Angiopril

Bula de Angiopril

Bula do remédio Angiopril. Princípios Ativos Maleato de Enalapril.

publicidade

Indicação

Para quê serve Angiopril?

ANGIOPRIL é indicado no tratamento de: hipertensão essencial em todos os graus; hipertensão renovascular; todos os graus de insuficiência cardíaca; e para prevenção do: agravamento da insuficiência cardíaca em pacientes sintomáticos e assintomáticos; e da ocorrência de eventos isquêmicos (infarto do miocárdio e angina pectoris) em pacientes com disfunção ventricular esquerda.

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

ANGIOPRIL é contra-indicado para pacientes com hipersensibilidade a qualquer componente do produto e para pacientes com história de edema angioneurótico relacionado a tratamento prévio com inibidores da enzima conversora da angiotensina.

Posologia

Como usar Angiopril?

Como a absorção dos comprimidos de ANGIOPRIL não é afetada pela ingestão de alimentos, os comprimidos podem ser administrados antes, durante ou após as refeições.

Hipertensão essencial: A dose inicial é de 10 a 20 mg, dependendo do grau de hipertensão, e é administrada uma vez por dia. Em hipertensão leve, a dose inicial recomendada é de l0 mg por dia. Para outros graus de hipertensão, a dose inicial é de 20 mg por dia. A posologia usual de manutenção é de 20 mg tomados uma vez ao dia. A posologia deve ser ajustada de acordo com as necessidades do paciente, até o máximo de 40 mg por dia.

Efeitos Colaterais

Quais os males que este medicamento pode me causar?

ANGIOPRIL demonstrou ser geralmente bem tolerado. Em estudos clínicos, a incidência global de reações adversas não foi maior com ANGIOPRIL do que com placebo. Na maioria dos casos, as reações adversas foram leves e transitórias e não requereram a interrupção da terapia. Os seguintes efeitos colaterais foram associados com o uso de ANGIOPRIL: tonturas e cefaléia foram os efeitos mais comumente relatados. Fadiga e astenia foram relatadas em 2 a 3% dos pacientes.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

Hipotensão sintomática: Hipotensão sintomática foi observada raramente em hipertensos sem complicações. Em pacientes hipertensos recebendo enalapril, a hipotensão pode ocorrer mais freqüentemente quando houver depleção de volume, p.ex., devido à terapia diurética, restrição dietética de sal, diálise, diarréia ou vômitos (veja Interações medicamentosas e Reações adversas).
Em pacientes com insuficiência cardíaca, com ou sem insuficiência renal associada, foi observada hipotensão sintomática, principalmente naqueles com graus mais avançados de insuficiência cardíaca, relacionados com o uso de altas doses de diuréticos de alça, hiponatremia ou insuficiência renal.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada deste medicamento?

Há poucos dados disponíveis sobre a superdosagem em seres humanos. As principais características de superdosagem relatadas até agora consistem em hipotensão acentuada, começando após 6 horas da ingestão dos comprimidos, concomitantemente com o bloqueio do sistema renina-angiotensina e estupor.

Apresentação

Comprimido. cartuchos contendo 30 comprimidos de 5 mg, 10 mg ou 20 mg; ou 10 comprimidos de 20 mg.

Interações Medicamentosas

Terapia anti-hipertensiva: Efeito aditivo pode ocorrer quando enalapril for usado com outra terapia anti-hipertensiva.

Potássio sérico: Em estudos clínicos, o potássio sérico permaneceu dentro dos limites da normalidade. Em pacientes hipertensos tratados com enalapril por até 48 semanas foram observados aumentos médios de 0,2 mEq/L no potássio sérico. Nos pacientes tratados com enalapril mais um diurético tiazídico, o efeito espoliador de potássio do diurético foi, em geral, atenuado pelo efeito do enalapril. Se enalapril for dado com um diurético espoliador de potássio, a hipocalemia induzida por este pode ser atenuada. Os fatores de risco para o desenvolvimento de hipercalemia incluem insuficiência renal, diabetes melitus, uso concomitante de diuréticos poupadores de potássio (p. ex.: espironolactona, triantereno ou armilorida), suplementos de potássio ou substitutos do sal de cozinha contendo potássio. O uso destes agentes, particularmente em pacientes com função renal diminuída, pode levar a aumentos significativos do potássio sérico.

Se o uso concomitante dos agentes mencionados acima for julgado apropriado, ele deve ser feito com cuidado e o potássio sérico monitorizado com frequência.

Lítio sérico: Assim como ocorre com outras drogas que eliminam sódio, a depuração do lítio pode ser reduzida. Portanto, os níveis séricos de lítio devem ser monitorizados cuidadosamente, se forem administrados sais de lítio.

Pacientes Idosos

ANGIOPRIL poderá ser utilizado por pacientes com idade acima de 65 anos, desde que observada as precauções comuns ao produto.

Laboratório

União Química Farmacêutica Nacional S.A.

SAC: 0800 11 1559

publicidade