Blenoxane

Bula de Blenoxane

Bula do remédio Blenoxane. Classe terapêutica dos Antibióticos Sistêmicos e Antineoplásicos. Princípios Ativos Bleomicina.

publicidade

Indicação

Para quê serve Blenoxane?

BLENOXANE demonstrou ser útil no tratamento das seguintes neoplasias, como agente isolado ou em associação a outros agentes quimioterápicos:
Carcinoma espinocelular de cabeça e pescoço incluindo boca, língua, amígdalas, nasofaringe, orofaringe, seios paranasais, palato, lábios, mucosa bucal, gengiva, epiglote, laringe; pele; pênis; colo uterino e vulva. A resposta ao BLENOXANE é menor nos pacientes portadores de câncer de cabeça e pescoço submetidos previamente à irradiação.

Linfomas : Doença de Hodgkin e linfoma não-Hodgkin.

Carcinoma de testículo : células embrionárias, coriocarcinoma e teratocarcinoma.

Derrame pleural maligno : BLENOXANE, quando administrado por injeção intrapleural, mostra-se útil no tratamento do derrame pleural maligno e na prevenção de derrames pleurais recorrentes.

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

BLENOXANE é contraindicado para pacientes que apresentam hipersensibilidade a esta droga.

Posologia

Como usar Blenoxane?

Devido à possibilidade de ocorrer reação anafilática, os pacientes portadores de linfoma devem ser tratados com 2 unidades ou menos nas duas primeiras doses. Se não ocorrerem reações agudas, seguir o esquema normal de dosagem.

Recomendam-se os seguintes esquemas :
Carcinoma espinocelular, linfoma não-Hodgkin e carcinoma de testículo
0,25 a 0,50 unidades/kg (10 a 20 unidades/m 2 ), administradas por vias intravenosa, intramuscular ou subcutânea, uma ou duas vezes por semana.

Doença de Hodgkin
0,25 a 0,50 unidades/kg (10 a 20 unidades/m 2 ) administradas por vias intravenosa, intramuscular ou subcutânea, uma ou duas vezes por semana. Após a obtenção de 50% de resposta, administrar uma dose de manutenção de 1 unidade diária ou 5 unidades por semana via I.V. ou I.M.

Efeitos Colaterais

Quais os males que este medicamento pode me causar?

Pulmonares
A toxicidade pulmonar é potencialmente o efeito colateral mais sério de BLENOXANE.

Devido à falta de especificidade da síndrome clínica, a identificação dos pacientes portadores de toxicidade pulmonar devido ao BLENOXANE é extremamente difícil. O primeiro sintoma associado com a toxicidade pulmonar é a dispnéia e os primeiros sinais são os estertores finos.

Radiograficamente, a pneumonite induzida pelo BLENOXANE produz opacidades não-específicas, geralmente dos campos pulmonares inferiores. As alterações mais comuns dos testes da função pulmonar são a diminuição do volume pulmonar total e diminuição da capacidade vital. Estas alterações não são fatores indicativos do desenvolvimento de fibrose pulmonar.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

Carcinogênese, mutagênese e comprometimento da fertilidadde
O potencial carcinogênico da bleomicina em humanos não é conhecido. Dado o seu mecanismo de ação, deve ser considerado como um possível carcinógeno em humanos. A bleomicina demonstra ser mutagênica nos testes in vitro e in vivo. A bleomicina é teratogênica em ratos e camundongos que receberam a droga durante a organogênese. Os efeitos de BLENOXANE sobre a fertilidade não foram estabelecidos.

Lactação
Não se sabe se o BLENOXANE é excretado no leite humano. Pelo fato de muitas drogas serem excretadas no leite humano e devido ao potencial de BLENOXANE em provocar graves reações adversas em lactentes, deve-se ponderar entre descontinuar a amamentacão ou o tratamento, levando-se em consideração a importância da droga para a mãe.

Apresentação

BLENOXANE 15 U é apresentado em caixas com 1 ampola ou frasco-ampola e em embalagens com 10 ampolas.

Laboratório

Bristol-Myers Squibb Farmacêutica S.A.

SAC: 0800 727 6160

publicidade