Clofen S

Bula do remédio Clofen S. Classe terapêutica dos Anti-inflamatórios não esteróides. Princípios Ativos Diclofenaco Sódico.

Indicação

Para que serve Clofen S?

Clofen S é indicado no tratamento de:

Espondilite anquilosante; osteoartrose e espondilartrites.

Síndromes dolorosas da coluna vertebral.

Reumatismo não-articular.

Crises agudas de gota.

Inflamações pós-traumáticas e pós-operatórias dolorosas e edema, como por exemplo, após cirurgia dentária ou ortopédica.

Condições inflamatórias e/ou dolorosas em ginecologia, como por exemplo, dismenorreia primária ou anexite. Como adjuvante no tratamento de processos infecciosos acompanhados de dor e inflamação de ouvido, nariz ou garganta, como por exemplo, faringoamigdalites, otites.

Uso adulto e pediátrico acima de 14 anos - Uso oral

Farmacocinética

Como funciona este medicamento?

Clofen S possui um rápido início de ação.

O diclofenaco é rápida e completamente absorvido a partir dos comprimidos.

A absorção inicia-se imediatamente após a administração.

Posologia

Como usar Clofen S?

Adultos:

A dose inicial diária recomendada é de 100 a 150 mg.

Em casos mais leves, bem como para pacientes acima de 14 anos de idade, 75 a 100 mg/dia são em geral suficientes.

A dose diária prescrita deve ser fracionada em duas a três tomadas.

No tratamento da dismenorreia primária, a dose diária que deve ser individualmente adaptada é geralmente de 50 a 150 mg.

Inicialmente, a dose de 50 a 100 mg deve ser administrada e, se necessário, elevada no decorrer de vários ciclos menstruais, até o máximo de 200 mg/dia.

O tratamento deve ser iniciado aos primeiros sintomas e, dependendo da sintomatologia, pode continuar por alguns dias.

Os comprimidos devem ser tomados com um pouco de líquido e de preferência antes das refeições

publicidade

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Clofen S é geralmente bem tolerado. Porém podem ocorrer ocasionalmente reações desagradáveis, tais como:

Dor de estômago, náuseas, vômitos, diarreia, má digestão, prisão de ventre, falta de apetite, dor de cabeça, tontura e vermelhidão da pele.

Caso ocorra qualquer reação, avise seu médico, ele lhe dará a orientação adequada.

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

Clofen S está contraindicado nos casos de úlcera gástrica e intestinal e alergia ao diclofenaco.

Clofen S é também contraindicado para pacientes que têm crises de asma, urticária e rinite aguda quando tomam ácido acetilsalicílico (ex.: aspirina).

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

Antes de iniciar o tratamento com o Clofen S, o paciente deve informar ao médico se tem problemas de estômago e de intestino, suspeita de úlcera, colite ulcerativa, doença de Crohn, doença grave do fígado, doença de rim e de coração e se for paciente idoso.

Pacientes que apresentarem vertigens durante o uso do medicamento deverão evitar operar máquinas e dirigir veículos.

Devem ser feitos exames de sangue durante tratamentos longos.

Clofen S contém o corante amarelo de Tartrazina que pode causar reações de natureza alérgica, entre as quais asma brônquica, especialmente em pessoas alérgicas ao ácido acetilsalicílico.

Atenção: Este medicamento contém Açucar, portanto, deve ser usado com cautela em portadores de Diabetes.

Interações Medicamentosas

  • Lítio, digoxina: Clofen S pode elevar as concentrações plasmáticas de lítio e digoxina.
  • Diuréticos: assim como outros AINEs, Clofen S pode inibir a atividade de diuréticos. O tratamento concomitante com diuréticos poupadores de potássio pode estar associado à elevação dos níveis séricos de potássio, os quais devem, portanto, ser monitorados.
  • Anti-inflamatórios não-esteróides (AINEs): a administração concomitantemente de AINEs sistêmicos pode aumentar a frequência de reações adversas.
  • Anticoagulantes: embora as investigações clínicas não pareçam indicar que Clofen S apresente uma influência sobre o efeito de anticoagulantes, existem relatos de uma elevação no risco de hemorragias com o uso combinado de diclofenaco e terapia anticoagulante. Nestes casos, consequentemente, é recomendável uma monitoração dos pacientes.
  • Antidiabéticos: estudos clínicos demonstraram que Clofen S pode ser administrado juntamente com hipoglicemiantes orais sem influenciar seus efeitos clínicos. Entretanto existem relatos isolados de efeitos hipo e hiperglicemiantes na presença de Clofen S, determinando a necessidade de ajuste ​posológico dos agentes hipoglicemiantes.
  • Metotrexato: deve-se tomar cuidado quando AINEs forem administrados menos de 24 horas antes ou após tratamento com metotrexato, uma vez que a concentração sérica deste pode se elevar aumentando assim a sua toxicidade.
  • Ciclosporina: os efeitos dos AINEs sobre as prostaglandinas renais podem aumentar a nefrotoxicidade da ciclosporina.
  • Antibacterianos quinolônicos: têm ocorrido relatos isolados de convulsões que podem estar associadas ao uso concomitante de quinolonas e AINEs.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Não há quadro clínico típico associado a superdosagem com diclofenaco.

As seguintes medidas terapêuticas podem ser tomadas em casos de superdosagem:

A absorção deve ser evitada o mais rápido possível após a superdosagem, por meio de lavagem gástrica e de tratamento com carvão ativado.

Tratamento sintomático e de suporte deve ser administrado em caso de complicações, tais como: hipotensão, insuficiência renal, convulsões, irritação gastrintestinal e depressão respiratória.

Medidas específicas, tais como: diurese forçada, diálise ou hemoperfusão provavelmente não ajudam na eliminação de agentes anti-inflamatórios não-esteróides devido ao seu alto índice de ligação a proteínas e metabolismo extenso.

Composição

Cada comprimido revestido contém:

diclofenaco sódico..............................................................................................50 mg

Excipientes.................................................q.s.p..........................................1 comprimido.

Celulose microcristalina, lactose, croscarmelose sódica, dióxido de silício coloidal, estearato de magnésio, talco, álcool etílico, água deionizada, sacarose, corante amarelo tartrazina, corante azul indigotina, povidona, cera de abelha, cera de carnaúba, álcool isopropílico, goma laca, goma arábica e carbonato de cálcio.

Apresentação:

Comprimidos revestidos: Caixa com 10, 20 e 1000 comprimidos.

Armazenamento

Onde como e por quanto tempo posso guardar este medicamento?

Conservar em temperatura ambiente (entre 15º e 30º C).

Proteger da luz e umidade.

Laboratório

Cimed Ind. de Medicamentos Ltda.

SAC: 0800 704 46 47

Dizeres Legais

Reg. MS 1.0481.0044

Farm. Resp.: Cristiano de Souza Dias - CRF-SP nº 33.483

SAC: 0800 7044647

publicidade