Antux

Bula de Antux

Bula do remédio Antux. Classe terapêutica dos Antitússigeno. Princípios Ativos levodropropizina.

publicidade

Indicação

Para quê serve Antux?

Terapia sintomática da tosse improdutiva, irritativa e seca, consequente à patologia obstrutiva (bronquite) e constritiva (laringite, traqueíte), e também de tosses associadas a processo de base infecciosa.

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

antux é contra-indicado em pacientes que apresentem hipersensibilidade a quaisquer dos componentes de sua fórmula. deve ser evitada a administração de antux em pa cientes com hipersecreção brônquica e função muco ciliar reduzida (síndrome de karta gener, dis cinesia ciliar) e em pacientes com insuficiência hepática severa.
Antux não deve ser utilizado durante a grávidez e lactação. Antux contém açúcar em sua formulação, por tanto, é contra-indicado em pacientes diabéticos.

Posologia

Como usar Antux?

Antux xarope:
Adultos e crianças acima de 12 anos de idade: 10 ml do xarope (um copo-medida), três vezes ao dia com intervalo não inferior a 6 horas entre as doses.

Crianças acima de 2 anos de idade: A dose pediátrica é de 1 mg/kg até três vezes ao dia, totalizando uma dose diária de 3 mg/kg.

Para conveniência, as seguintes doses aproximadas podem ser usadas:
10 – 20 kg: 3 ml do xarope até três vezes ao dia
21 – 30 kg: 5 ml do xarope até três vezes ao dia
Antux solução oral (gotas):
Crianças acima de 2 anos de idade: A posologia recomendada é de 1 mg/kg de peso corporal, até três vezes ao dia, totalizando uma dose diária de 3 mg/kg, ou a critério
médico. Cada ml contém 30 gotas e cada gota contém 1 mg. Por exemplo, uma criança com 15 kg receberia 15 gotas, até três vezes ao dia. O medicamento deve ser
administrado por via oral e as gotas devem ser preferencialmente diluídas em meio copo de água, antes da administração. Este medicamento deve ser administrado entre as refeições, uma vez que a sua interação com alimentos ainda não foi esta belecida. A dose máxima diária não deverá ultrapassar 120 gotas.

Durante o tratamento: O tratamento deve ser mantido de acordo com a prescrição médica até o desaparecimento da tosse. Entretanto, se após 4 a 5 dias de tratamento a tosse não desaparecer ou surgirem outros sintomas, deve-se procurar novamente orientação médica. A tosse é um sintoma e merece estudo para ser tratada de acordo com a patologia causal.

Efeitos Colaterais

Quais os males que este medicamento pode me causar?

Nos estudos clínicos controlados, 4 em 100 pacientes manifestaram efeitos transitórios indesejáveis, que desapareceram após a suspensão do tratamento. foram repor tados distúrbios gastrintestinais, tais como: náusea, pirose, dispepsia, desconforto abdominal, diarréia e vômito; distúrbios do sistema nervoso central, tais como:
cansaço e/ou as tenia, fadiga, sonolência, torpor, cefaléia e tonturas e distúrbios do sistema cardiovascular, tais como: cardiopatia e palpitação. em raríssimos casos foram observadas reações alérgicas cutâneas.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

Antux não deve ser utilizado por longo período. após breve período de tratamento sem resultados apreciáveis, o paciente deve consultar o médico. Embora antux possa raramente causar sedação, o paciente deve evitar dirigir veículos ou operar máquinas. o paciente deve ser informado quanto à possibilidade de
ocorrência deste efeito. O risco/benefício do uso de antux em crianças com idade inferior a 2 anos deve ser avaliado por um médico, pois a segurança e
eficácia não foram ainda estabelecidas. Este produto contém o corante amarelo de tartrazina que pode causar reações de natureza alérgica, entre as quais asma brônquica, especialmente em pessoas alérgicas ao ácido acetilsalicílico. Este medicamento não deve ser utilizado em crianças menores de 2 anos de idade. Atenção diabéticos: contém açúcar.

Precauções:
Em pacientes com insuficiência renal grave (“clearance” de creatinina abaixo de 35 ml/min) deve ser administrado com cautela após avaliação do Risco/benefício.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada deste medicamento?

Não há relatos de efeitos adversos com superdosagem de ANTUX até 240 mg em administrações únicas e até
120 mg, três vezes ao dia por 8 dias consecutivos. Em caso de superdosagem, pode ocorrer taquicardia leve e
transitória. Neste caso, proceder a lavagem gástrica, administrar carvão ativado, fluidos por via parenteral e
outras medidas de suporte.

Composição

Antux xarope:
Cada 5 ml contém:
levodropropizina......................................................30 mg
Excipientes: sorbitol, glicerol, álcool etílico, propilenoglicol, ciclamato de sódio, sacarina sódica diidratada, metilparabeno, citrato de sódio diidratado, propilparabeno, ácido cítrico, glicirrizinato monoamônico, povidona, cloreto de sódio, aroma de cereja, corante amarelo FDC nº 5, corante vermelho FDC nº 40, sacarose e água purificada.

Antux solução oral (gotas):
Cada ml (30 gotas) contém:
levodropropizina .................................................... 30 mg
Excipientes: sorbitol, glicerol, álcool etílico, propilenoglicol, ciclamato de sódio, sacarina sódica diidratada, metilpara beno, propilparabeno, glicirrizinato monoamônico, povidona, cloreto de sódio, corante amarelo FDC nº 5, sacarose, corante amarelo FDC nº 6, aroma de limão, aroma de mel, macrogol, óleo de rícino polioxil-40-hidrogenado e água purificada.

Armazenamento

Onde como e por quanto tempo posso guardar este medicamento?

ANTUX, quando conservado em temperatura ambiente (entre 15 e 30°C) e ao abrigo da luz, apresenta uma validade de 24 meses a contar da data de sua fabricação.

Apresentação

Xarope em frasco de 120 ml, acompanhado de copomedida de 10 ml.

Solução oral (gotas) em frasco gotejador de 10 e 20 ml.

USO ADULTO E PEDIÁTRICO
USO ORAL

Interações Medicamentosas

Os estudos de farmacologia em animais evidenciaram que a levodropropizina não potencializa o efeito de substâncias ativas sobre o sistema nervoso central (ex.benzodia ze pínicos, fenitoína, imipramina). Nos estudos em animais, ANTUX não modifica a atividade de anticoagulantes orais como a varfarina e não interfere sobre a ação hipoglicemiante da insulina. Nos estudos de farmacologia clínica, a associação com benzodiazepina não modifica o quadro do EEG (eletro encefalograma). Todavia, é necessário ter cautela no caso de administração simultânea de fármacos sedativos, em pacientes particularmente sensíveis. Dados clínicos não demonstraram interações com fármacos utilizados no tratamento de patologias broncopulmonares como agonista β2 , metilxantina e derivados, corticos teróides, antibióticos, mucorreguladores e antihistamínicos.

Informações Legais

MS - 1.0573.0205
Farmacêutico Responsável: Dr. Wilson R. Farias
CRF-SP nº 9555
sac: 0800 701 6900

Laboratório

Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A.

Via Dutra, km 222,2 - Guarulhos - SP
CNPJ 60.659.463/0001-91 - Indústria Brasileira

publicidade