Artril 300

Bula de Artril 300

Bula do remédio Artril 300. Classe terapêutica dos Anti-inflamatórios. Princípios Ativos Ibuprofeno.

publicidade

Indicação

Para quê serve Artril 300?

Artril 300 (ibuprofeno) é utilizado em:

Lombalgia, mialgia, torcicolo, dor articular, artralgia, inflamação da garganta, dor muscular, dor na perna, dor varicosa, contusão, hematomas, entorses, tendinites, cotovelo de tenista, lumbago, dor pós-traumática, dor ciática, bursite, distensões, flebites superficiais, inflamações varicosas, quadros dolorosos da coluna vertebral, lesões leves oriundas da prática esportiva.

Uso adulto - Uso oral

Farmacocinética

Como funciona este medicamento?

Artril 300 atua sintomaticamente reduzindo a inflamação, a dor e a febre (mesmo de origem não inflamatória).

Seu efeito inicia-se 30 minutos após a ingestão, prolongando-se por 4 a 6 horas.

Posologia

Como usar Artril 300?

Dose média para adultos:

1 comprimido de Artril 300 (ibuprofeno), 2 a 3 vezes ao dia, segundo necessidade particular de cada caso.

Se necessário, um comprimido adicional poderá ser indicado ao deitar.

Para alívio da rigidez matinal, a primeira dose de cada dia deverá ser tomada logo após as refeições ou com leite.

A dose total diária não poderá ultrapassar 2400 mg.

Efeitos Colaterais

Quais os males que este medicamento pode me causar?

Informe ao seu médico o aparecimento de reações desagradáveis como náuseas, vertigens, dores de cabeça e erupções cutâneas; sangramento gastrointestinal, turvamento da visão, ganho de peso ou edema.

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

Artril 300 é contra-indicado em pacientes com hipersensibilidade ao ibuprofeno ou a qualquer componente da fórmula; pacientes que apresentarem sintomas como broncoespasmo, angioedema, polipose nasal, urticária e rinite desencadeados pela aspirina ou qualquer anti-inflamatório não hormonal; portadores de úlcera gastroduodenal e afecções cardíacas, renais e hepáticas graves e descompensadas.

Artril 300 na gravidez e lactação: O ibuprofeno não deve ser usado na gravidez e lactação.

Informe ao seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término.

Informar ao médico se está amamentando.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

A medicação deve ser suspensa se surgirem reações adversas de qualquer natureza. em tratamentos prolongados, recomenda-se o controle periódico do quadro sanguíneo.

Não se aconselha a ingestão conjunta de ibuprofeno e álcool ou alimentos que provoquem
irritação estomacal.

O ibuprofeno pode inibir a função plaquetária e prolongar o tempo de sangramento, sendo este efeito reversível. Assim, deve-se ter cautela em pacientes portadores de doenças intrínsecas da coagulação ou em uso de anticoagulantes.

Diminuição da acuidade visual e/ou visão turva, escotomas e alterações na visão em cores, foram relatados. se ocorrer qualquer destas reações na vigência do tratamento, o medicamento deve ser descontinuado e o paciente submetido a exame oftalmológico.

O ibuprofeno deve ser usado com cautela em pacientes com asma preexistente.

Não administrar em crianças com menos de 12 anos de idade, exceto sob orientação e acompanhamento médico.

Pacientes com insuficiência renal, insuficiência cardíaca, disfunção hepática, usuários de diuréticos e idosos possuem maior risco de toxicidade renal. Estes pacientes devem ser cuidadosamente observados.

Este medicamento pode ser utilizado em pacientes acima de 65 anos de idade, desde que observadas as contra-indicações, precauções, interações medicamentosas e efeitos colaterais.

Interações Medicamentosas

  • Associação com acetaminofen (paracetamol) aumenta o risco de efeitos nefrotóxicos.
  • Administração conjunta com corticoides, apesar de proporcionar benefício terapêutico e permitir redução da dose de corticosteroide, potencializa o risco de ulcerações ou hemorragia gastrointestinal.
  • Os digitálicos têm suas concentrações séricas aumentadas com a administração conjunta de ibuprofeno.
  • O uso concomitante de ibuprofeno com álcool, barbitúricos e anticonvulsivantes, aumenta o risco de complicações gastrointestinais e hepáticas.
  • Administração com furosemida pode reduzir o efeito natriurético da furosemida e dos tiazídicos em alguns pacientes.
  • O ibuprofeno e outros agentes anti-inflamatórios não esteroides reduzem a secreção tubular do metotrexato “in vitro”, podendo aumentar a toxicidade do metotrexato.
  • O uso concomitante de ibuprofeno e lítio produziu uma elevação clinicamente significativa dos níveis plasmáticos do lítio e redução no clearance do lítio renal.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada deste medicamento?

Promover esvaziamento gástrico através da indução do vômito ou lavagem gástrica, administrar carvão ativado e manter a produção de urina.

A hipotensão pode ser minimizada com a administração de líquidos por via endovenosa.

Composição

Cada comprimido contém 300 mg de ibuprofeno.

Excipientes: celulose microcristalina, dióxido de silício, estearato de magnésio, amidoglicolato de sódio, Eudragit, dióxido de titânio, polietilenoglicol, polissorbato, tri-etil citrato, talco, Antifoan, corante.

Apresentação:

Artril 300 (ibuprofeno) comprimido - embalagem com 20 comprimidos.

Armazenamento

Onde como e por quanto tempo posso guardar este medicamento?

Este produto deve ser conservado em sua embalagem, em local fresco e ao abrigo da luz e umidade.

Laboratório

Farmasa Laboratório Americano de Farmacoterapia S.A.

SAC: 0800-0114033

Dizeres Legais

MS nº 1.0394.0001

Farm. Resp.: J. G. Rocha - CRF/SP nº 4067

SAC:0800 0114033

publicidade