Adenocard

publicidade

Bula do remédio Adenocard. Classe terapêutica dos Antiarritmicos. Princípios Ativos Adenosina.

Indicação

Para que serve Adenocard?

Conversão da taquicardia supraventricular paroxística, incluindo a associação com Wolf-Parkinson-White. Auxiliar em testes cardíacos onde a adenosina substitui o stress.

Contraindicações

Quando não devo usar este medicamento?

No bloqueio atrioventricular de segundo e terceiro grau e na doença nódulo sinusal, excetuando, em ambos os casos, os pacientes com marca-passo artificial funcionante. Hipersensibilidade à adenosina.

Posologia

Como usar Adenocard?

1 ampola em "bolus" IV. A aplicação pode ser repetida com intervalo de 1 à 2 minutos. Dose máxima 12 mg (meia vida de 10 segundos).

Efeitos Colaterais

Quais os males que pode me causar?

Rubor facial, pressão torácica, hiperventilação, vertigem, torpor e formigamento, sabor metálico, todos de curta duração.

Superdosagem

O que fazer se alguém usar uma quantidade maior do que a indicada?

Sendo a meia-vida da adenosina inferior a 10 segundos, os efeitos adversos são geralmente de curta duração. O tratamento deve ser realizado de forma individualizada e direcionado especificamente para o efeito.
As metilxantinas, como a cafeína e a teofilina, são antagonistas competitivos.

Composição

Adenosina 6 mg ampolas IV.

Apresentação

Caixas c/ 2 e 50 ampolas.

Interações Medicamentosas

Não foram observadas reações com digitálicos, quinidina, beta-bloqueadores, bloqueadores dos canais de cálcio e inibidores da ECA. A cafeína e teofilina antagonizam os efeitos da adenosina; atenção: quando usados concomitantemente, aumentar a dose de adenosina; pode ocorrer ineficácia da adenosina.
Há potencialização dos efeitos na presença do dipiridamol (adequar doses de ambos). Carbamazepina pode aumentar o bloqueio na condução, assim o uso concomitante pode agravar o bloqueio atrioventricular.

Laboratório

Libbs farmacêutica Ltda.

Sac: 08000-135044

publicidade