Fenitoína

Bula do remédio Fenitoína. Classe terapêutica dos Anticonvulsivantes. Princípios Ativos Fenitoina.

Indicação

Para que serve?

Fenitoína comprimidos, Fenitoína solução injetável é indicado para a maior parte das formas de epilepsia, para o tratamento de crises convulsivas durante ou após neurocirurgia, crises tônico-clônicas generalizadas e crise parcial complexa, em adultos e crianças.

Fenitoína suspensão oral, além das indicações anteriores, também pode ser utilizada para o tratamento da enxaqueca, de dores do nervo trigêmio na face, de delírios e alucinações, de alterações do ritmo do coração, na intoxicação por digitálicos e no tratamento pós-infarto do miocárdio.

Posologia

Como usar?

Fenitoína comprimidos

Adultos: a dose recomendada é de 1 comprimido, 100 mg, 3 vezes por dia. Caso seja necessário, esta dose pode ser aumentada para 2 comprimidos, 200 mg, tomados 3 vezes por dia.

Crianças: a dose recomendada para crianças com mais de 6 anos de idade é de 1 comprimido, 100 mg, 3 vezes por dia. Ao final de uma semana de tratamento, caso seja necessário, a dose pode ser aumentada para 1 comprimido, 100 mg, 4 vezes por dia.

Para crianças com idade inferior a 4 anos de idade, a dose recomendada é de 1/3 de comprimido, 30 mg, misturado com creme ou leite, 2 vezes por dia, podendo a dose de 30 mg ser administrada até 3 a 4 vezes por dia caso seja necessário.

Os comprimidos devem ser engolidos inteiros, sem partir ou mastigar, com um copo de água.

​Fenitoína solução injetável 50 mg/ml

Adultos: Fenitoína solução injetável deve ser administrado via intramuscular ou intravenosa, de forma lenta. A dose recomendada pode variar de meia ampola a 2 ampolas de 50 mg/ml, por hora, nunca excedendo a administração de 250 mg em 15 minutos e a dose máxima de 1,0 gramas por dia. As doses de Fenitoína solução injetável devem ter intervalos de pelo menos 15 minutos.

Crianças: a dose recomendada de Fenitoína solução injetável deve ser calculada em função do peso da criança, sendo recomendadas doses de 2,0 a 2,5 mg/kg de peso da criança, nunca excedendo a dose máxima diária de 15mg/kg de peso.

As doses de Fenitoína solução injetável devem ter intervalos de pelo menos 15 minutos entre administrações.

Fenitoína suspensão oral

Fenitoína suspensão oral deve ser administrado via oral e as doses e a duração do tratamento, dependem do quadro clínico do paciente, e devem ser indicadas pelo médico.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Alguns dos efeitos colaterais mais comuns de Fenitoína incluem tontura, coceira, formigamento, dor de cabeça, sonolência ou falta de coordenação e de equilíbrio.

publicidade

Contraindicações

Quando não devo usar?

Fenitoína está contraindicado para pacientes com historial de alergia à Fenitoína ou a outras hidantoínas, pacientes com síndrome de adam-Stokes, pacientes com bloqueio A-V de 2º e 3º graus e a pacientes com bloqueio sino-atrial e bradicardia sinusal.

Farmacocinética

Como funciona?

A Fenitoína é um medicamento utilizado no tratamento da epilepsia, e o seu principal local de ação parece ser no córtex motor, onde a extensão da atividade de crises é inibida.

Após a administração oral, a meia vida plasmática da Fenitoína é em média de 22 horas, com uma variação que pode ir de 7 a 42 horas. Os níveis terapêuticos no estado de equilíbrio são observados 7 a 10 dias após o inicio do tratamento, administrando doses recomendadas de 300 mg/dia.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Antes de iniciar o tratamento com Fenitoína, deverá falar com o seu médico se estiver grávida ou amamentando, se tiver discrasias sanguíneas, doença cardiovascular, diabetes mellitus, funções hepática, renal ou tireoidiana prejudicadas, ou se tiver hipotensão, insuficiência cardíaca ou enfarto do miocárdio.

Durante a gravidez, pode ocorrer um aumento da frequência das crises epilépticas em mulheres epilépticas, pelo que é recomendada uma monitorização constante dos níveis plasmáticos de Fenitoína.

Durante o tratamento com Fenitoína pode ocorrer hipotensão, especialmente após a administração intravenosa em doses elevadas e altas velocidades de administração.

A duração do tratamento com Fenitoína deve ser indicada pelo seu médico e os horários, as doses e duração do tratamento devem ser rigorosamente respeitados.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Em caso de toma excessiva de Fenitoína, deve dirigir-se ao hospital mais próximo, levando a embalagem ou bula do medicamento. Quando administrada em doses excessivas a Fenitoína pode ser letal, pelo que, nestes casos deverá estar atento ao aparecimento dos seguintes sintomas: nistagmo, ataxia, disartria, tremor, hiperreflexia, letargia, fala arrastada, náuseas ou vômitos.

Composição

Fenitoína comprimidos

Cada comprimido de Fenitoína 100 mg contém:

Fenitoína ______________________________________ 100 mg

Excipientes q.s.p. _________________________ 1 comprimido

(Excipientes: amido de milho, estearato de magnésio, lactose monoidratada, talco e polividona K30).

Fenitoína solução injetável

Cada 1 mL de Fenitoína solução injetável 50 mg/ml contém:

Fenitoína Sódica _______________________________ 50mg
Veículo q.s.p ___________________________________ 1mL

(Excipientes: edetato dissódico, creatinina, álcool etílico, propilenoglicol, hidróxido de sódio e água para injeção).

Fenitoína suspensão oral

Cada 5 mL de Fenitoína suspensão oral, cerca de 1/2 de copo medida, contém:

Fenitoína ___________________________________ 100 mg

(Excipientes: sacarose, benzoato de sódio, carmelose sódica, silicato de alumínio e magnésio coloidal, glicerol,
polissorbato 40, vanilina, aroma artificial de banana, óleo essencial de laranja, álcool etílico, ácido cítrico
hidratado, corante amarelo FDC nº 6 e água purificada).

Armazenamento

Onde como e por quanto tempo posso guardar?

Fenitoína comprimidos: dever ser armazenado ao abrigo do calor excessivo, superior a 40ºC, e deve estar protegido da luz e umidade.

Fenitoína solução injetável: deve ser mantido no cartucho de cartolina e armazenado a uma temperatura de ambiente, entre os 15 e os 30°C, protegido da luz e da umidade.

Fenitoína suspensão oral: deve ser armazenado a uma temperatura de ambiente, entre os 15 e os 30°C, protegido da luz e da umidade.

Interações Medicamentosas

Fenitoína não deve ser administrada juntamente com algumas substâncias sem orientação médica, como: Barbituratos, Cloranfenicol, Corticosteroides, Dissulfiram, Isoniazida, Fenilbutazona, Salicilatos, Sulfonamidas, Folatos, Hidróxido de alumínio ou Etanol.

O que devo fazer quando eu me esquecer de usar este medicamento?

Fenitoína comprimidos: caso ocorra o esquecimento da administração de uma dose de Fenitoína comprimidos 100 mg, deve saltar a dose esquecida e continuar a posologia indicada pelo seu médico. As doses de Fenitoína nunca devem ser administradas a dobrar ou em horários muito próximos.

Fenitoína suspensão oral: caso ocorra o esquecimento da administração de uma dose de Fenitoína, deverá tomar a dose esquecida logo que se lembre, no entanto se já estiver perto do horário de tomar a próxima dose deverá saltar a dose esquecida e tomar apenas a dose seguinte.

Laboratório

Teuto Brasileiro

 - SAC: 0800 621 800

​A Fenitoína também pode ser conhecida comercialmente como Hidantal, Epelin, Hidantina ou Labesfal. Além disso, outros medicamentos com propriedades semelhantes podem ser o Diazepam e a Carbamazepina.

Dizeres Legais:

Fenitoína comprimidos: MS: 1.1300.1016 | Farm. Resp.: Antonia A. Oliveira

Fenitoína solução injetável: MS: 1.0370.0507 | Farm. Resp.: Andreia Cavalcante Silva

Fenitoína suspensão oral: MS: 1.0216.0085 | Farm. Resp.: José Cláudio Bumerad

publicidade
< Fenilefrina 10% < Fenitoína > Fenobarbital >