Berlison

Bula de Berlison

Bula do remédio Berlison. Classe terapêutica dos Corticosteroides Topicos. Princípios Ativos Hidrocortisona, Cloranfenicol e Hexaclorofeno.

publicidade

Indicação

Para quê serve Berlison?

Berlison é indicado para o tratamento de doenças inflamatórias e alérgicas da pele que respondem ao tratamento com corticosteróides administrados diretamente na pele como, por exemplo, dermatites, eczemas, vermelhidão provocada por sol, queimadura de primeiro grau e picadas de inseto.

Uso adulto e pediátrico - Uso Uso tópico (não oftálmico)

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

Berlison (acetato de hidrocortisona) não deve ser aplicado quando existir processos decorrentes de tuberculose ou síflis na área a ser tratada, doenças causadas por vírus (por exemplo, varicela, herpes zoster), rosácea, dermatite perioral, reações após aplicação de vacina na área a ser tratada, hipersensibilidade (alergia) à hidrocortisona ou a qualquer um dos componentes do produto.

Farmacocinética

Como funciona este medicamento?

Berlison (acetato de hidrocortisona) é um medicamento que se apresenta nas formas de pomada e creme e que possui em sua composição o acetato de hidrocortisona, que é um corticosteróide para utilização tópica no tratamento de distúrbios da pele.

Posologia

Como usar Berlison?

Salvo recomendação médica em contrário, aplicar uma camada fina de Berlison (acetato de hidrocortisona) 2-3 vezes por dia, esfregando suavemente; após melhora do quadro clínico uma aplicação por dia é suficiente na maioria dos casos.

Em bebês e crianças de até 4 anos de idade, o produto não deve ser aplicado por período superior a 3 semanas, especialmente em áreas cobertas por fraldas.

Efeitos Colaterais

Quais os males que este medicamento pode me causar?

Sintomas locais como coceira, ardor, vermelhidão ou formação de bolhas na área afetada da pele podem ocorrer em casos isolados durante o tratamento com
Berlison (acetato de hidrocortisona).

Quando produtos contendo corticóides são utilizados em áreas extensas do corpo (aproximadamente 10% ou mais) ou por períodos prolongados (mais de 4 semanas) podem ocorrer sintomas locais, tais como atrofia da pele, dilatação dos capilares ou dos pequenos vasos previamente existentes em uma determinada parte do corpo, estrias, alterações da pele que lembram acne e efeitos relacionados ao organismo como um todo devido à absorção do medicamento.

Em casos raros, podem ocorrer reação inflamatória dos folículos pilosos, inflamação da pele ao redor da boca, crescimento de pêlos em excesso e reações alérgicas da pele a qualquer um dos componentes do produto.

Não se podem excluir reações adversas em recém-nascidos cujas mães tenham sido tratadas em áreas extensas ou por período prolongado durante a gestação ou amamentação (por exemplo, redução da função adrenocortical, quando aplicado durante as últimas semanas de gestação).

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

No caso de doenças da pele infeccionadas por bactérias e/ou por fungos, deve-se usar também o medicamento antiinfeccioso específico.

Se ocorrer ressecamento excessivo da pele durante o uso do produto, consulte seu médico.

Em bebês e crianças de até 4 anos de idade, o produto não deve ser aplicado por período superior a 3 semanas, especialmente em áreas cobertas por fraldas.

Pode ocorrer glaucoma em usuários de corticosteróides tópicos, por exemplo após administração de doses elevadas ou em áreas extensas por período prolongado, uso de bandagem oclusiva ou aplicação sobre a pele ao redor dos olhos.

Berlison na gravidez e amamentação: estudos com esta classe de substâncias (glicocorticóides) realizados em animais mostraram toxicidade reprodutiva.

Como regra geral, preparações tópicas contendo corticóides não devem ser aplicadas durante o primeiro trimestre de gravidez.

Particularmente, deve-se evitar o uso prolongado ou em área extensa.

Não se deve aplicar o produto sobre as mamas de mães que amamentam.

Interações Medicamentosas

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Composição

Berlison Pomada

Cada g de Berlison contém 10 mg de acetato de hidrocortisona (equivalente a 8,96 mg de hidrocortisona).

Excipientes: cera branca, anfocerina K, dehymuls E, lanolina, vaselina sólida, parafina líquida, perfume chipre, água purificada.

Berlison Creme

Cada g de Berlison contém 11,2 mg de acetato de hidrocortisona (equivalente a 10 mg de hidrocortisona).

Excipientes: estearato de polioxil 40, álcool estearílico, petrolato líquido, petrolato branco, edetato sódico, carbômer, hidróxido de sódio, metilparabeno, propilparabeno, água purificada.

Apresentação:

  • Berlison Pomada - cartucho contendo bisnaga com 15 g e 30 g
  • Berlison Creme - cartucho contendo bisnaga com 15 g e 30 g

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada deste medicamento?

Resultados de estudos de toxicidade aguda com outros corticosteróides não indicaram qualquer risco de intoxicação aguda após aplicação tópica de uma superdose (aplicação em área extensa sob condições favoráveis de absorção) ou após ingestão oral acidental.

Armazenamento

Onde como e por quanto tempo posso guardar este medicamento?

O medicamento deve ser mantido em temperatura ambiente (entre 15 °C e 30 °C).

Aspecto físico: creme branco; pomada branca

Laboratório

Intendis do Brasil Farmacêutica Ltda.

SAC: 0800 724 4444 

Dizeres Legais

MS – 1.6204.0003
Farm. Resp.: Gisélle Bunn - CRF-SP nº 30864

publicidade