Aerolin xarope

Bula do remédio Aerolin xarope. Classe terapêutica dos Broncodilatador. Princípios Ativos Sulfato de Salbutamol .

Indicação

Para que serve Aerolin xarope?

Aerolin® é indicado no alívio do espasmo brônquico associado às crises de asma, bronquite crônica e enfisema. Aerolin® comprimidos é também indicado como terapia de manutenção no controle do trabalho de parto prematuro não complicado, no terceiro trimestre da gravidez, após o controle das contrações uterinas com Aerolin® injetável e suspensão do uso deste agente.

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

O uso de Aerolin® é contra-indicado para pacientes com hipersensibilidade conhecida a qualquer componente da fórmula. No caso de uso para controle do parto prematuro é contra-indicado nos casos de ameaça de aborto.

Posologia

Como usar Aerolin xarope?

Aerolin® xarope tem sabor laranja.
Modo de uso
Siga as recomendações de seu médico, pois em alguns casos a diluição do Aerolin ® xarope pode ser recomendada.
Adultos
A dose usualmente eficaz é de 4 mg de salbutamol (10 mL do xarope), três ou quatro vezes ao dia. Caso não seja obtida broncodilatação adequada, cada dose pode ser gradualmente aumentada até 8 mg ( 20 mL do xarope). Contudo, tem-se observado que alguns pacientes obtêm alívio adequado com 2 mg (5 mL do xarope), três ou quatro vezes ao dia. Nos pacientes muito sensíveis a estimulantes ß-adrenérgicos, é aconselhável iniciar o tratamento com 2 mg (5 mL do xarope), três ou quatro vezes ao dia.
Crianças
As seguintes doses devem ser administradas:
Crianças de 2-6 anos: 2,5 a 5 mL do xarope , três a quatro vezes ao dia.
Crianças de 6-12 anos: 5 mL do xarope , três a quatro vezes ao dia.
Crianças acima de 12 anos: 5 a 10 mL do xarope , três a quatro vezes ao dia.
Pacientes idosos
Recomenda-se iniciar o tratamento com 5 mL de xarope(2 mg de salbutamol), três ou quatro vezes ao dia.
No controle do parto prematuro:
No controle do parto prematuro, após controle de contrações uterinas por salbutamol injetável e sua descontinuação, terapia de manutenção pode ser continuada com salbutamol oral. A dose usual é 4 mg, três a quatro vezes ao dia.

publicidade

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

A maioria das pessoas que usa este medicamento não relata problemas. Porém, como acontece com todos os medicamentos, algumas pessoas podem apresentar reações adversas. Comumente ou muito comumente foram relatados tremor, dor de cabeça, taquicardia (aumento da freqüência dos batimentos do coração) e câimbra muscular. Raramente foram relatados diminuição nos níveis de potássio no sangue, diversos tipos de arritmias (alterações no ritmo normal de batimento do coração) e vasodilatação periférica, que pode ser caracterizada por aumento do fluxo sanguíneo em determinada região da pele. Muito raramente foram relatados casos de hipersensibilidade, incluindo angioedema (reações alérgicas principalmente caracterizadas por vermelhidão e inchaço intenso predominante na face), urticária, broncoespasmo (contração da musculatura lisa dos brônquios), diminuição da pressão sanguínea e desmaio. Muito raramente foi também relatada sensação de tensão muscular e hiperatividade. Se você sentir qualquer outro sintoma, comunique ao seu médico.

Advertências e Precauções

O que devo saber antes de usar este medicamento?

Como podem ocorrer reações adversas associadas a doses elevadas, não aumente a dose ou freqüência de administração de Aerolin® , mesmo que o alívio usual não ocorra ou que a duração de ação diminua, a menos que tenha sido recomendado pelo seu médico. Procure seu médico caso acredite que o alívio usual dos sintomas não esteja ocorrendo ou que o tempo de ação do Aerolin® esteja reduzido. O aumento do uso de Aerolin® para controle dos sintomas indica a deterioração do controle da asma. Portanto, fale com o seu médico. Nestes casos, deve ser considerada a terapia com corticoesteróides. Aerolin® pode induzir redução dos níveis sangüíneos de potássio e aumento dos níveis de glicose. A administração concomitante de corticosteróides pode aumentar este efeito. Se você é diabético, consulte seu médico antes de usar este medicamento. Se você utiliza xantinas, corticosteróides, diuréticos ou sofre de hipóxia (má oxigenação do sangue), informe seu médico. Nestas situações recomenda-se monitorar os níveis de potássio. Se você sofre de hipertireoidismo, informe seu médico, pois deverá fazer uso de Aerolin® com cautela.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Se você acidentalmente usar mais doses do que o recomendado, perceberá que seu coração está mais rápido que o normal, e você pode se sentir tonto ou apresentar tremores. Você pode também ter dor de cabeça. Esses efeitos normalmente passam em poucas horas, mas você deve comunicar ao seu médico o mais rápido possível. Se a dose usada foi muito maior do que a correta, chame seu médico imediatamente ou se dirija ao hospital ou prontosocorro mais próximo. Leve esta bula ou o medicamento para que saibam o que você usou. Em alguns casos pode ser necessário o uso de um agente beta-bloqueador cardiosseletivo como antídoto. Seu médico avaliará o seu caso.

Composição

Aerolin® xarope
Cada 5 mL contém:
sulfato de salbutamol ......................... 2,4 mg (equivalente a 2,0mg de salbutamol)
veículo: citrato de sódio, ácido cítrico, hidroxipropilmetilcelulose, benzoato de sódio, sacarina sódica, aroma de laranja, cloreto de sódio e água purificada q.s.p. ............... 5 mL
Uso adulto e pediátrico

Armazenamento

Onde como e por quanto tempo posso guardar este medicamento?

Mantenha o produto na embalagem original, em temperatura ambiente (entre 15ºC e 30°C). Além disso, o Aerolin® xarope também deve ser protegido da luz. Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

Apresentação

xarope, para uso oral.
Aerolin® xarope contendo 2 mg de salbutamol em cada 5 mL, é apresentado em frasco de vidro âmbar contendo 120 mL, acompanhado de copo-medida graduado de 15 mL.

Interações Medicamentosas

Aerolin® não deve ser utilizado juntamente com medicamentos beta-bloqueadores não seletivos, como o propranolol.

Informações Legais

MS: 1.0107.0226
Farm. Resp.: Milton de Oliveira
CRF-RJ Nº 5522
SAC: 0800 701 22 33

Laboratório

Fabricado por: GlaxoSmithKline Brasil Ltda.

Estrada dos Bandeirantes, 8.464 - Rio de Janeiro - RJ
CNPJ: 33.247.743/0001-10
Indústria Brasileira

publicidade