome similar ao lúpus, ulcerações, erupções vesiculares e necrólise epidérmica).

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Quando combinado com um agonista LHRH, o tratamento com flutamida pode ter início 24h antes.

No câncer localizado de próstata, o tratamento com flutamida deve ser iniciado 8 semanas antes da radioterapia e continuar durante a mesma.

Deve ser administrado com cautela em pacientes com comprometimento da função hepática.

Laboratórios

Apotex, Asta Médica, Hexal.

Interações Medicamentosas

Aumento no tempo de protrombina, quando administrado concomitante com warfarina.

publicidade
< Flusan < Flutamida > Flutec >