Amitriptilina

Bula do remédio genérico Amitriptilina. Classe terapêutica dos Ansiolíticos, Antidepressivos e Sedativos. Princípios Ativos cloridrato de amitriptilina .

Indicação

Para que serve?

O cloridrato de amitriptilina é indicado para a depressão e para o tratamento de casos de perda involuntária de urina durante o sono, em adultos e crianças.

Posologia

Como usar?

A dose recomendada de Amitriptilina vai depender do problema a tratar, da idade do paciente e deve ser sempre receitada e indicada pelo médico.

Adultos: a dose recomendada varia geralmente entre 50 a 100 mg, por dia, podendo a dose ser aumentada de 25 a 50 mg por noite, até uma dose total de 150 mg por dia. Geralmente, Amitriptilina deve ser administrada à noite. Em alguns casos em que seja necessário, esta dose pode ser aumentada até 200 a 300 mg por dia.

Adolescentes e idosos: a dose recomendada varia geralmente entre 10 a 50 mg, por dia, administrados em doses fracionadas ou em dose única diária, de preferência à noite.

Crianças: para o tratamento de casos de perda involuntária de urina durante o sono, a dose recomendada para crianças dos 6 aos 10 anos de idade é de 10 mg a 20 mg por dia, ao deitar. Para crianças a partir dos 11 anos de idade, a dose recomendada é de 25 a 50 mg por dia, ao deitar.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Alguns dos efeitos colaterais mais comuns de Amitriptilina incluem boca seca, sonolência, tontura, alteração do paladar, aumento de peso e do apetite, dor de cabeça, visão turva, dificuldade de concentração e prisão de ventre.

publicidade

Contraindicações

Quando não devo usar?

Amitriptilina está contraindicada para o tratamento da depressão em crianças com menos de 12 anos de idade, pacientes com historial de infarto no coração, pacientes em tratamento para depressão com inibidores da monoaminoxidase - IMAO ou que estejam a tomar cisaprida e para pacientes com alergia ao Cloridrato de Amitriptilina ou a outros componentes da fórmula.

Farmacocinética

Como funciona?

Amitriptilina tem na sua composição cloridrato de amitriptilina, um antidepressivo com propriedades ansiolíticas, sedativas e calmantes.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar?

Antes de usar Amitriptilina, deverá falar com o seu médico ou cirurgião-dentista se estiver grávida ou amentando, tiver historial alergias, incluindo alergias a corantes, tiver historial de distúrbios mentais, convulsões problemas no fígado, urinários ou hormonais ou se tiver tiver glaucoma.

Durante o tratamento com Amitriptilina deve evitar dirigir veículos ou maquinas, pois este medicamento pode afetar a sua capacidade de atenção.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Em caso de toma excessiva de Amitriptilina​, deve dirigir-se ao hospital mais próximo, levando a embalagem ou bula do medicamento. Alguns dos efeitos mais comuns que pode sentir após a toma excessiva de Amitriptilina podem ser alteração dos batimentos cardíacos, hipotensão grave, convulsões, depressão do Sistema Nervoso Central, confusão, problemas de concentração, alucinações visuais transitórias, dilatação das pupilas, agitação, hiper-reflexia, estupor, sonolência, rigidez muscular, vômito, hipotermia ou hiperpirexia.

Composição

Amitriptilina 25 mg contem por cada comprimido:

Cloridrato de Amitriptilina _______________________ 25 mg

Excipientes ____________________________ 1 comprimido

Excipientes: amido, ácido esteárico, celulose microcristalina,
copovidona, corante laca amarelo quinolina, corante laca amarelo crepúsculo, dióxido de silício, dióxido de titânio, estearato de magnésio, fosfato de cálcio dibásico di-hidratado, lactose monoidratada, hipromelose e macrogol.

Amitriptilina 75 mg

Cloridrato de Amitriptilina _______________________ 75 mg

Excipientes ____________________________ 1 comprimido

Excipientes: amido, ácido esteárico, celulose microcristalina,
copovidona, corante laca amarelo crepúsculo, corante laca vermelho 40, dióxido de silício, dióxido de titânio, estearato de magnésio, fosfato de cálcio dibásico di-hidratado, lactose monoidratada, hipromelose e macrogol.

Interações Medicamentosas

Amitriptilina não deve ser administrado em conjunto com alguns medicamentos ou substâncias sem orientação médica, como outros antidepressivos, Guanetidina, agentes Anticolinérgicos ou Simpatomiméticos, incluindo epinefrina, depressores do Sistema Nervoso Central, como bebidas alcoólicas, barbitúricos e etclorvinol, Dissulfiram, terapia por eletrochoque, analgésicos, medicamentos metabolizado pelo Citocromo P450 2D6, como Quinidina, Cimetidina, Fenotiazinas, Antiarrítmicos Tipo 1C Propafenona e Flecainida.

Amitriptilina engorda?

Sim, Amitriptilina pode fazer engordar, pois pode provocar o aumento do apetite e, consequentemente, o aumento do peso.

Amitriptilina dá sono?

Sim, a Amitriptilina dá sono, pois é um remédio antidepressivo e um dos seus efeitos colaterais mais comuns é a sonolência.

Laboratório

Medley

- SAC: 0800 7298000.

A Amitriptilina também pode ser conhecida comercialmente como Tryptanol ou Amytril.

Dizeres Legais:

Registro M.S.: 1.0181.0488

Farm. Resp.: Rua Macedo Costa

publicidade
< Amiretic < Amitriptilina > Amlovasc >