Dorflex

Bula do remédio Dorflex. Classe terapêutica dos Analgésicos e Relaxantes musculares. Princípios Ativos Dipirona Sódica, citrato de orfenadrina e Cafeína Anidra.

Indicação

Para que serve?

Dorflex comprimidos ou solução oral, é indicado para o alivio de dores cabeça tensionais e de dores associadas a contraturas musculares, decorrentes de processos traumáticos ou inflamatórios.

Uso Adulto - Uso Oral

Posologia

Como usar?

Dorflex comprimidos: a dose recomendada de Dorflex comprimidos para adultos é de 1 a 2 comprimidos, 3 a 4 vezes ao dia, nunca excedendo a dose máxima de 8 comprimidos por dia. Os comprimidos devem ser engolidos inteiros, sem partir ou mastigar, com um copo de água e com ou sem alimentos.

Dorflex solução oral: a dose recomendada de Dorflex solução oral para adultos é de 30 a 60 gotas, 3 a 4 vezes ao dia, nunca excedendo a dose máxima de 240 gotas por dia.

Dorflex solução oral deve ser administrado de acordo com as seguintes instruções de utilização: começar por colocar o frasco na posição vertical com a tampa para o lado de cima, girando em seguida a tampa de forma a romper o lacre. Para fazero gotejamento, deverá virar o frasco com o conta-gotas para o lado de baixo, batendo levemente com o dedo no fundo do frasco.

Os horários, as doses e duração do tratamento com Dorflex devem ser rigorosamente respeitados.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Alguns dos efeitos colaterais mais comuns de Dorflex incluem: secura na boca, redução ou aumento do ritmo cardíaco, arritmias cardíacas, palpitações, sede, diminuição da sudorese, retenção ou hesitação urinária, visão borrada, dilatação da pupila, aumento da pressão intraocular, fraqueza, enjoos, vômitos, dor de cabeça, tonturas, constipação, sonolência, reações alérgicas, coceira, alucinações, agitação, tremor, irritação gástrica e raramente urticária ou outras dermatoses.

publicidade

Contraindicações

Quando não devo usar?

A administração de Dorflex é contraindicada nos seguintes casos: a pacientes com alergia aos derivados de pirazolonas ou a pirazolidinas ou a outros componentes da fórmula, a mulheres grávidas durante os 3 últimos meses da gravidez ou amamentando, a crianças com menos de 12 anos de idade, a pacientes com glaucoma, obstrução pilórica ou duodenal, acalasia no esôfago, úlcera péptica estenosante, hipertrofia prostática, obstrução do colo da bexiga, a pacientes com miastenia grave, a pacientes com doenças metabólicas como porfiria aguda do fígado intermitente e deficiência congênita da glicose-6-fosfato-desidrogenase, a pacientes com função da medula óssea insuficiente ou doenças do sistema hematopoiético e a pacientes que tenham desenvolvido broncoespasmo ou outras reações anafiláticas com analgésicos como salicilatos, paracetamol, diclofenaco, ibuprofeno, indometacina e naproxeno.

Farmacocinética

Como funciona?

Dorflex tem na sua composição 3 compostos, Citrato de Orfenadrina, Dipirona Sódica e Cafeína Anidra, responsáveis pelas suas propriedades analgésicas e relaxantes musculares. O citrato de orfenadrina, uma droga anticolinérgica com ação central e propriedades anti-histamínicas fracas, é capaz de auxiliar no alívio da dor associada a contraturas musculares de origem traumática ou inflamatória. A Orfenadrina não atua diretamente na contratura muscular, uma vez que o seu mecanismo de ação não está totalmente esclarecido, mas parece atuar através das suas propriedades analgésicas. A ação analgésica da Orfenadrina é potencializada pela Dipirona Sódica, um derivado pirazolônico não-narcótico, e pela Cafeína Anidra, ambos presentes na fórmula de Dorflex.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Antes de tomar Dorflex deverá falar com o seu médico ou cirurgião-dentista se: estiver nos primeiros 3 a 6 meses de gravidez, estiver a tomar propoxifeno ou fenotiazínicos, tiver o habito de a consumir álcool com frequência, tiver ou aparentar alergia atópica ou asma, estiver a tomar outros medicamentos, tiver taquicardia, arritmias cardíacas, insuficiência coronária ou descompensação cardíaca, tiver deficiência de protrombina, tiver asma analgésica ou intolerância analgésica do tipo urticária-angioedema, tiver asma brônquica, tiver urticária crônica, tiver intolerância ao álcool, tiver intolerância a corantes ou a conservantes e se tiver doença grave das artérias coronarianas ou obstrução relevante dos vasos sanguíneos que irrigam o cérebro.

Dorflex não deve ser administrado para o tratamento de rigidez muscular associada ao uso de antipsicóticos.

Para o caso de tratamentos prolongados com Dorflex, é aconselhado um controlo regular do perfil das características do sangue, devendo ser realizados hemogramas e exames que permitam o controlo da função do fígado e dos rins, e para casos em que Dorflex seja administrado juntamento com dipirona sódica é recomendada uma monitorização regular das concentrações de Ciclosporina.

Pacientes idosos e pacientes debilitados podem ser mais sensíveis aos efeitos de Dorflex, podendo sentir um certo grau de confusão mental, sendo recomendada a monotorização da função do fígado e dos rins.

A Orfenadrina, presente na fórmula de Dorflex, pode prejudicar ou influenciar a capacidade do paciente para operar máquinas ou conduzir veículos.

Dorflex apenas é indicado para administração via oral, pelo que nunca deve ser administrado por vias não recomendadas.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Em caso de toma excessiva de Dorflex deve suspender a medicação, guardar repouso e dirigir-se ao hospital mais próximo, o mais rápido possível, levando a embalagem ou bula do medicamento. Alguns dos efeitos mais comuns que pode sentir após a toma excessiva de Dorflex, incluem: náuseas, vômito, dor abdominal, deficiência da função dos rins ou insuficiência dos rins aguda, sintomas relacionados com o sistema nervoso central como vertigem, sonolência, coma, convulsões, queda da pressão sanguínea, arritmias cardíacas como taquicardia ou excreção de Ácido Rubazônico que pode provocar coloração avermelhada na urina. A Orfenadrina, presente na composição de Dorflex, é uma droga potencialmente tóxica e há relatos de mortes associadas à superdose devida à ingestão de 2 a 3 g de uma só vez.

Composição

Dorflex Coprimidos:

Cada comprimido de Dorflex tem na sua composição:
citrato de orfenadrina ___________________________ 35 mg
dipirona sódica monoidratada ___________________ 300 mg
cafeína anidra _________________________________ 50 mg
excipientes q.s.p ________________________ 1 comprimido

(Excipientes: amido de milho, amidoglicolato de sódio, talco e estearato de magnésio).

Dorflex Solução Oral:

Cada 1 ml de Dorflex solução oral tem na sua composição:
citrato de orfenadrina ___________________________ 35 mg
dipirona sódica monoidratada ___________________ 300 mg
cafeína anidra _________________________________ 50 mg
veículos q.s.p __________________________________ 1 ml

(Veículos: benzoato de sódio, propilenoglicol, bissulfito de sódio anidro, essência de menta e água purificada).

O que devo fazer quando eu me esquecer de usar este medicamento?

Caso ocorra o esquecimento da administração de uma dose de Dorflex, de acordo com os sintomas exibidos, deverá reintroduzir a medicação respeitando sempre os horários e intervalos recomendados.

As doses de Dorflex nunca devem ser administradas a dobrar ou em horários muito próximos.

Interações Medicamentosas

Dorflex não deve ser administrado juntamente com alguns medicamentos sem orientação médica, como é o caso de medicamentos contendo Propoxifeno e Fenotiazínicos como a Clorpromazina.

A Orfenadrina, presente em Dorflex, não controla a discinesia tardia associada ao uso prolongado de antipsicóticos e o seu uso pode aumentar os sintomas de liberação extrapiramidal associados a estas drogas.

Laboratório

Sanofi-Aventis

Sanofi - Aventis Farmacêutica Ltda.: - SAC 0800 703 0014

Dizeres Legais

Registo MS: 1.1300.0183
Farm. Resp.: Antonia A. Oliveira

publicidade
< Doretrim < Dorflex > Doribel >