Flogan

Bula de Flogan

Bula do remédio Flogan. Classe terapêutica dos Analgésicos, Antiartriticos, Antiinflamatórios e Antireumáticos. Princípios Ativos Diclofenaco Potássico e Diclofenaco Resinato.

publicidade

Indicação

Para quê serve Flogan?

Como antiinflamatório, analgésico e antipirético.

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

FLOGAN®, em suas diferentes apresentações, não deve ser utilizado por pacientes com úlceras pépticas, gastrites e duodenites. O uso do produto é também contra-indicado em pessoas com porfiria aguda e nas com reconhecida hipersensibilidade ao diclofenaco, assim como naqueles pacientes alérgicos cujas crises de asma e/ou rinite são desencadeadas ou agravadas pelo uso de salicilatos e outros medicamentos inibidores da síntese de prostaglandinas.

Posologia

Como usar Flogan?

Flogan® comprimido
Os comprimidos devem ser ingeridos com um pouco de líquido, preferencialmente antes de refeições.

Adultos - a posologia inicial é de 100 a 150mg por dia, divididos em duas ou três tomadas ao dia.

Crianças acima de 14 anos (ou mais de 45kg de peso) - 100mg por dia, divididos em duas tomadas ao dia.

Flogan® supositório pediátrico
Crianças com peso de 11 a 15kg e idade entre 18 meses e 4 anos - um supositório de 12,5mg de 12 em 12 horas.

Crianças com peso de 15 a 20kg e idade entre 4 e 6 anos - um supositório de 12,5mg de 8 em 8 horas.

Flogan® supositório
Crianças acima de 14 anos e adultos - um supositório de 75mg de 12 em 12 horas.

Observação
Se os supositórios (12,5mg ou 75mg) estiverem amolecidos no momento do uso, colocar em refrigerador durante algum tempo antes de aplicá-los.

Flogan® gotas
As gotas devem ser tomadas de preferência antes das refeições. agitar o frasco com as gotas antes de usar. durante o gotejamento, manter o frasco na vertical, com o bico para baixo.

Para crianças a dose diária total, na dependência da gravidade do caso, varia de 1 a 3 gotas por quilograma de peso corporal, fracionada em duas ou três tomadas.

Flogan® lnjetável
Recomenda-se usualmente uma ampola diária, injetada profundamente no quadrante superior externo da região glútea.

Em estados dolorosos muito intensos, excepcionalmente, podem ser aplicadas duas ampolas diárias, com intervalo de algumas horas, uma em cada nádega. na cólica renal, a segunda ampola pode ser aplicada 30 minutos após a primeira.

Por se tratar de medicação para situações agudas, flogan® injetável não deve ser usado por mais de dois dias. quando for necessário o uso mais prolongado de agentes antiinflamatórios/analgésicos, deve-se continuar o tratamento com outra forma de flogan®.

Pacientes idosos
Os pacientes idosos são mais sensíveis à ocorrência de efeitos colaterais com antiinflamatórios não-hormonais (em especial, redução do volume urinário e irritação da mucosa gastrintestinal). devem, portanto, utilizar a menor posologia capaz de produzir os efeitos terapêuticos desejados, pelo menor tempo possível.

Conduta na superdosagem a nas reações adversas
São raros os relatos de superdosagem de antiinflamatórios não-hormonais. isso decorre de serem essas substâncias gastro-irritantes (provocando vômito, quando em doses elevadas) e de fácil excreção pelos rins.

Considerando a curta duração da meia-vida do diclofenaco, pode-se esperar grande margem de segurança.

O tratamento da superdosagem e da intoxicação aguda consiste, essencialmente, em medidas de suporte e tratamento sintomático se surgirem complicações (hipotensão, depressão respiratória, insuficiência renal, convulsões, irritação gastrintestinal etc).

Em caso de ingestão excessiva de comprimidos ou gotas, o tratamento compreende também lavagem gástrica e uso de carvão ativado.

Efeitos Colaterais

Quais os males que este medicamento pode me causar?

Embora possam ocorrer reações adversas em cerca de 30% dos pacientes tratados com diclofenaco, essas reações são em geral pouco importantes somente obrigando à interrupção do tratamento em menos de 1% dos casos.

As reações adversas mais comuns envolvem o aparelho gastrintestinal (13,5 - 25%) e o sistema nervoso (1 - 9%):
No aparelho gastrintestinal - náuseas, vômitos, epigastralgia, diarréia, sangramento gastrintestinal, alterações na função hepática, exacerbação de colite ulcerativa, casos isolados de úlcera péptica com perfuração;
No sistema nervoso - cefaléia, vertigem, insônia, sonolência, agitação, convulsões, distúrbios visuais (visão borrada e diplopia).

Existem relatos, pouco freqüentes, das seguintes reações adversas:
Erupções cutâneas, fenômenos de hipersensibilidade (bronco- espasmo, reações anafiláticas ou anafilactóides), edema, eritema multiforme, fotossensibilização, insuficiência renal aguda, hematúria, nefrite intersticial, síndrome nefrótica, trombocitopenia, leucopenia, agranulocitose, anemia aplástica, anemia hemolítica e síndrome de Stevens-Johnson.

Os supositórios podem ocasionar irritação retal.

No local de aplicação das injeções podem surgir fenômenos inflamatórios, dor e, mais raramente, formação de abscesso e necrose.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

Em tratamentos prolongados deve-se controlar periodicamente o hemograma e as funções renal e hepática.

Como as prostaglandinas têm grande importância na manutenção do fluxo sanguíneo renal, o produto deve ser empregado com cautela em nefropatas, cardiopatas, pacientes em uso de diuréticos e após grandes cirurgias. É igualmente recomendável cautela ao prescrevê-lo a idosos, em especial, àqueles que tenham função renal prejudicada e em uso de diuréticos e beta-bloqueadores.

Os pacientes que apresentarem tonturas ou outros distúrbios do sistema nervoso central devem abster-se de dirigir veículos ou operar máquinas.

Em pacientes grávidas, FLOGAN® (Comprimido, Supositório e Gotas) só deve ser prescrito em casos de extrema necessidade. Essa recomendação é especialmente aplicável nos três últimos meses de gravidez, pela possibilidade de ocorrerem alterações na motilidade uterina e/ou fechamento prematuro do canal arterial.

Por não existirem dados que comprovem a segurança do emprego do diclofenaco injetável durante a gravidez, não é recomendável o uso de FLOGAN® lnjetável nesta condição.

É pequena a quantidade de diclofenaco eliminada no leite materno, podendo, no entanto, ocasionar efeitos indesejáveis sobre o lactente.

Conseqüentemente, é aconselhável que mulheres que estejam amamentando abstenham-se de usar FLOGAN®, qualquer que seja sua forma de apresentação.

Composição

Comprimido contendo 50mg de diclofenaco potássico.

Supositório de 1g com 12,5mg de diclofenaco potássico.

Supositório de 2g com 75mg de diclofenaco potássico.

Gotas - Cada ml contém diclofenaco resinato equivalente a 15mg de diclofenaco potássico (aproximadamente 0,6mg por gota).

lnjetável - Cada ampola de 3ml contém 75mg de diclofenaco potássico (25mg/ml de solução).

Laboratório

Merck S.A.

SAC: 0800 7277293

publicidade