Antietanol

Bula de Antietanol

Bula do remédio Antietanol. Princípios Ativos Dissulfiram.

publicidade

Indicação

Para quê serve Antietanol?

ANTIETANOL é um coadjuvante no tratamento do alcoolismo crônico.

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

Pacientes que ingeriram recentemente álcool ou preparados contendo álcool, paraldeído e metronidazol. Moléstia miocárdica grave ou oclusão coronária. Psicoses exógenas.

Hipersensibilidade ao dissulfiram ou outros tiuranos.

Posologia

Como usar Antietanol?

Administrar numa primeira fase um máximo de 500 mg do medicamento (2 comprimidos), em uma dose única, por uma a duas semanas.

Na fase de manutenção a dose é de 250 mg diários (1 comprimido), podendo variar entre 125 mg e 500 mg mas nunca ultrapassando 500 mg por dia.

Efeitos Colaterais

Quais os males que este medicamento pode me causar?

Neurite óptica, neurite periférica e polineurite podem ocorrer após a administração de ANTIETANOL. Eventuais erupções da pele que podem prontamente ser controladas com a administração de anti-histamínicos. Sonolência passageira, fadiga, impotência, dor de cabeça, erupções em forma de acne, dermatites alérgicas poderão ocorrer, em números reduzidos de pacientes, durante a primeira e a segunda semana de tratamento. Esses sintomas geralmente desaparecem espontaneamente com continuação do tratamento ou com a redução da dosagem. Reações psicóticas podem ocorrer mas, na maioria da vezes, são relacionadas à interação com drogas. Perda da libido, gosto metálico na boca também podem ocorrer.

Alterações neuropsiquiátricas, tais como: psicoses, depressões, manias, perda de memória, irritação, disfunção cerebelar, convulsões, síndromes extrapiramidais. Outras reações descritas foram aumento da colesterolemia, hepatotoxicidade, possível trombocitopenia, possível poliartrite nodosa, mialgias e artrites.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

Embora não sendo tóxico, ANTIETANOL não deve ser administrado a pessoas portadoras de diabetes mellitus, epilepsia, tirotoxicoses, nefrites agudas e crônicas, cirrose ou insuficiência hepática, disfunção das coronárias, insuficiência cardíaca, dependência de drogas, pacientes tomando fenitoína, warfarin, isoniazida ou nitritos.

ANTIETANOL somente poderá ser administrado a pacientes em estado de intoxicação alcoólica, com total conhecimento dos mesmos. O médico deverá informar o paciente a respeito da reação dissulfiram/álcool, orientando-o contra o uso indiscriminado do álcool durante o tratamento e de suas possíveis conseqüências, inclusive deve ser alertado quanto ao uso de preparados alcoólicos, molhos e temperos, vinagres e outros incrementos alimentícios, como também loções após barba ou outros preparados de higiene contendo álcool. Deve ser também alertado desses possíveis efeitos mesmo após 14 dias do uso do medicamento.

A intensidade da reação dissulfiram/álcool é variável de indivíduo para indivíduo, proporcionalmente às quantidades de ANTIETANOL e álcool ingeridas. Reações leves podem ocorrer em indivíduos sensíveis que apresentam pequenas concentrações sangüíneas de álcool entre 5 e 10 mg por 100 ml. O sintomas são mais intensos a 50 mg de álcool por 100 ml e a inconsciência é ocasionada freqüentemente de 125 mg a 150 mg por 100 ml. A duração das reações varia entre 30 e 60 minutos, ou até mesmo horas, em casos mais graves de acordo com a eliminação do álcool.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada deste medicamento?

Há probabilidade de intoxicação aguda com 5g no adulto e 2g na criança. Intoxicação subaguda pode ocorrer com 1,5 a 3g/dia por várias semanas. Os sintomas são: sonolência, náuseas, vômitos, comportamento psicótico, paralisia ascendente flácida, coma.

É possível a ocorrência de um dano intelectual permanente.

O tratamento é feito através de eméticos, lavagem gástrica e administração de drogas sintomáticas.

Composição

Cada comprimido contém:
Dissulfiram....................250 mg
Excipientes q.s.p....................1 comprimido
(amido de milho, carbonato de cálcio, talco, polividona 29/32, estearato de magnésio e gluconato de amido)
(*) Dissulfiram, quimicamente, é o disulfeto de bis (dietiltiocarbonoila).

Apresentação

Comprimidos - Embalagem com 20 comprimidos

Laboratório

Labs. Silva Araujo Roussel S.A.

publicidade