Albendazol

publicidade

Bula do remédio genérico Albendazol. Classe terapêutica dos Anti-helmínticos e Antiparasitários. Princípios Ativos Albendazol.

Indicação

Para que serve Albendazol?

Albendazol comprimido mastigável é indicado para tratar verminoses ou parasitoses, nos casos de infecções por Ascaris lumbricoides, Trichuris trichiura, Enterobius vermiculares,Ancylostoma duodenale, Necator americanus, Taenia spp e Strongyloides stercoralis e Hymenolepsiais.

O albendazol também é indicado no tratamento de infecções por Giardia duodenalis em crianças.

Uso adulto e pediátrico (crianças acima de 2 anos) - Uso oral

Farmacocinética

Como funciona este medicamento?

Albendazol é um anti-helmíntico e antiparasitário benzimidazólico.

Albendazol tem a capacidade de eliminar vermes e parasitas do seu corpo, matando-os.

No homem, após uma dose oral, o albendazol tem uma pequena absorção (menos de 5%).

A maior parte de sua ação anti-helmíntica é na luz intestinal.

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

Este medicamento é contra-indicado a pacientes que apresentem hipersensibilidade ao albendazol ou a qualquer componente do produto.

Se você é alérgico a medicamentos similares ao albendazol como o mebendazol ou tiabendazol.

Albendazol na gravidez:Avise seu médico antes de começar a usar este medicamento,se você está planejando ficar grávida, se você está grávida, ou desconfiado que esteja, se você está amamentando.

Este medicamento é contra-indicado para crianças abaixo de 2 anos.

Posologia

Como usar Albendazol?

  • Infecções por helmintos:

Adultos e crianças (maiores de 2 anos).​

Dose usual para comprimido: 1 comprimido de 400 mg ou 2 comprimidos de 200 mg, em dose única.

Observações: se o paciente não apresentar cura após três semanas, é preciso iniciar um segundo curso de tratamento.

  • Giardíase: comprimido: uma dose única de albendazol 2 comprimidos de 200 mg, ou 1 comprimido de 400 mg diariamente, por 5 dias é eficaz em crianças.

Como usar: os comprimidos de 200 mg podem ser engolidos, mastigados, triturados ou misturados a alimentos.

Não há necessidade de procedimentos especiais, tais como dieta ou purgantes.

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

A maioria dos efeitos colaterais com albendazol são moderados e usualmente desaparecem sem a necessidade de se parar a medicação.

Entretanto,alguns efeitos colaterais podem necessitar de tratamento médico.

Se você desenvolver qualquer desconforto incomum avise seu médico o mais rápidopossível.

Avise seu médico sobre qualquer sintoma que esteja lhe incomodando, como alguns abaixo:

  • dor de cabeça, tontura;
  • vômito, mal estar, dor estomacal ou diarréia;
  • erupções cutâneas (brotoejas) moderadas ou coceira.

Pare de tomar albendazol e consulte seu médico imediatamente, ou procure a emergência do hospital mais próximo, se você sentir algum dos sintomas abaixo:

  • inchaço dos lábios, face, boca ou garganta;
  • dificuldade para respirar;
  • erupção cutânea (manchas vermelhas,brotoejas) graves.

Esses são sinais de uma reação alérgica grave. Alergia a albendazol é muito rara.

Se você sentir algum efeito colateral não descrito nesta bula, por favor, avise seu médico ou farmacêutico.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

Deve-se assegurar, antes de utilizar o produto, de que não há processo de gravidez para mulheres em idade fértil (15 - 40 anos).

Recomenda-se a administração de albendazol no período de sete dias após o início da menstruação.

Considerando que ainda não estão disponíveis informações suficientes sobre o uso do medicamento em crianças com menos de 2 anos de idade,não se recomenda administrar albendazol nessa faixa etária.

Não existem observações sobre o uso em crianças ou idosos, diferentes daquelas que já foram descritas.

Albendazol solução oral contem ácido benzóico. O ácido benzóico é moderadamente irritante da pele, dos olhos e nariz. Ele pode causar reações alérgicas e asma.

Se você desenvolver brotoejas, coceira e espirros, pare de usar o medicamento e procure seu médico.

Interações Medicamentosas

Seus comprimidos podem ser tomados com uma refeição, após ou de estômago vazio.

De um modo geral você pode continuar a usar outros medicamentos durante seu tratamento com albendazol, exceto o praziquantel, cimetidina ou dexametazona.

Foram relatados aumentos dos níveis plasmáticos do metabólito responsável pela eficácia sistêmica do albendazol com o uso de cimetidina,praziquantel e dexametasona.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Se você acidentalmente ingerir mais albendazol do que lhe foi receitado, avise seu médico ou farmacêutico imediatamente.

Mostre a bula ou a embalagem. Faça isto mesmo que não existam sinais de desconforto ou envenenamento.

Composição

Cada comprimido mastigável de 200 mg contém:

albendazol................................................200 mg

excipiente* q.s.p.......................................1 com.mast.

Cada comprimido mastigável de 400 mg contém:

albendazol................................................400 mg

excipiente* q.s.p.......................................1 com.mast.

*povidona, croscarmelose sódica, lactose monoidratada, sacarina sódica, laurilsulfato de sódio, estearato de magnésio, essência de laranja, ciclamato de sódio, amido.

Apresentação: comprimido mastigável - embalagem contendo 2 comprimidos de 200 mg; 1 ou 5 comprimidos de 400 mg.

Armazenamento

Onde como e por quanto tempo posso guardar este medicamento?

Manter à temperatura ambiente (15˚C a 30˚C).

Proteger da luz e manter em lugar seco.

Laboratório

Germed Farmacêutica Ltda.

Dizeres Legais

Reg. M.S. nº 1.0583.0332

Farm. Resp.: Drª Maria Geisa P. de Lima e Silva - CRF/SP nº 8.082

publicidade