Estriopax

Bula do remédio Estriopax. Classe terapêutica dos Estrogênios e Hormônios. Princípios Ativos Estriol.

Indicação

Para que serve?

Estriopax é indicado como de Terapia de Reposição Hormonal para o tratamento de queixas da menopausa e para melhorar a cicatrização após cirurgias vaginais e auxiliar na avaliação da secreção vaginal em mulheres na pós-menopausa, em mulheres.

Posologia

Como usar?

O tratamento com Estriopax, deve ser decidido e indicado pelo seu médico, pois depende do tipo de problema a tratar e da responta individual de cada paciente ao tratamento.

Aplicar o conteúdo de 1 aplicador cheio, cerca de 0,5 grama de creme vaginal, na vagina, 1 vez por dia, de preferência ao deitar.

Estriopax pomada vaginal deve ser administrado do seguinte modo: retirar a tampa da bisnaga e encaixar o aplicador no bico da bisnaga, rosqueando-o. Seguidamente, encher o aplicador com o creme, puxando o êmbolo e apertando suavemente a bisnaga. Por fim, introduzir cuidadosamente o aplicador cheio na vagina, de preferência na posição deitada com as pernas abertas e elevadas, e pressione o êmbolo do aplicador para transferir o conteúdo para a vagina.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Alguns dos efeitos colaterais de Estriopax podem incluir irritação ou coceira no local de aplicação, inchaço e aumento da sensibilidade das mamas, retenção de líquidos, tumores benignos ou malignos dependentes de hormônios, como câncer de endométrio, infarto do miocárdio, derrame cerebral, doença da vesícula biliar, problemas cutâneos ou subcutâneos, como pigmentação castanha da pele, tromboembolia venosa ou mesmo aparecimento de câncer de mama.

publicidade

Contraindicações

Quando não devo usar?

Estriopax está contraindicado para homens, mulheres grávidas ou amamentando, mulheres com câncer da mama ou suspeitas de câncer da mama, suspeita de tumor dependente de estrogênio como câncer da camada interna do útero, mulheres com sangramento vaginal anormal, crescimento anormal da camada interna do útero, pacientes com historial de problemas de circulação sanguínea ou coágulos de sangue nas artérias como angina do peito, derrame cerebral ou um infarto do miocárdio, pacientes com problemas ou doença no fígado ou porfiria e para pacientes com alergia ao Estriol ou a outros componentes da fórmula.

Farmacocinética

Como funciona?

Estriopax é um medicamento que tem na sua composição Estriol, um hormônio feminino que é produzido no próprio organismo pelos ovários.

Quando a mulher fica mais velha, por volta dos 50 anos, os ovários gradativamente produzem menos estrogênios, sendo este período conhecido como menopausa. Durante este período, a deficiência de estrogênios pode provocar diferentes sintomas ou alterações na mulher, como fazer com que a parede da vagina se torne fina e seca, relação sexual dolorosa e aparecimento de prurido, infecções vaginais, incontinência urinária, cistites repetidas, irritação vaginal e ondas de calor. Assim, Estriopax por ser um medicamento contendo estrogênio, pode ser utilizado no tratamento deste tipo de queixas, associadas ou período de menopausa na mulher.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Antes de usar Estriopax, deverá falar com o seu médico se tiver fibrose uterina, endometriose, coágulos nos vasos sanguíneos como episódios de trombose, trombose venosa profunda, embolia pulmonar, tiver historial familiar de câncer dependente de estrogênio como câncer da mama, tiver pressão arterial elevada, doença cardíaca, doenças ou problemas no fígado ou rins, diabetes, pedras na vesícula, enxaqueca ou dores de cabeça intensas, tiver lúpus eritematoso sistêmico, hiperplasia do endométrio, epilepsia, asma, surdez hereditária, estiver com infecção vaginal ou se estiver a tomar outros medicamentos.

Durante o tratamento com Estriopax, caso fique com a pele amarelada, problemas no fígado, pressão arterial elevada, enxaqueca ou dor de cabeça grave pela primeira vez ou se ficar grávida, deve interromper o tratamento e consultar o seu médico.

Estriopax é um medicamento utilizado em Terapia de Reposição Hormonal, sendo que, antes de iniciar o tratamento com Estriopax deve falar com o seu médico sobre os riscos associados a este tipo de tratamento. Além disso, durante o tratamento com Estriopax é recomendada a realização de exames médicos de rotina.

Durante o tratamento com Estriopax, evite a utilização de diafragmas e preservativos, uma vez que os tratamentos vaginais tópicos podem danificar a borracha, o látex, destes métodos contraceptivos. Além disso, evite também a utilização de espermicidas, pois os tratamentos vaginais tópicos podem inativar os espermicidas.

O tratamento com Estriopax​ nunca deve ser interrompido sem conhecimento do seu médico e os horários, as doses e duração do tratamento devem ser rigorosamente respeitados.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Em caso de utilização excessiva ou ingestão acidental de Estriopax, deve dirigir-se ao hospital mais próximo, levando a embalagem ou bula do medicamento. Alguns dos efeitos mais comuns que pode sentir após a toma excessiva de Estriopax podem ser náusea, vômito e sangramento.

Composição

Estriopax por cada 1 grama de creme vaginal contém:

Estriol __________________________________________ 1 mg
Excipientes _______________________________________ 1 g

(Excipientes: petrolato líquido, metilparabeno, propilparabeno, cera emulsificante aniônica, butil-hidroxianisol, ácido
cítrico, água).

Interações Medicamentosas

Estriopax não deve ser administrado em conjunto com alguns medicamentos ou substâncias sem orientação médica, como medicamentos para a epilepsia como barbituratos, hidantoína ou carbamazepina, medicamentos para infecções como griseofulvina ou rifamicina, medicamentos para infecções virais como nevirapina, efavirenz, ritonavir ou nelfinavir, preparações fitoterápicas com erva de São João ou Hypericum Perforatum ou juntamente com algum medicamento contendo corticosteroides como succinilcolina, teofilinas ou troleandomicina.

O que devo fazer quando eu me esquecer de usar este medicamento?

Caso ocorra o esquecimento da administração de uma dose de Estriopax deverá aplicar a dose esquecida logo que se lembre, desde que não seja no mesmo dia da dose seguinte. Caso apenas se lembre no dia seguinte, deve saltar a dose esquecida e tomar apenas a dose do horário seguinte. As doses de Estriopax nunca devem ser administradas a dobrar ou em horários muito próximos.

Laboratório

Neo Química

Laboratório Neo Química Com. e Ind. Ltda.: - SAC: 0800 97 99 900

O genérico de Estriopax é o Estriol, porém outros remédios utilizados como Terapia de Reposição Hormonal podem ser Ovestrion ou Stele.

Dizeres Legais:

M.S. nº: 1.5584.0239

Farm. Resp.: Dr. Marco Aurélio Limirio G. Filho

publicidade
< Estreva gel < Estriopax > Estrofem >