Ascaridil

publicidade

Bula do remédio Ascaridil. Classe terapêutica dos Antihelminticos. Princípios Ativos Levamisol.

Indicação

Para que serve Ascaridil?

Terapêutica especifica da ascaridíase.

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

Hipersensibilidade ao levamisol. Não há outras contra-indicações absolutas ao uso do ASCARIDIL*.

Posologia

Como usar Ascaridil?

Dose única: Lactentes até 1 ano: 40 mg (1/2 comprimido para crianças). Crianças de 1 a 7 anos: 80 mg (1 comprimido para crianças). Crianças acima de 7 anos e adultos: 150 mg (1 comprimido para adultos). Não há necessidade do uso concomitante de laxativos nem de qualquer restrição alimentar, podendo ser tomado a qualquer hora. Entretanto para maior conveniência do paciente, recomenda-se sua administração preferencialmente ao deitar.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Em doses muito elevadas, efeitos tais como cefaléia, insônia, vertigem, convulsões, palpitações e transtornos gastrintestinais (náuseas; diarréias, vômitos e cólicas) podem ocorrer, porém desaparecem espontaneamente. Em casos de microfilariose concomitante, pode ocorrer febre. Casos raros de encefalopatia do tipo incidência tardia têm ocorrido. Foram reversíveis em sua maioria e um tratamento imediato com corticosteróides pode trazer algum beneficio. A relação com ASCARIDIL* ainda não foi definitivamente estabelecida.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

Administração de levamisol deve ser feita com cuidado em associação a produtos lipofílicos como: tetracloreto de carbono, tetracloroetileno, clorofórmio ou éter. O uso do levamisol como imunomodulador pode provocar reações alérgicas, incluindo leucopenia. A dose recomendada não deve ser ultrapassada.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Os seguintes efeitos tóxicos foram observados com doses superiores a 600 mg de levamisol: náuseas, letargia, cãibras, diarréia, cefaléia, vômito, vertigem, confusão. Uma possível atividade anticolinesterásica deve ser compensada com atropina. Pressão arterial e respiração devem ser controladas; não se deve administrar sedativos. As parasitoses intestinais são amplamente difundidas em todas as classes sociais, acometendo tanto adultos como crianças. Consulte regularmente seu médico.

Composição

Cada comprimido de 150 mg contém: Cloridrato de levamisol 150 mg. Excipientes: Amido, lactose, polivinilpirrolidona, estearato de magnésio. Cada comprimido de 80 mg contém: Cloridrato de levamisol 80 mg. Excipientes: Lactose, sacarina sódica, ciclamato de sódio, celulose microcristalina, amido, corante vermelho ponceau 4R, estearato de magnésio, talco.

Apresentação

Comprimidos de 150 mg (adultos):Embalagem com 100 comprimidos. Comprimidos de 80 mg (crianças): Embalagem com 100 comprimidos.

Interações Medicamentosas

Usar com cuidado em associação a medicamentos que afetam a hematopoese. Reações tipo dissulfiram foram descritas com o uso de álcool.

Laboratório

Cilag Farmacêutica Ltda.

publicidade