Celebra

publicidade

Bula do remédio Celebra.

Indicação

Para que serve Celebra?

Alívio dos sinais e sintomas de osteoartrite; alívio dos sinais e sintomas de artrite reumatóide em adultos.

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

Hipersensibilidade a qualquer ingrediente do produto. Conhecida hipersensibilidade a sulfonamidas.

Posologia

Como usar Celebra?

Adultos: osteoartrite: a dose recomendada de Celebra para o tratamento de sinais e sintomas da osteoartrite é de 200 mg administrados como uma única dose ou divididos em duas doses. Foram estudadas doses de até 400 mg ao dia. Artrite reumatóide: a dose recomendada de Celebra para o tratamento de sinais e sintomas da artrite reumatóide é de 100 ou 200 mg, duas vezes ao dia. Foram estudadas doses de até 800 mg ao dia. Idosos: não há necessidade de ajuste de dose. Comprometimento hepático: não há necessidade de ajuste de dose em pacientes com comprometimento hepático leve ou moderado. Não há experiência clínica com comprometimento hepático grave. Comprometimento renal: não há necessidade de ajuste de dose em pacientes com comprometimento renal leve ou moderado. Não existe experiência clínica em pacientes com comprometimento renal grave. Crianças: Celebra ainda não foi estudado em indivíduos com menos de 18 anos de idade. Superdosagem: não há experiência clínica com superdosagem. Doses únicas de até 1.200 mg e doses múltiplas de até 600 mg, duas vezes ao dia, foram administradas em indivíduos saudáveis sem efeitos adversos clinicamente significantes. Na eventualidade de uma suspeita de superdosagem, deve-se fornecer assistência médica de apoio pertinente. É improvável que a diálise seja um método eficiente de remoção da droga.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

SNC: cefaléia, vertigem.. Gastrintestinal: prisão de ventre, náuseas, dor abdominal, diarréia, dispepsia, flatulência, alterações dentárias, vômitos. Respiratório: bronquite, tosse, faringite, rinite, sinusite, infecção do trato respiratório superior. Outros: artralgia, dor lombar, insônia, mialgia, dor, dor periférica, prurido, ferimento acidental, agravamento de alergia, sintomas semelhantes aos da gripe, edema periférico, erupção cutânea, infecção do trato urinário. Não se estabeleceu nenhuma relação causa-efeito do Celebra com quaisquer eventos fatais, graves ou raros observados em estudos clínicos envolvendo exposição de mais de 3000 pacientes-ano.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

Celecoxib contém uma porção de sulfonamida. Em testes clínicos, Celebra não induziu broncoespasmo em pacientes com asma. Contudo, Celebra não foi avaliado em pacientes nos quais ataques de asma, urticária ou rinite alérgica tenham sido desencadeados por aspirina ou agentes antiinflamatórios não-esteróides. O uso em tais pacientes deve ser evitado até que haja mais informações disponíveis. - Interações medicamentosas: estudos in vitro e in vivo indicam que celecoxib é metabolizado principalmente pelo citocromo P450 CYP2C9. Em voluntários saudáveis do sexo masculino, o metabolismo de celecoxib foi inibido pelo fluconazol (um inibidor do CYP2C9) resultando, praticamente, no dobro da concentração plasmática sem nenhuma alteração significativa no Tmáx e T1/2. Cetoconazol (um inibidor de CYP3A4) não exibe interação importante com Celebra. Antiácidos (alumínio e magnésio) reduzem o grau de absorção de celecoxib em 10%, que não produz efeito clinicamente relevante. Em estudos específicos em voluntários saudáveis com outros agentes metabolizados pelo CYP2C9, constatou-se que Celebra não produz interação farmacocinética clinicamente significativa com a fenitoína ou a tolbutamida e nenhuma alteração da farmacocinética ou farmacodinâmica da warfarina. Em pacientes com artrite reumatóide, que vinham recebendo uma dose estável de metotrexate, há pelo menos 3 meses, a administração concomitante de Celebra durante 7 dias mostrou que não houve nenhum efeito significativo sobre a biodisponibilidade e a depuração renal do metotrexate total. Em voluntários saudáveis, Celebra não exibiu efeitos clinicamente significativos sobre a farmacocinética do lítio, que é uma droga de eliminação renal. Celebra exibe ligação a proteínas independentemente da concentração, não tendo sido constatada nenhuma interação com os fármacos warfarina e gliburida/glibenclamida, que têm elevada ligação protéica. - Gravidez e lactação: não existem informações sobre uso em mulheres grávidas. Celebra só deverá ser utilizado durante a gravidez se os benefícios potenciais prevalecerem sobre o risco ao feto. Celecoxib não apresenta efeito adverso sobre o parto, nem provoca distocia. Estudos pré-clínicos indicam que celecoxib atravessa a placenta. Uso em lactação: por não ter sido realizado nenhum estudo em seres humanos, Celebra não deve ser utilizado durante a lactação. - Efeitos na capacidade de dirigir e usar máquinas: o efeito de Celebra sobre a capacidade de dirigir ou usar máquinas não foi estudado, mas com base em suas propriedades farmacodinâmicas e perfil global de segurança, é improvável a existência de qualquer efeito.

Composição

Cada cápsula de Celebra contém: celecoxib 100mg ou 200 mg. Excipientes: lactose monoidratada, laurilsulfado de sódio, povidone, croscarmelose de sódio, estearato de magnésio, gelatina, dióxido de titânio e corante.

Apresentação

Caixa com 10 ou 20 cápsulas de 100 mg; caixa com 10 cápsulas de 200 mg.

Laboratório

Searle Monsanto do Brasil Ltda.

publicidade