Etna

Bula do remédio Etna. Princípios Ativos acetato de hidroxocobalamina, fosfato dissódico de citidina - CMP e trifosfato trissódico de uridina - UTP.

Indicação

Para que serve?

Etna cápsulas ou injetável é indicado no tratamento de doenças dos nervos periféricos, distúrbios traumato-compressivos neurais periféricos, compressão extrínseca em fraturas, síndromes vertebrais, entorses, seccionamento por fragmento ósseo, lesão por objeto perfurocortante ou por vibração, procedimentos cirúrgicos neurais ou em estruturas contíguas, lombociatalgias e cervicobraquialgias, polineuropatia alcoólica ou neuropatia diabética, em adultos e crianças.

Posologia

Como usar?

As doses de Etna a utilizar e a duração do tratamento devem ser indicadas pelo seu médico, pois dependem do problema a tratar, do quadro clinico do paciente e da resposta individual de cada paciente ao tratamento. Além disso, Etna injetável apenas deve ser administrado por um médico ou enfermeiro.

Farmacocinética

Como funciona?

Etna cápsulas e Etna Injetável têm na sua composição ribonucleotídeos pirimidínicos, Fosfato dissódico de citidina - CMP e trifosfato trissódico de uridina - UTP, compostos que integram nas vias metabólicas de síntese da bainha de mielina e da membrana celular neuronal como molécula de transferência, como precursores do RNA neuronal e como agonistas de receptores P2Y neuronais. Estes atuam principalmente em situações de síntese bioquímica intensificada, como por exemplo, durante processos regenerativos. Etna, ajuda assim na recomposição do nervo periférico lesado, através do fornecimento de nucleotídeos e vitamina B12, substâncias necessárias à sua recuperação.

publicidade

Contraindicações

Quando não devo usar?

Etna está contraindicado para pacientes na fase aguda de AVC isquêmico e para pacientes com alergia a algum dos componentes da fórmula.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Antes de usar Etna, deverá falar com o seu médico se estiver grávida ou amamentando, tiver mais de 65 anos, problemas ou doenças de coração, rins ou fígado, tiver doença neurológica com convulsões ou epilepsia, tiver redução do fluxo sanguíneo hepático, hipovolemia e choque, síndrome de Wolff-Parkinson-White, síndrome de Adams-Stokes, carência de vitamina B12, síndromes de bloqueio sinoatrial ou AVC.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Alguns dos efeitos colaterais de Etna podem incluir alterações nos batimentos cardíacos, diminuição da força de contração do coração, convulsões, metemoglobinemia, diminuição da pressão arterial, cansaço excessivo, alterações na visão ou formigamento. Além disso, Etna injetável pode também causar dor, vermelhidão e irritação no local da injeção.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Em caso de toma excessiva de Etna​, deve dirigir-se ao hospital mais próximo, levando a embalagem ou bula do medicamento.

Composição

Etna cápsulas por cada cápsula contém:

Fosfato dissódico de citidina - CMP _____________ 2,5 mg

Trifosfato trissódico de uridina - UTP _____________1,5 mg

Acetato de hidroxocobalamina ___________________1,0 mg

Excipiente _________________________________1 cápsula

(Excipientes: ácido cítrico, citrato de sódio, dióxido de silício, estearato de magnésio, manitol).

Etna injetável por cada frasco-ampola de pó liofilizado contém:

Fosfato dissódico de citidina - CMP ______________ 5,0 mg

Trifosfato trissódico de uridina - UTP _____________ 3,0 mg

Acetato de hidroxocobalamina __________________ 2,0 mg

Excipiente ___________________________ 1 frasco-ampola

(Excipiente: manitol).

- Cada ampola do diluente contém:

Cloridrato de lidocaína ________________________ 20,0 mg

Excipente ____________________________________ 2,0 ml

(Excipientes: cloreto de sódio, água para injeção).

Interações Medicamentosas

Etna cápsulas não deve ser administrado em conjunto com alguns medicamentos ou substâncias sem orientação médica, como citicolina, zalcitabina, estavudina, lamivudina, zidovudina ou com ribavirina.

Etna injetável não deve ser administrado em conjunto com alguns medicamentos ou substâncias sem orientação médica, como citicolina, cimetidina, propranolol, metropolol, nadolol,zalcitabina, estavudina, zidovudina, lamivudina, ribavirina,amprenavir, atazanavir, ritonavir, cisatracúrio, succinilcolina, diidroergotamina, eritromicina, óxido nitroso, fenitoína, propafenona e propofol.

Etna engorda?

Não, Etna não engorda pois este efeito colateral não é descrito na bula.

Laboratório

Laboratório Gross S.A.

- SAC: 0800-7097770

Dizeres Legais:

Reg. MS.: 1.0444.0050

Farm. Resp.: Marcio Machado

publicidade
< Etionamida < Etna > Etomidato >